Beleza Cabelos

No Poo, Low Poo e Co-Wash: conheça técnicas para lavar os cabelos

Lavar os cabelos é um momento único para qualquer mulher, não é mesmo? Para muitas de nós, a lavagem das madeixas funciona quase que como uma terapia em que a limpeza traz todo o equilíbrio para o corpo e a mente.

A água caindo sobre os cabelos e a espuma do shampoo combinados entre si purificam e, ao mesmo tempo, nutrem e limpam os fios como nunca. É mesmo uma sensação ímpar! Por este motivo, muitas até consideram que não existe lavagem de cabelos sem um produto bem espumante, o chamado “bom” shampoo.

Ainda, outras até mesmo desconsideram a possibilidade lavar as madeixas sem ele. Mas, será que o shampoo é realmente necessário para deixar os cabelos saudáveis e limpos? E o condicionador? Será possível realizar o processo de limpeza dos fios sem eles? Existe sim e pode fazer muito bem à saúde capilar.

Com o intuito de deixar os cuidados com as madeixas cada vez mais naturais, surgiram algumas técnicas para lavar os cabelos sem agredi-los: o No Poo, Low Poo e Co-Wash. Cada uma delas sugere uma maneira diferente de fazer a limpeza dos fios, seja sem shampoo, pouco shampoo ou somente com o condicionador.

Apesar de serem mais indicadas para cabelos cacheados, as técnicas já viraram febre entre as mulheres e prometem resultados incríveis. Há quem diga que as madeixas ficam mais saudáveis e, é claro, muito mais bonitas!

Quer saber mais sobre o assunto? Leia o artigo até o final e conheça tudo sobre o No Poo, Low Poo e Co-Wash.

No Poo e Low Poo: o que são?

no-poo-e-low-poo

O No Poo e Low Poo são duas técnicas de lavar os cabelos as quais sugerem que os cabelos sejam lavados com pouco ou nenhum shampoo, já que estes contêm substâncias agressivas aos fios e ao couro cabeludo, como os sulfatos e os petrolatos. Ambas foram criadas pela cabeleireira inglesa Lorraine Massey, em parceria com o colega de profissão brasileiro Denis da Silva, e divulgadas em seu livro Curly Girl.

Os métodos foram desenvolvidos para melhorar a saúde dos cabelos, que são agredidos diariamente por essas substâncias presentes na maioria dos shampoos convencionais. Elas são responsáveis por criar a espuma que sai durante a lavagem, o que para muitas é sinônimo de um bom shampoo, como falamos acima.

As duas técnicas foram criadas pensando em cabelos cacheados e crespos, que são os que mais sofrem com os efeitos shampoos. Isso porque os fios cacheados e crespos, devido ao seu formato anelado, dificultam a chegada da oleosidade normal da raiz até as pontas, o que os torna mais ressecados e provoca o chamado frizz.

Ainda, por uma questão genética, o couro cabeludo produz menos óleo. O fato é que estes dois problemas são agravados com o uso de shampoos com fórmula agressiva.

Além de substâncias cancerígenas, os sulfatos e petrolatos presentes nestes produtos podem agravar ainda mais a oleosidade, no caso de quem tem cabelos oleosos (efeito rebote), já que elas limpam tanto o couro cabeludo que este entende que está “faltando” oleosidade para nutrir os fios.

No caso de quem tem cabelos secos, como cacheados e crespos, as substâncias afastam ainda mais a oleosidade normal dos fios, o que provoca um aspecto mais ressecado às madeixas.

Portanto, o No Poo e Low Poo sugerem que a lavagem dos cabelos, seja de qualquer tipo, seja feita com sulfatos leves ou bálsamos suaves limpantes em substituição aos shampoos. No decorrer desse artigo, você vai saber como é feita a lavagem dos fios utilizando as duas técnicas.

lavando-os-cabelos

Como fazer Low Poo?

Na técnica Low Poo, os cabelos devem ser lavados com pouco shampoo ou shampoos com sulfatos leves, que não fazem tanta espuma e são menos agressivos aos fios. Os produtos utilizados devem afetar a boa oleosidade dos cabelos, pois é ela quem nutre o couro cabeludo.

Os shampoos para lavar o cabelo usando a técnica possuem surfactantes mais suaves, como o Cocamidopropyl Betaine, que é derivado do côco e faz uma espuminha bem suave, além de silicones solúveis em água.

mulher-lavando-o-cabelo-no-chuveiro

Como fazer No Poo?

Na técnica No Poo, a lavagem dos cabelos é feita de forma mais radical, sem shampoo. São utilizados produtos como bálsamos limpantes, que são condicionadores com agente de limpeza suave no lugar do shampoo tradicional. As adeptas mais fervorosas usam bicarbonato de sódio diluído em água e vinagre.

Automaticamente, quem usa a técnica No Poo para lavar os cabelos também já é adepto a uma técnica chamada “Co-Wash”, que você vai conhecer a seguir.

shampoo-mao-mulher

Co-Wash

Quando se fala em No Poo e Low Poo, não tem como não lembrar do termo Co-Wash. Trata-se de uma técnica de lavagem dos cabelos em que se utiliza apenas condicionador, assim como já diz o nome em tradução livre para o português.

A técnica é bastante usada para quem quer cuidar dos cabelos de forma mais natural, livre sulfatos agressivos e petrolatos. Por isso, os condicionadores utilizados para lavar os cabelos devem ser isentos dessas substâncias, como silicones e parafina líquida.

Basta lavar os cabelos em água morna, passando o condicionador da raiz até o comprimento dos fios. Caso você goste de uma sensação de limpeza e frescor, adicione óleos essenciais no condicionador para fazer a lavagem. Os mais indicados são de laranja copaíba, lavanda, cedro, limão ou tea tree. É colocar três gotinhas na mão, misturando com o condicionador antes de passar nos cabelos.

Para fazer o Co-Wash, é indicado lavar o cabelo com shampoo anti-resíduos ou fazendo o detox capilar a cada 15 dias.

Então, o cabelo fica sujo?

Não. Ao escolher os produtos para lavar os cabelos – que incluem não só os shampoos, mas máscaras, leave-in, condicionadores, entre outros – a dica é escolher produtos que não contenham em sua composição apenas três substâncias proibidas no No Poo, Low Poo e Co-Wash. São elas o Petrolatum/Petrolato, Mineral Oil/Óleo Mineral e a Paraffinum Liquidum/Parafina Líquida.

Isso porque esses ingredientes só saem do cabelo com sulfato, que agride muito os cabelos. No mais, você pode comprar os produtos normalmente, pois os demais elementos presentes na fabricação não fazem mal às madeixas.

Existe uma lista completa dos tipos de sulfatos proibidos para uso nas técnicas No Poo e Low Poo, que você pode acessar clicando aqui.

Além disso, se não quiser comprar shampoos sem sulfato, você pode usar receitas caseiras para lavar os cabelos.

Receitas caseiras para fazer No Poo, Low Poo e Co-Wash

receitas-caseiras-co-wash-no-poo-low-poo

Existem alguns produtos naturais que podem lavar o seu cabelo de forma profunda, assim como um shampoo comum. A diferença é que você terá cabelos mais saudáveis e limpos sem agredi-los com substâncias químicas.

No livro Curly Girl”, a cabeleireira Lorraine Massey cita exemplos de receitas caseiras indicadas para as adeptas do No Poo ou Low Poo. Confira duas delas:

Limpeza com limão

Para lavar as madeixas com o limão, basta misturar o suco da fruta com um condicionador sem silicones insolúveis – como explicamos acima. Segundo Massey, a mistura limpa os cabelos ainda melhor que o shampoo, além de funcionar como um tônico natural.

Esfoliação com açúcar mascavo

Basta uma colher (sopa) de açúcar mascavo misturada à três colheres (sopa) de condicionador sem silicones insolúveis para limpar o bulbo capilar de forma profunda, além de esfoliá-lo completamente.

Vale ressaltar que existe vários produtos naturais que você pode usar para lavar as madeixas em casa sem preocupar com as agressões dos sulfatos ou petrolatos. Há casos em que algumas adeptas às técnicas Low Poo, No Poo e Co-Wash optam por fazer a limpeza dos fios com bicarbonato de sódio e vinagre de maçã.

O bicarbonato de sódio teria, neste caso, o papel de limpar os cabelos, substituindo o shampoo. Já o vinagre de maçã substituiria o condicionador, suavizando e dando maciez às madeixas.

No Poo e Low Poo fazem bem ao meio ambiente

As técnicas para lavar os cabelos não trazem benefícios apenas aos nossos cabelos. Há pesquisas que mostram que, se adotadas por um número relevante de pessoas, elas poderiam trazer uma grande economia de água para o planeta, além de evitar a degradação do solo e contaminação da água.

Como assim? É isso mesmo que você leu! Segundo dados da Organização das Nações Unidas (ONU), um banho de 15 minutos consome 135 litros de água. Já em um banho de 5 minutos, são gastos 40 litros do líquido.

Usando o No Poo ou o Low Poo, os cabelos são limpos de forma adequada e, portanto, a limpeza dura mais tempo e se reduz o número e tempo de lavagens das madeixas.

Além disso, mais uma das vantagens das técnicas para o meio ambiente são a ausência dos petrolatos. As substâncias presentes nos shampoos tradicionais podem impregnar nos solos, prejudicar organismos aquáticos e a água, já que a torna contaminada e, consequentemente, imprópria para consumo humano.

Já o lauril sulfato de sódio pode provocar efeitos tóxicos sobre organismos vivos. Por isso, ao começar a lavar os cabelos com as técnicas No Poo e Low Poo, você estará fazendo bem não só aos seus fios, mas também ao meio ambiente. Não é legal?!

Quais produtos eu posso usar?

shampoo-sem-sulfato

Nos parágrafos acima, você aprendeu quais as substâncias que devem ser evitadas nas técnicas de lavagem capilar.

Além das receitas caseiras indicadas nesse artigo, os produtos comprados devem conter em sua composição EDTA (EDTA dissódico), Cocamidopropyl Betaine (Cocamidopropil Betaína), Citric Acid (ácido cítrico) ou extratos de plantas e Dodecyl Polyglucoside (Dodecilpoliglicosídeo).

No caso dos condicionadores, é recomendado evitar o uso daqueles que contenham silicones insolúveis. Vale lembrar que algumas substâncias são obrigatórias nos shampoos e condicionadores, pois têm o papel fundamental de nutrir e hidratar os cabelos.

Antes de comprar os produtos para começar o No Poo ou Low Poo, veja se eles contêm em sua fórmula os seguintes ingredientes:

  • Proteínas: Wheat (Trigo) e Soy (Soja), Protein.
  • Umectantes: Panthenol (D-Pantenol ou Pró-vitamina B5), Glycerin (Glicerina) e Sorbitol (Sorbitol).
  • Emolientes: Shea Butter (manteiga de karité), óleos vegetais, olive oil (óleo de oliva) e óleos de castanhas.
  • Hidratantes: Aloe vera (Aloe vera ou Babosa), Aminoacids.

Veja mais dicas e inspirações abaixo:

Último Vídeo do Nosso Canal


Comentar

LISTA VIP!
Nossas Dicas no seu Email
Seja a primeira a saber das nossas últimas dicas. Coloque seu email abaixo e receba nossos posts:
Cadastrar!
Apenas 1 email por semana. Conteúdo Exclusivo!
close-link
/* ]]> */