Nutrição

Malefícios do açúcar: Conheça os riscos

Malefícios do açúcar

O excesso de açúcar nas dietas é um dos maiores males da alimentação moderna. Os malefícios do açúcar são muitos, e possui efeitos devastadores no metabolismo, contribuindo para todo tipo de doenças.

Saiba quais são os principais malefícios do açúcar na alimentação, e corte-o já de sua rotina:

Açúcar carrega calorias vazias

Esta é uma informação que provavelmente sabemos desde crianças, mas é bom relembrar. Os açúcares inseridos nos alimentos não possuem nenhum tipo de nutriente importante que não possa ser encontrado em outras fontes mais saudável. Além disso, eles carregam uma quantidade absurda de calorias.

Por isso, um dos malefícios do açúcar é o chamado efeito de “calorias vazias”. Ele não carrega proteínas, gorduras essenciais, vitaminas ou minerais – apenas calorias. Se sua dieta consumir mais de  10% das calorias diárias em açúcares, há altas chances de ser nutricionalmente vazia.

O açúcar é péssimo para os dentes

Esta é uma informação que provavelmente sabemos desde crianças, mas é sempre bom relembrar. Um dos malefícios do açúcar é que ele fornece energia facilmente digerível para bactérias presentes na boca. Estas bactérias nocivas causam a degradação dos dentes e da saúde bucal.

Altas doses de açúcar podem causar doenças no fígado

Se você pensa que o acúmulo de gordura no fígado costuma ser exclusividade do álcool, é hora de rever conceitos. Um dos malefícios do açúcar, em especial da frutose, é a forma como ele é enviado ao fígado.

Pequenas partículas de colesterol de consumo rápido chegam ao órgão, mas nem todas são consumidas. Algumas armazenam-se no fígado, sobrecarregando-o. O resultado é uma doença quase idêntica à cirrose, e diversas disfunções no metabolismo.



Açúcar pode causar resistência à insulina

A insulina é um hormônio essencial para o funcionamento adequado do corpo. Ela permite que o açúcar do sangue entre nas células, fazendo-as queimar o açúcar ao invés da gordura. Um dos malefícios do açúcar em excesso no sangue é o alto nível tóxico, gerando problemas como diabetes e cegueira.

O consumo excessivo de açúcar gera uma “resistência” à insulina. Isso significa que o metabolismo para de funcionar corretamente, e a insulina deixa de surtir efeito.

Além de diabetes tipo 2, acredita-se que esta situação favorece a obesidade e doenças coronárias.

Relação entre o açúcar e a diabetes tipo 2

Quando nossas células tornam-se resistentes aos efeitos da insulina, o organismo tende a produzir ainda mais do hormônio. Esta é, infelizmente, uma condição de saúde muito comum, que poderia ser evitada com uma alimentação adequada.

Quando não tratada, a diabetes tipo 2 tende a tornar-se cada vez mais grave, até ser potencialmente fatal. Estima-se que pessoas que consumam refrigerantes regularmente possuem até 83% de chances a mais de desenvolver o problema.

Por isso, um dos malefícios do açúcar é atuar diretamente na construção de um organismo propício para o desenvolvimento de diabetes. Evitar alimentos ricos no ingrediente pode ser suficiente para evitar a condição.

É altamente viciante

A açúcar pode ser viciante para quem o consome. E isto não é uma expressão hiperbólica – ele vicia de forma literal. Assim como diversas drogas, o açúcar libera dopamina no cérebro.

Um dos principais malefícios do açúcar é a quantidade de dopamina que ele libera. Em comparação a comidas mais saudáveis, a sensação de recompensa gerada por ele é gigantesca.

Por isso, pessoas que consomem o ingrediente regularmente, tendem a aumentar a quantidade ingerida diariamente. A parte cruel, é que a atuação funciona igual a outras drogas. A única forma de abrir mão do vício, quando ele se torna extremo, é abstinência total de doces.

O açúcar contribui largamente para a obesidade

A forma como o açúcar afeta os hormônios e o cérebro é uma receita para o rápido ganho de peso. À medida que seu consumo aumenta, o corpo sente-se menos saciado, até o momento em que os abusos ocorrem.

Por isso, é bastante seguro associar a obesidade como um dos malefícios do açúcar no organismo. A associação é válida tanto para adultos, quanto para crianças.

Videos do nosso Canal no Youtube

Sobre o autor

Pedro Henrique Ferreira Mendes

/* ]]> */