Casa Decoração

Modelos de Sofá: como acertar na escolha

Sofá é tudo igual; serve para sentar e ver tevê. Pronto, simples assim… Será mesmo? Hoje você vai entender melhor como escolher entre os váááááriosssss modelos de sofá disponíveis no mercado.

Para começar, dicas básicas e perguntas a fazer antes de ir às compras:

1. De que espaço disponho? Ou seja, que tamanho deverá ter o móvel? Tire as medidas do ambiente e, se possível, rabisque no papel um esboço bem simples, incluindo janelas e portas, para levar à loja.

love-seat-1090458_960_720

Ah! Deixe uma margem de pelo menos 70 cm nas laterais do sofá, ok? Isso impedirá a sensação de aperto, além de permitir colocar uma mesa lateral ou luminária de pé.

2. Meça também a altura e a largura da porta (ou janelas), para não ter a desagradável surpresa de ver que o modelo de sofá que tanto sonhou não tem como entrar em casa.

artisan-895670_960_720

E mais: é apartamento? Tem elevador de serviço grande? Dá para içar o móvel pela varanda ou janelas? Quais as regras do condomínio?

3. Resista à tentação de comprar um modelo de sofá incrível, mas com uma cor muito chamativa, que poderá cansar com o tempo. Trocar custa caro e dá trabalho. Cores como bege, marrom e branco são as mais recomendadas, pois combinam com qualquer decoração.

1270112518313_hz_fileserver3_1062249

Deixe o tom alaranjado, pink ou o que for vibrante para peças de decoração, almofadas, mantas ou, no máximo, uma poltrona pequena no cantinho de leitura.

4. Na hora de escolher o revestimento do sofá novo, tenha em mente que fibras naturais (linho, por exemplo) são mais confortáveis. Mas é o couro a melhor opção para casas com bichos de estimação ou crianças. O material é mais resistente e fácil de limpar – basta um pano úmido.

leather-sofa-186636_960_720

Existem ainda os tecidos impermeabilizados, capazes de resistir aos líquidos e sujeiras.

5. O sofá é para a sala de tevê ou somente para receber visitas? A pergunta é necessária porque os modelos de sofás muito profundos acabam sendo desconfortáveis, com os convidados tentando encostar neles sem tirar os pés do chão.

astor

Por isso, para ambientes mais formais, de sala de estar, dê preferência aos sofás de assento curto.

Já uma sala para duas funções, tevê e estar, combina bem com aqueles modelos de sofás expansíveis.
Aí você pode “esticar” o assento na hora da sessão de cinema caseira e retornar o móvel ao tamanho normal depois que o filme acabar. Mais prático impossível!

Para garantir o conforto, cada assento deve ter no mínimo 80 cm de largura. Dependendo da medida do móvel, é melhor ter dois lugares largos que dois apertados. A dica vale para quem está pensando em mandar fazer um sofá sob medida.
Modelos de sofá existem inúmeros, e os modulares são ideais para projetos mais personalizados. Eles podem ser alterados de acordo como o gosto e a necessidade do cliente. Por exemplo: com pufe ou sem; com chaise ou não, entre outras possibilidades.
Ah! Antes de levar o sofá para casa, faça testes, quantos forem necessários; experimente o móvel antes de comprar.
Se tiver mecanismo de expansão, peça para ver como funciona. E não fique constrangido ou envergonhado de colocar os pés para cima e se recostar na chaise. Tire os sapatos e teste tudo. A hora é essa! E os mostruários estão ali para isso.
Uma regra geral diz que o conforto é importante, mas os modelos de sofás mais recomendados são os firmes. Se molas e espumas, mesmo de boa qualidade, amaciam com o uso, imagine quando a pessoa já afunda facilmente antes de adquirir o produto…
Viu como sofá não é tudo igual?
Boa sorte na compra! E até breve…

Veja também:

Sobre o autor

Fatima