Remédios

Minociclina (antibiótico): indicações e cuidados

Já ouviu falar da minociclina? Se não, vamos dar apenas uma dica, e você vai saber tudo sobre ele: é o tema deste artigo por ser um dos antibióticos mais usados para tratar diversos problemas…

Quer saber mais? De onde vem o porquê de tamanha importância para nós? E qual a sua utilidade?

Por isso que, a partir de agora, vamos abordar para você, amiga leitora, esse que é um dos remédios mais efetivos de sua classe!

O que é a minociclina

A minociclina, como já dissemos, é um antibiótico extremamente eficaz contra as bactérias que prejudicam nosso corpo.

Para começo, o minociclina é utilizado no tratamento de uma série de diferentes infecções bacterianas, como:

  • Infecções cutâneas;
  • Acne severas;
  • Infecções do trato urinário;
  • Clamídia;
  • Infecções respiratórias;
  • Gonorreia;

Conhecido pelo nome técnico de cloridrato de minociclina, ele também é comumente chamado apenas por minociclina.

Antibiótico de uso oral, ele tem ação antibacteriana, agindo apenas para eliminar as bactérias do nosso corpo e amenizar sintomas de outras doenças, como sífilis e demais infecções.



Qual a sua utilidade

O antibiótico minociclina ajuda a eliminar e interromper sintomas de uma vasta série de doenças. Entre as diversas doenças ligadas a bactérias, destacamos a recomendação do medicamento o combate à:

  • Gonorreia;
  • Febre da carraça;
  • Infecções de pele;
  • Infecções urinárias;
  • Sífilis;
  • Clamídia;
  • Infecções respiratórias.

Mas, apesar de problemas sérios, poucos sabem que ele ainda é eficaz para combater muito mais do as enfermidades destacadas.

Isso por que o minociclina ainda é um grande aliado no tratamento dos casos mais severos de acne!

Qual a posologia correta

A forma como os pacientes que precisam ingerir o antibiótico é flexível. Isso significa que, para cada doença existe uma recomendação.

Importante ressaltar que esse, ou qualquer outro medicamento, jamais deve ser tomado no meio das alimentações ou com leite!

Pois, além de afetar a absorção pelo organismo, você deve seguir sempre o que está recomendado na bula.

Sem contar que, sem orientação médica correta, esse antibiótico pode trazer sérias irritações no esôfago e até mesmo dar início a processos de úlcera.

As indicações da minociclina

Para gonorreia

Nesses casos, é indicado a ingestão de 200 mg, duas vezes ao dia. Entretanto, após as primeiras 24 horas, a dose ingerida deve ser diminuída para apenas 100 mg.

E assim, continue o uso da minociclina até o término do tratamento. Serão mais 4 dias com doses duplas diárias.

Para sífilis

Nesses casos, a posologia do minociclina segue quase a mesma recomendação da gonorreia. O que muda é o período de tratamento, que deve ser, no mínimo, de dez dias.

Para a acne severa

Aqui, a dose para os pacientes que utilizam o antibiótico para casos de acne grave deve ser de apesar 100 mg ao dia.

Para infecções de uretra e reto

Lembre-se de que o tempo de tratamento com o minociclina nesses casos varia caso a caso e de acordo com a gravidade deles. Assim, a consulta a um médico e essencial para um resultado eficaz.

Em geral, o paciente precisa ingerir 100 mg em duas doses diárias, num prazo mínimo de sete dias.

Em qualquer dúvida, algumas de nossas informações jamais substituirão um diagnóstico especializado. Assim, evite a automedicação e não piore a situação!

Quanto custa

Claro que seu valor chega a depender do local de compra, região e até mesmo de dosagem para dosagem.

No caso de você quiser garantir alguma economia, indicamos a você realizar uma pesquisa de qualquer compra, principalmente em sites especializados.

A eficiência do antibiótico

Claro que o minociclina funciona, graças a uma fórmula eficiente e que traz uma série de benefícios.

Apenas lembramos que o importante é ter a recomendação profissional de sua ingestão! Caso contrário, o medicamento pode resultar em efeitos colaterais nocivos à sua saúde.

Assim, consumindo-o conforme sua doença, seus efeitos serão positivos em relação ao seu diagnóstico, garantindo o tratamento desejado.

Os efeitos colaterais

Como ressaltamos inúmeras vezes, embora o antibiótico minociclina seja de eficácia comprovada, certos tratamentos podem resultar em efeitos indesejados.

Fique atento a alguns deles e, caso persistam, consulte um especialista imediatamente! Anote alguns efeitos colaterais.

Efeitos colaterais comuns

  • Diarreia;
  • Cólicas;
  • Tonturas;
  • Queimação estomacal;
  • Dentes descoloridos.

Efeitos colaterais incomuns

  • Coceiras nos órgãos genitais e reto;
  • Mucosa descolorida;
  • Feridas na língua e boca.

Efeitos colaterais raros

  • Pele amarelada;
  • Alterações visuais;
  • Náuseas;
  • Vômitos;
  • Sensibilidade à luz solar;
  • Dores de cabeça;
  • Dores abdominais;
  • Perda de apetite.

Contraindicações da minociclina

Importante destacar que o antibiótico minociclina é mais que contraindicado para os casos em que as pacientes do sexo feminino estejam em processo de gravidez com o risco D.

Também anote que, nesses casos, correm riscos as pessoas que possuem hipersensibilidade ao produto e mulheres em período de amamentação.

Informações importantes

Como dissemos anteriormente, jamais faça uso da minociclina se você estiver gestante! Ele pode trazer prejuízos ao feto, causando até uma descoloração dental permanente mais tarde.

O antibiótico pode reduzir a efetividade de pílulas anticoncepcionais. Nesse caso, pergunte ao médico sobre outras opções contraceptivas disponíveis para seu caso, como diafragma, preservativos ou espermicida.

Em fase de amamentação, o minociclina pode passar para o leite materno, afetando o desenvolvimento dos dentes e ossos do bebê.

Em crianças menores de 8 anos de idade, o uso da minociclina deve ser proibido. Pois ela chega, em alguns casos, a causar um amarelecimento crônico e até mesmo enfraquecimento dentes nas crianças.

Sempre evite qualquer tipo de exposição aos raios solares, mesmo as câmaras de bronzeamento. Com o uso frequente do minociclina, a substância pode favorecer queimaduras com mais intensidade e facilidade.

Quando estiver ao ar livre, vista sempre muito bem e abuse de filtro solar.

No caso dos multivitamínicos, suplementos, antiácidos, proteicos e de cálcio e laxantes, procure não fazer uso do remédio em menos de 2 horas, tanto antes quanto depois. Eles podem baixar o nível de eficácia do antibiótico.

Evite errar na sequência da dosagem recomendada. Isso pode aumentar o risco de você contrair uma nova infecção.

E, para fechar, não procure economizar ingerindo a minociclina mesmo após a data de validade estar vencida!

Videos do nosso Canal no Youtube

Sobre o autor

Redação Tudo Ela

Site focado em publicar conteúdo atual e interessante sobre o universo feminino. Fazemos curadoria e pesquisamos dicas úteis para o dia-a-dia da mulher moderna. Saiba mais sobre nós.

/* ]]> */