Curiosidades

Melhores livros de terror aclamados pela crítica

Quem é adepto deste gênero literário, não perde um novo lançamento de jeito algum. É uma literatura em que o medo é ingrediente natural e estimulador à leitura, mas, sempre com uma mistura do suspense e, algumas vezes, muito sangue para tirar o sossego do leitor. E mesmo que todo ano saiam novos livros do gênero, alguns dos melhores livros de terror ainda são os clássicos.

E nem precisa ser uma sexta-feira, 13, para estimular a leitura. Ou uma noite assombrosa daquelas de chuva e vento uivante batendo janelas e portas. O sabor de uma boa leitura ultrapassa esses limites e faz a pessoa mergulhar no suspense, sempre que for uma boa história. Vamos ver alguns desses melhores livros de terror. É difícil, também, enumerar uma ordem, porque cada leitor tem suas preferências.

Menina Má, de William March

Livro extraordinário desse autor, Menina Má não é exatamente um livro de terror, daqueles de arrancar gritos depois que virou filme. É, essencialmente, um livro que explora o aspecto psicológico e emocional das pessoas, com o autor, nesse que é seu melhor livro, levando o leitor a explorar e conhecer as entranhas das dificuldades psicológicas do ser humano.

Será que nascemos maus, será mesmo que o ser humano já traz de berço essa tendência a fazer maldades? Enquanto a mãe, Christine Penmark, tenta descobrir se foi efetivamente a filha Rhoda, menininha de apenas 8 anos, que matou seu coleguinha de aula, as dificuldades do ser humano vão desfilando ante olhos e mente do leitor. Lançado originalmente em 1954, Menina Má teria influenciado diversas produções no cinema, como Chuck, o boneco assassino.



Frankenstein, clássico de Mary Shelley

O famoso livro da autora britânica Mary Shelley é considerado por muitos como a primeira obra de ficção científica de que se tem notícia. Victor Frankenstein é um jovem estudante apaixonado por ciências naturais e vai para a Alemanha estudar em moderna universidade. Ali, se interessa pelos mistérios da criação humana e decide descobrir a origem da vida. Acaba construindo o monstro Frankenstein, através do qual desenvolve-se toda a história. Dois detalhes importantes: Shelley tinha apenas 19 anos quando escreveu o original; e, segundo, o livro foi lançado em 1818 e, portanto, ano passado comemorou-se os 200 anos de seu lançamento.

O Cemitério, de Stephen King

Neste livro do escritor norte-americano Stephen Edwin King, você não vai distinguir o que é a vida ou a morte. Não há limite entre os dois mundos. Quando o gato de sua filha é atropelado e morre, mas, logo depois, aparece vivo, Louis Creed começa a desconfiar que as histórias contadas pelo seu vizinho Crandall tem alguma coisa de veracidade. Quando ele foi morar em Maine, vindo de Chicago, pensou ter encontrado a casa dos sonhos para ficar com a família, próximo ao trabalho na universidade. Mas, logo se sucedem acontecimentos que têm a ver com um cemitério de animais ali perto. História eletrizante para quem gosta do gênero.



Drácula, de Bram Stoker, mais um clássico

O escritor irlandês Bram Stoker escreveu esse romance de terror em 1897 e a história é narrada com tudo acontecendo no mesmo ano, entre 3 de maio e 6 de novembro. Tudo começa quando o advogado inglês Jonathan Harker vai visitar o Conde Drácula no castelo nas montanhas de Cárpatos, na Transilvânia. Logo o advogado percebe que é feito prisioneiro no castelo, até três vampiras tentarem sugar seu sangue, o que é impedido pelo Conde. Daí em diante, é o transcorrer da história, sempre recheada de cenas emocionantes. Embora não seja o primeiro romance sobre vampiros, é considerado o melhor deles e inspiração para muitos outros que vieram depois.

O Exorcista, de William Peter Blatty

Desde que foi lançado, em 1971, o livro do escritor William Peter Blatty, dos Etados Unidos, não para de provocar polêmica. Depois que virou filme, em 1973, dirigido por William Friedkin, a polêmica transferiu-se para o local onde o fato real teria acontecido. No livro, Regan MacNeil, uma menina de 12 anos, teria sido exorcizada por um padre após ser possuída pelo demônio. A história seria a reprodução de um fato real e vários jornais entraram na história, incluindo o influente The Washington Post. Trata-se de livro típico de terror com uma história muito bem narrada.

O Bebê de Rosemary, de Ira Levin

Apesar de mais conhecido pelo filme de mesmo nome dirigido por Roman Polansky e estrelado pela brilhante Mia Farrow, o livro o Bebê de Rosemary, de 224 páginas muito bem narradas pelo auto Ira Levin, de Nova Iorque, merece ser lido e apreciado. Ele conta a história da vinda do filho do anticristo à terra, numa gravidez contra à vontade de Rosemary. Na história, ela e seu marido Guy, um ator desempregado e que não consegue se firmar na profissão, acabam morando no bairro de Bramford, normalmente com preços de aluguéis lá nas alturas. Mas, estranhamente, há um apartamento excelente a preços irrisórios. Depois da mudança, Guy consegue um bom trabalho na Broadway e Rosemary engravida… bom, tudo isso por conta da seita satânica que habita o prédio. Livro de boa narrativa, muito bom para os apreciadores deste gênero de literatura.

O Iluminado, de Stephen King

Este foi o terceiro livro de Stephen King e o que lançou este autor norte-americano entre os nomes mais importantes da literatura de terror. O Iluminado no Brasil, teve em Portugal o título traduzido para A Luz. Narra a história de um professor universitário demitido de seu emprego por causa do alcoolismo e que acaba num emprego de zelador num hotel em local deserto, em plenas montanhas do Colorado. Fora da temporada, o hotel quase não tem hóspedes. O filho do novo zelador, Danny, de quatro anos, consegue ver o passado tenebroso das pessoas que habitaram e morreram nesse hotel. Livro excelente, que deu origem ao filme de Stanley Kubrick em 1980. Vale a pena ler.

Outros entre os melhores livros de terror

  1. O Chamado de Cthulhu, de H.P. Lovecraft
  2. O Colecionador, de John Fowles
  3. O Terror, de Dan Simmons
  4. Horror em Amityville, de Jay Anson
  5. Ed & Lorraine Warren: Demonologistas, de Gerald Brittle
  6. Entrevista com o Vampiro, de Anne Rice
  7. O Desfiladeiro do Medo, Clive Barker
  8. A Casa do Mal, de Dean R. Koontz
  9. A Coisa, de Stephen King
  10. Suicidas, de Raphael Montes
  11. As Ruínas, de Scott Smith
  12. Os Mortos Vivos, de Peter Straub
  13. Hell House: A Casa Infernal, de Richard Matheson
  14. Histórias Extraordinárias, de Edgar Allan Poe
  15. Hellraiser, de Renascido do Inferno
  16. Evangelho de Sangue, de Clive Barker

Sobre o autor

Redação Tudo Ela

Site focado em publicar conteúdo atual e interessante sobre o universo feminino. Fazemos curadoria e pesquisamos dicas úteis para o dia-a-dia da mulher moderna. Saiba mais sobre nós.