Moda

Genderless: moda sem gênero

Genderless

Hoje apresentaremos um conceito de moda chamado genderless que, apesar de ter surgido já há alguns anos, vem sem tornando cada vez mais tendência e ganhando espaço nas grandes grifes e lojas convencionais de moda.

É provável que muitas pessoas já tenham experimentado desse conceito, mesmo que sutilmente, sem saber que estava entrando nessa nova onda. E também não deixa de ser menos provável que há quem se vista de acordo com a ideia central do termo sem ao menos saber que existia uma designação para o estilo que se identifica.

Algumas modas, tendências, não são criadas única e exclusivamente da cabeça de uma mente criativa e genial ou de uma saleta de executivos de marketing, algumas praticamente se impõem sozinhas, nascem do seio da sociedade e se alastram subterraneamente, mas estão lá, vivas, presentes, ocupando espaço, fazendo parte do coletivo.

Para ganhar o mundo necessita apenas de um olhar arguto, perspicaz, sensível para identificá-las em meio a multidão e trazê-las a luz.

Genderless poderia ser enquadrado nesta categoria de moda.

Mas o que é genderless? Que tipo de moda trata? Quais são os seus diferenciais? Como se vestir no estilo genderless?

Responderemos essas questões a seguir.



Genderless. Que bicho é esse?

Essa é a questão. Não dá para identificar que tipo de “bicho” é genderless. Pois a ideia é que não seja possível mesmo identificar, classificá-lo dentro de uma categoria, um gênero. Essa expressão inglesa significa “não possuir identidade de gênero”.

É o uso de roupas que podem ser usadas tanto por homens como por mulheres, independente da associação que a peça tenha no imaginário da maioria do público. A mistura de peças consideradas femininas e masculinas no mesmo look.

Genderless

Não seria o mesmo que unissex?

É normal que se faça essa confusão com esse termo que surgiu nos anos 1970 e marcou definitivamente o mundo da moda e o modo de se vestir na sociedade. Porque são ideias próximas, mas que apresentam diferença crucial.

O conceito de unissex é a confecção de peças neutras, que não podem ser associadas como peças femininas ou masculinas, não apresentam características típicas do vestuário masculino ou feminino, seja nas cores ou nos cortes.

Exemplos de roupas unissex são jaquetas jeans, moletons e calça de alfaiataria.

A moda genderless pretende ampliar esse guarda roupa considerado neutro, tornar unissex o que hoje não é considerado unissex, ser o unissex do futuro, mas no momento é percebido com traço distintivo do que hoje é visto como sem classificação de gênero.

Se o primeiro se vale de roupas neutras para compor o look, genderless se vale de peças que não são consideradas neutras para compor um figurino, explora o conceito de pôr por terra a diferenciação de masculino e feminino.

Primeiras peças genderless

As primeiras peças de roupas que surgiram trabalhando com essa ideia de moda genderless foram calça boyfriend, skinny e sapatos oxfords.

Foram peças consideradas ousadas e que fizeram barulho quando lançadas, por fazerem uma troca simples, mas subversiva: cortes mais curtos para os homens e cortes mais longos para as mulheres.

Ora, não é segredo para ninguém que a moda feminina adora explorar o formato, as curvas das mulheres e a masculina, regiões bem específicas, mas ser conservadora quanto a maior parte do corpo. Então imagine o quão provocativo pareceu essa troca aparentemente simples.

Como é o guarda roupa genderless?

Em um primeiro instante se assemelham bastante com a moda unissex, a paleta de cores utilizadas nas peças genderless são neutras. Mas é até uma escolha óbvia se pensar no conceito. Se a ideia é não haver distinção de gêneros, não faria sentido emprego de cores que facilmente associara um grupo ou outro.

O diferente, a mistura de feminino e masculino, surge nos acessórios, nos cortes, nas medidas.

O blazer aparece como uma das peças essenciais da moda genderless, com suas variações de golas, bolsos, comprimentos, punhos e lapelas.

Junto com calça ou bermuda a peça ganha ares unissex.

Um jeito simples de confundir conceitos, gêneros, é colocar a camisa por dentro da calça e fechar os botões até o colarinho.

Combinação de jeans boyfriend com sapatos oxford é um conjunto clássico do estilo.

Terninhos sobre camisa abotoada ou uma camisa branca também causam impressão de look sem gênero definido.

Genderless

A moda está ganhando as ruas?

Por enquanto, o estilo permanece em alta, forte nas passarelas dos grandes desfiles, marcas como Gap, The North, Givenchy, Prada, Zara, H&M, Selfridges, Calvin Klein, Chanel e tantas outras.

Mas genderless ganhar as ruas, isso é outra história.

A divisão por gênero é muito forte nas sociedades contemporâneas e a resistência, o preconceito contra determinadas ideias ainda são muito grandes.

É bem possível que a moda começou ganhar aderência significativa em dado momento, em anos recentes, mas a ascensão de pautas conservadoras juntos a governos autoritários certamente favorece clima repressivo que desestimula a adesão de tal moda, pois seus possíveis adeptos podem se tornar alvos da selvageria mais truculenta sem resultar em grandes consequências aos agressores.

E isso apesar da moda genderless não ter essência homossexual. É apenas um termo para designar um vestuário que pode ser usado por ambos os sexos.

É mais comum do que se pensa homens e mulheres que se sentem bem usando acessórios, peças consideradas do gênero contrário, mesmo não tendo questionamento quanto a sua sexualidade, mas como não quer ser taxado por algo que não transmite o seu modo de ser, acaba abdicando da vontade de usar.

A moda genderless quer demonstrar que esse tipo de atitude não faz sentido e que essa situação não deveria ocorrer.

Mas seja por crenças enraizadas ou por momento histórico desfavorável, o fato é que o estilo genderless se mantém mais presente nas passarelas e nas revistas e portais especializados do que no cotidiano das cidades.

Quando começará a ter grande adesão perante o público e se é que um dia vai ter, isso permanece uma incógnita.

Gostou deste conteúdo sobre moda genderless?

Então curta, compartilhe, avalie.

Seu apoio e sua opinião são muito importantes para nós.

Leia mais de nosso conteúdo sobre moda.

Videos do nosso Canal no Youtube

Sobre o autor

Redação Tudo Ela

Site focado em publicar conteúdo atual e interessante sobre o universo feminino. Fazemos curadoria e pesquisamos dicas úteis para o dia-a-dia da mulher moderna. Saiba mais sobre nós.

/* ]]> */