Remédios Saúde

Nootrópicos prometem melhorar a memória e a concentração

Nootrópicos

Conhecidos como “drogas inteligentes”, os nootrópicos prometem aumentar a concentração e a agilidade mental. Mas, como funcionam? Nesta matéria iremos esclarecer tudo sobre os estimulantes cognitivos. Acompanhe!

Como surgiu o primeiro nootrópico?

Na década de 60, o neurofarmacologista romeno Corneliu Giurgea, do laboratório Union Chimique Belge, trabalhava na síntese de diversos compostos químicos em busca de uma droga específica para induzir o sono. Porém, ele acabou descobrindo um tipo de molécula que permitiu criar o primeiro nootrópico da história: o Piracetam.

O piracetam, ao contrário de diminuir a agitação mental e induzir o sono, proporcionava o efeito justamente contrário: deixava a mente em estado de alerta e aumentava as funções cognitivas, como a memória e a concentração, em razão da modulação química de neurotransmissores como a acetilcolina e o glutamato, sem, no entanto, surtir efeitos colaterais adversos.

Rapidamente a descoberta do piracetam passou a ser comercializada e abriu às portas para outros fármacos como o Aniracetam, Oxiracetam, Pramiracetam e o Fenylpiracetam.

O que são os nootrópicos?

Os nootrópicos são compostos naturais ou sintéticos que prometem aumentar o poder cognitivo sem causar grandes eleitos colaterais, como intoxicação e vício. Porém, não é bem assim. Os nootrópicos não podem ser considerados suplementos, tampouco ingeridos indiscriminadamente. A posologia deve ser adequada e o composto específico para cada perfil.

Nootrópicos

Qual a principal função dos nootrópicos?

A concorrência e a pressão profissional estão cada vez mais acirradas e todos querem dar mais de si para se destacar e não perder espaço no mercado. E para conseguir atingir esse objetivo é essencial ser mais criativo, concentrado, com raciocínio rápido que permita tomar decisões prontamente e, obviamente, ser mais produtivo.

Uma alternativa bem menos agressiva, sem recorrer a substâncias perigosas para atingir esses objetivos, é através dos nootrópicos por sua maior função ser aumentar o desempenho mental e agir como potencialiazadores cognitivos.

Cada vez mais os nootrópicos estão sendo consumidos por pessoas que desempenham profissões onde a concentração e o raciocínio rápido são muito exigidos como, por exemplo, pilotos de aeronaves. Estudantes, programadores de informática, profissionais na área de propaganda e marketing também utilizam as “drogas inteligentes” para focar a atenção e expandir a mente.

Nootrópicos e o Vale do Silício

Os nootrópicos vêm se popularizando a cada ano que passa e cada vez mais consumidos principalmente por profissionais que trabalham no chamado Silicon Valley, grande polo industrial focado mais em empresas de tecnologia da computação e informática, localizada na região da Califórnia, nos EUA.

Considerada a capital mundial da tecnologia e pesquisas científicas, O Vale do Silício necessita de profissionais cada vez mais “antenados” e “plugados”. A competividade do mercado exige isso a todo instante e, para isso, os potencializadores cognitivos são amplamente utilizados.

A título de curiosidade, o Vale do Silício recebeu esse nome por ter a geografia do local em formato de vale e uma homenagem ao elemento químico Silício, por ser matéria-prima básica e fundamental na produção de componentes eletrônicos como chips e circuitos.

A importância dos nootrópicos no Vale do Silício? Não sei responder. Mas foi por lá que foram criadas algumas das maiores empresas do mundo como a Microsoft, Aplle, Google, Facebook, Adobe, Oracle, Eletronic Arts, Yahoo!, Intel, Nvidia, AMD e HO.

Como agem os nootrópicos no organismo?

A grande maioria dos nootrópicos possuem propriedades vasodilatadoras, isto é, eles diminuem a resistência vascular periférica por meio do relaxamento da musculatura lisa. Assim, há uma melhora considerável no fluxo sanguíneo por todo o organismo e, efetivamente no cérebro, proporciona mais oxigenação, bem como viabiliza um melhor transporte de nutrientes e glicose essenciais para que o cérebro possa manter longos períodos de concentração.

Nootrópicos

Quais os efeitos colaterais dos nootrópicos?

Podemos dizer que seus efeitos colaterais são quase inexistentes. A sua principal função é a melhoria dos processos cognitivos e isso eles conseguem, na maioria das vezes, proporcionar. O maior problema está principalmente em como os nootrópicos são adquiridos, que geralmente são feitos através da internet, sem saberem ao certo a sua procedência, a sua composição e a posologia a ser administrada.

Portanto, para usufruir dos benefícios proporcionados pelos nootrópicos é necessário que eles sejam consumidos mediante orientação médica que indicará qual a melhor composição para cada caso especificamente.

Tipos de nootrópicos

Como já dissemos a indústria farmacêutica cada vez mais lança no mercado novos nootrópicos com as mais variadas finalidades. Conheça alguns deles.

  • Para combater a ansiedade;
  • Melhorar o estado de ânimo;
  • Melhorar a concentração;
  • Nootrópicos com foco anti-idade e longevidade;
  • Para recuperação, descanso e melhoria do sono;
  • Para melhorar a memória.

Principais nootrópicos brasileiros

Apesar de a comunidade científica ser cética quanto à eficácia das “drogas inteligentes”, elas estão no mercado e são cada vez mais usadas por pessoas que trabalham em ambientes competitivos. Conheça os 3 nootrópicos mais usados pelos brasileiros.

Intelimax IQ

Entre todos os outros nootrópicos testados por especialistas, o Intelimax IQ foi que mais se destacou pela capacidade de aumento da concentração, proporcionado por uma melhora significativa do fluxo sanguíneo cerebral. Dessa maneira, o nootrópico promove um raciocínio mais rápido e objetivo, bem como aumenta a capacidade de aprendizagem.

O Intelimax IQ é o que apresentou menos efeitos colaterais, como dores de cabeça leves e desconfortos intestinais, que geralmente outros nootrópicos causam. De acordo com especialistas, essa vantagem apresentada pelo composto é em virtude de uma nova formulação que resultou em sua melhoria, fazendo com que seja bastante inovador no mercado. O nootrópico Intelimax IQ não necessita de prescriçao médica para ser adquirido.

Opti Memory

Considerado o melhor composto do mercado, o Opti Memory é amplamente usado por profissionais que atuam no Vale do Silício por promover a retenção de grandes quantidades de conteúdo e com efeitos duradouros, que os especialistas passaram a chamar de memória 120%.

O nootrópico Opti Memory também proporciona excelentes resultados na clareza e maior número de ideias, bem como respostas rápidas as mais variadas situações e desempenho intelectual. O composto não apresentou efeitos colaterais em sua fase de testes, tampouco quando distribuído em larga escala e, não necessidade de prescrição médica para ser adquirido.

Ritalina

A Ritalina é um fármaco amplamente utilizado para tratar o Transtorno de Deficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH) em crianças e por pessoas que prestam concursos e vestibular. Entretanto, o nootrópico Ritalina (cloridrato de metilfenidato) necessita de prescrição médica por causar vários efeitos colaterais e também criar dependência.

O nootrópico Ritalina auxilia na melhoria da atenção e concentração, além de diminuir o comportamento impulsivo.

Vale ressaltar que os nootrópicos acima mencionados são meramente informativos e que o médico deverá ser consultado para maiores esclarecimentos.

Se você não fizer isso seu cabelo vai quebrar...


/* ]]> */