Curiosidades

Os 4 melhores livros espíritas para entender e se aprofundar na Doutrina

Poucas doutrinas possuem uma literatura tão rica e vasta quanto o Espiritismo. E diante de tanta riqueza de conteúdo, é complicado identificar quais os melhores livros espíritas para quem quer estudar e entender melhor os ensinamentos.

Se você está começando no mundo do Espiritismo e está perdido com tanta informação, leia este artigo em que selecionamos 4 livros essenciais para quem quer entender e se aprofundar na Doutrina, além de alguns romances e autores relevantes. Confira!

A Doutrina Espírita

Antes de falarmos sobre os melhores livros espíritas, é importante entendermos melhor o Espiritismo.

Ele surgiu no século XIX e foi fundado pelo educador francês Hippolyte Léon Denizard Rivail, que mais tarde adotou o pseudônimo de Allan Kardec, hoje reconhecido como um dos principais nomes ligados à Doutrina.

Nas palavras de Allan Kardec, o Espiritismo é “a Doutrina fundada sobre a existência, as manifestações e o ensino dos espíritos”.

Como veremos mais adiante, Kardec escreveu diversos livros sobre o Espiritismo que são considerados verdadeiras obras de referência. Ele é considerado um codificador da Doutrina.



No Brasil, o Espiritismo também surgiu no século XIX, por meio de Bezerra de Menezes, médico, militar e jornalista cearense que conheceu a Doutrina por meio de um livro de Kardec.

Em 1889, Bezerra Menezes se tornou presidente da FEB – Federação Espírita Brasileira – chegando inclusive a traduzir um dos livros de Kardec para o português.

Outro brasileiro notável quando o assunto é a Doutrina Espírita é Francisco Cândido Xavier, mais conhecido como Chico Xavier. Considerado o maior líder espiritual do Brasil ele psicografou milhares de cartas e livros. Indicado ao prêmio Nobel da Paz, Chico Xavier sempre cedeu os direitos autorais dos seus livros para a caridade.

Os melhores livros espíritas para estudar a Doutrina

Agora que já conhecemos os principais autores e líderes do Espiritismo, conheça os melhores livros espíritas destes mestres e seus principais ensinamentos.

1. O Livro dos Espíritos, de Allan Kardec

O Livro dos Espíritos é uma leitura obrigatória para quem quer se aprofundar no Espiritismo.

Escrito em 1857, ele é o livro central da codificação da Doutrina. Ele foi redigido no formato de perguntas e respostas, baseado nas informações transmitidas pelos espíritos em sessões mediúnicas.

Abordando diferentes questões filosóficas, como a existência de Deus, quem somos, de onde viemos, entre outras, o livro se mantém atual até os dias de hoje e é uma grande referência para estudiosos do Espiritismo.

Trata-se de uma obra introdutória. Muitos dos assuntos tratados nele são revisitados de forma mais profunda em outros livros de Kardec, como A Gênese, O Livro dos Médiuns, O Céu e o Inferno e O Evangelho Segundo o Espiritismo, que veremos a seguir.

2. O Evangelho Segundo o Espiritismo, de Allan Kardec

Este livro, juntamente com os outros quatro citados acima, integram a codificação do Espiritismo.

De todos os livros de Kardec, é o que mais fala sobre questões religiosas e éticas do ser humano, abordando os evangelhos canônicos e analisando-os sob a ótica do Espiritismo.

Nele Kardec explica os ensinamentos morais e cristão de Jesus, convidando os leitores a praticar a prece e a caridade no dia-a-dia.

É o livro de cabeceira de muitas pessoas.

3. Nosso Lar, de Francisco Cândido Xavier

Um dos melhores livros espíritas dos últimos tempos, Nosso Lar, psicografado pelo médium brasileiro Chico Xavier e atribuído ao espírito André Luiz, conta de forma muito realista os primeiros anos do médico após a sua morte, na Colônia Espiritual Nosso Lar.

Junto com André Luiz, vamos desvendando a vida pós-morte nesta espécie de cidade onde os espíritos têm de trabalhar as suas fraquezas entre as reencarnações a fim de evoluir.

Este livro compõe uma coleção chamada A Vida no Mundo Espiritual. O sucesso do Nosso Lar foi tão grande que o livro inspirou um longa metragem homônimo gravado em 2010.

4. Bezerra de Menezes: o médico dos pobres, de Francisco Acquarone

Este livro é um retrato biográfico de um dos nomes mais importantes da Doutrina Espírita no Brasil: Bezerra Menezes.

Esta biografia retrata toda a luta e sofrimento de Menezes durante a sua missão de unir os espíritas brasileiros e de colocar em prática os ensinamentos de Allan Kardec.

O livro ainda remonta o momento histórico vivido pelo médium, o que torna esta obra essencial para quem quer entender e se aprofundar no movimento espírita no Brasil.

Bônus: romances espíritas e principais autores

Além dos livros mais doutrinários e voltados para o estudo dos ensinamentos do Espiritualismo, há também os chamados romances espíritas.

Como o próprio nome diz, são histórias narradas por espíritos e psicografadas por um médium. Na sua maioria, são histórias reais que retratam fatos verídicos e por isso, são carregados de emoção e lições importantes.

Muitos dos melhores livros espíritas são romances e o Brasil possui autores notáveis e conhecidos no mundo inteiro, como a Zíbia Gasparetto, Mônica de Castro e o já citado anteriormente Chico Xavier.

A médium Zíbia Gasparetto psicografou inúmeros romances – entre eles, O Matuto, Ninguém é de Ninguém e Quando a Vida Escolhe – e seus livros foram traduzidos para diversos idiomas. Ela faleceu em 2018, aos 92 anos, deixando um importante legado para os adeptos da Doutrina Espírita.

Além do romance Nosso Lar, Chico Xavier psicografou outras famosas obras, como o livro Paulo e Estevão.

Não podemos esquecer de citar a obra Violetas na Janela, um dos melhores livros espíritas quando o assunto é romance.

História contada pelo espírito Patrícia através das mãos da médium Vera Lúcia Marinzeck de Carvalho, Violetas na Janela explica a desencarnação, por meio da história de Patrícia que, após a sua morte, conhece o outro lado da vida. Ela é recebida na Colônia São Sebastião por espíritos benfeitores que lhe apresentam o plano espiritual.

A obra é uma verdadeira lição sobre como devemos lidar com a morte e com a perda de entes queridos, ensinando o que fazer para superar a dor da separação e confortar aqueles que partiram.

Considerações finais

Como toda doutrina ou religião, é necessário muito estudo para entender e se aprofundar no Espiritismo.

A seleção com os melhores livros espíritas deste artigo é uma boa porta de entrada para quem deseja conhecer melhor a Doutrina.

No entanto, se você deseja realmente se aprofundar no tema, é recomendado procurar um centro de estudos espíritas para ampliar o seu conhecimento. O site da FEB – Federação Espírita Brasileira – possui muitos conteúdos relevantes para quem quer aprofundar os estudos.

Videos do nosso Canal no Youtube

/* ]]> */