Saúde

Malefícios do açaí: descubra quando o consumo pode afetar a sua saúde

Ele é o conhecido por ser o alimento energético favorito dos atletas. O açaí é de origem amazônica e, mesmo sendo uma fruta tipicamente brasileira, conquistou o mundo todo por seus benefícios à saúde.

Rico em vitaminas do complexo B (B1 e B2), C, E, cálcio, fósforo e ferro, além de conter uma excelente fonte de fibras, carboidratos, lipídios e proteínas, o açaí pode não somente oferecer uma boa carga de energia ao corpo, ideal para quem frequenta academias ou pratica atividades físicas, como também pode prevenir e tratar diversos males à saúde.

Além disso, quem está lutando contra a balança para reduzir algumas medidas, também pode aproveitar as suas propriedades nutritivas para conquistar a silhueta magra que sempre sonhou. Veja, a seguir, alguns dos principais benefícios do açaí:

  • Previne doenças cardiovasculares;
  • Fortalece o sistema imunológico;
  • Ajuda a emagrecer;
  • Melhora a saúde da pele;
  • Previne o envelhecimento precoce;
  • Fornece energia ao corpo;
  • Diminuir as câimbras e dores musculares;
  • Melhora a saúde dos ossos e dentes;
  • Aumenta o desejo sexual (tanto em homens quanto em mulheres);
  • Previne o câncer;
  • Melhora a saúde mental;
  • Reduz o colesterol ruim (LDL);
  • Combate doenças respiratórias;
  • Melhora a digestão;
  • Combate inflamações.

O excesso pode fazer mal

Como você pode perceber, o açaí realmente pode fazer muito bem à saúde e até mesmo para a estética do corpo em geral, principalmente para quem está querendo emagrecer e ganhar massa magra para ficar com a silhueta bem definida e sempre em forma.

No entanto, como todos os demais tipos de alimentos, exagerar no consumo da fruta, seja na forma in natura, em sucos ou em pasta (na tigela), pode trazer alguns danos à saúde. Afinal, “tudo em excesso faz mal”, e o mesmo vale para o açaí, mesmo sendo tão benéfico à saúde.

E é o que costuma acontecer na maior parte dos casos. Por ser extremamente saboroso, muitas pessoas tendem a consumi-lo bem mais do que deveria para obter os seus efeitos positivos no organismo. Para evitar que isso aconteça, você vai conhecer nos próximos parágrafos quais são os principais malefícios do açaí quando este é consumido em quantidades exageradas.

Você também pode ler o nosso post sobre como consumir açaí corretamente para entender as melhores maneiras de inserir este poderoso alimento na sua rotina para não sofrer com os problemas que vamos listar a seguir:

Ganho de peso

O açaí é considero um alimento essencial para a perda de peso. Porém, o seu consumo exagerado pode causar o chamado efeito “rebote” e, em vez emagrecer, fazer você engordar.  O motivo disso está no aumento do consumo de carboidratos, já que a fruta é uma excelente fonte desses nutrientes.

Se por um lado eles são ideais para fornecer mais energia ao corpo e melhorar a disposição para as atividades do dia a dia, principalmente para quem pratica exercícios físicos regularmente, ingerir uma maior quantidade de carboidratos pode causar o acúmulo de gordura corporal e, portanto, se tornar uma “bomba” para quem quer emagrecer.

Além disso, se você é adepta às pastas de açaí (o famoso açaí na tigela), ao misturar outros ingredientes calóricos, como leite condensado, granola, xarope de guaraná, paçoca, entre outros, você pode fazer com que a sobremesa chegue até 1000 calorias em um único pote/tigela. Por isso, seja moderada!

Diabetes

Ainda por conta dos carboidratos presentes em sua composição, quando consumido em excesso, o açaí pode aumentar a ingestão desses nutrientes e causar o aumento das taxas de açúcar no sangue (hiperglicemia), uma vez que eles são convertidos em glicose no sangue. O resultado é de maiores picos de insulina no organismo e, consequentemente, o desenvolvimento da diabetes.

Qual é a quantidade diária recomendada?

Para evitar o consumo excessivo do açaí, a dica é ficar de olho na quantidade diária recomendada por nutricionistas e especialistas para não reverter os benefícios dessa poderosa frutinha. Sendo assim, a recomendação é para que se consuma uma média de 6% do consumo diário de calorias, no caso da sua versão in natura.

Isso equivale a um pote/tigela por dia, com 100 a 200 gramas, para quem toma açaí em pasta (na tigela), de três a quatro vezes na semana. Além disso, esse pote/tigela deverá substituir uma refeição do dia.

Por outro lado, vale ressaltar que somente um nutricionista poderá recomendar a quantidade certa para uma dieta, geralmente com base no seu modo vida, peso, altura, estilo de vida, objetivo, etc. Cuide-se!

Até a próxima!

Sobre o autor

Raiane