Nutrição

Conheça os malefícios dos alimentos integrais para a saúde

assortment of baked bread on wood table

Você conhece aquele ditado popular “Tudo em excesso faz mal”? Pois bem. Ele faz todo o sentido se aplicado ao assunto do nosso artigo de hoje: os alimentos integrais. Apesar de benéficos para a saúde, há estudos que apontam que o excesso deles pode fazer muito mal ao funcionamento do nosso organismo.

O fato é que os alimentos integrais são mesmo muito benéficos, mas a forma com que as indústrias alimentícias e a mídia estão pregando a ideia, de maneira abusiva e com finalidades comerciais, pode, na verdade, tornar o assunto um tanto complicado. Elas fazem isso porque este tipo de alimentação está sendo bastante difundido nos últimos tempos, já que as pessoas estão cada vez dia mais em busca de mudar a rotina para hábitos mais saudáveis.

Mas, afinal, como será que os pães integrais, cereais, grãos, farinhas, leite, biscoitos, entre outros, podem prejudicar o nosso organismo se são ricos em vitaminais e minerais essenciais? A resposta para essa pergunta é simples e já foi explicitada primeiras linhas desse artigo: apenas o exagero. Se você quer saber quais são os malefícios da ingestão excessiva desses dos alimentos integrais, continue lendo esse artigo até o final e saiba tudo sobre o assunto.

O que são alimentos integrais?

pasta e pane integrale

Os alimentos integrais são aqueles que não passaram pelo chamado processo de refinamento, o mesmo pelo qual são fabricados os produtos industrializados a fim de conservar as suas propriedades e melhorar o gosto e textura para serem vendidos de maneira mais fácil aos consumidores. Estes, por conta desse refinamento, perdem boa parte dos seus nutrientes e costumam conter conservantes (agentes químicos), fatores considerados prejudiciais à saúde humana.

Já os alimentos integrais, como não passam pelo mesmo procedimento, preservam grande quantidade das suas vitaminas e minerais, o que faz com que eles tenham um valor nutricional mais elevado que os processados. Dentre eles estão pães, arroz, açúcar, farinhas, leite, biscoitos, multigrãos, entre outros, que, além de fazer bem à saúde, também podem ajudar no emagrecimento saudável.

Ricos em fibras, selênio, ferro, zinco, magnésio, cobre, fósforo e outras vitaminas, eles podem reduzir os níveis do colesterol ruim (LDL) no sangue, ajudar no controle glicêmico, prevenir doenças cardiovasculares, controlar a diabetes, promover a melhora do trânsito intestinal, fortalecer o sistema imunológico, entre outros.

Quais são os malefícios?

Os alimentos integrais realmente trazem vários benefícios à saúde e, de acordo com os médicos, devem ser consumidos diariamente para ajudar no combate à doenças e em problemas como prisão de ventre, ganho de peso, constipações, entre outros. No entanto, o seu excesso deve ser evitado, uma vez que pode causar os seguintes malefícios:

Provocar o ganho de peso

ganho-de-peso

É isso mesmo! Apesar de serem consumidos pela maioria das pessoas com a finalidade de emagrecer, o consumo abusivo de alimentos integrais pode ajudar a engordar, o que pode ser um problema grande para pessoas que estão obesas ou mesmo com aqueles quilinhos extras incomodando na balança.

Isso porque, da mesma forma que os alimentos industrializados, esse tipo de alimento também contém calorias em sua composição, mesmo que em menores quantidades. Por isso, não existe consumo livre nem mesmo para alimentos integrais, uma vez que a regra para não engordar é não deixar que a ingestão ultrapasse o gasto energético do corpo.

Causar gases

Devido à grande quantidade de fibras presente nos alimentos integrais, se consumidos em excesso, eles podem causar o acúmulo de gases e a distensão do abdômen. Isso porque as fibras não são digeridas pelo nosso organismo, mas são fermentadas no intestino grosso, o que pode fazer com que o excesso aumente essa fermentação, causando esses problemas.

Trazer prejuízos ao intestino

Se consumidos em excesso, os alimentos integrais também podem causar danos ao funcionamento do intestino. Isso porque, como eles são ricos em fibras, estas podem se alojar no intestino e produzir um grande bolo fecal, que pode ser difícil de ser excretado pelo organismo e causar uma obstrução. O resultado é de maiores episódios de prisão de ventre, além de inchaço, gases, desconforto na região da barriga e aumento do peso na balança.

Reduzir a absorção de nutrientes

Comer alimentos integrais em demasia também pode afetar, segundo especialistas, a absorção de nutrientes pelo organismo. Isso porque esses alimentos, principalmente os crus, são ricos fitatos, substâncias presentes nas fibras, que reduzem a redução de minerais como cálcio, zinco e ferro pelo corpo, fazendo com o fique deficiente nesses nutrientes e, portanto, fique vulnerável a vários tipos de doenças. Especialmente em idosos, em que essa absorção é reduzida naturalmente, a ingestão exagerada pode causar até mesmo a perda de cálcio, facilitando a osteoporose.

Cuide-se e até a próxima!

Veja também:

LISTA VIP!
Nossas Dicas no seu Email
Seja a primeira a saber das nossas últimas dicas. Coloque seu email abaixo e receba nossos posts:
Cadastrar!
close-link
/* ]]> */