Beleza Cabelos Pele

Óleo de Rosa Mosqueta

Os óleos naturais estão super em alta nos últimos tempos, e isso tem acontecido principalmente pelo fato de que eles têm revelado trazer inúmeros benefícios a pele, ao cabelo e a saúde em geral. As indústrias farmacêutica e estética tem dado grande atenção a esses óleos e muitos produtos tem surgido a partir de sua composição. Em casa, o uso do óleo de mosqueta também é possível, e aqui você conhece mais sobre ele.

O óleo de rosa mosqueta, apesar de ser recente, já caiu na boca e nas graças do povo gerando uma grande procura por ele. Isso se deve ao fato de que nos anos 80 foram realizados estudos que comprovaram a eficácia deste produto natural na regeneração da pele, tornando-se um alvo valioso para a Indústria dos cosméticos. Não é difícil entender seu sucesso quando pensamos em um produto completamente natural e com ação real e eficaz em tratamentos estéticos.

Antes de conhecermos melhor o óleo de rosa mosqueta, precisamos entender o que é a rosa mosqueta. Trata-se de um arbusto, da família das rosáceas, geralmente encontrada em regiões de clima frio. Possui flores brancas e rosadas, seu fruto aparece na queda das folhas revelando um fruto de cor avermelhada com o interior repleto de sementes, as quais darão origem ao óleo de rosa mosqueta. Além disso, sua casca também pode ser utilizada para fazer chás, devido sua propriedade imunológica.

Além da rosa mosqueta, a Rosa canina também pode dar origem ao óleo de rosa mosqueta.

O que é o óleo de rosa mosqueta

rosa-mosqueta-na-medicina-alternativa3

O óleo é obtido através da prensagem a frio das sementes, na qual estas são prensadas sob baixas temperaturas a fim de manter as principais características do fruto para dar origem a um fruto rico e cheio de benefícios.

O óleo de rosa mosqueta é originário de terras mais frias, muito conhecido na Europa há séculos. Entretanto, foi na Região andina do Chile que os arbustos de rosa mosqueta se destacam. Há muitos anos o povo dessa região já utiliza o óleo para os cabelos e tratamentos de pele. Após a descoberta pela indústria de cosméticos, o óleo vem sendo utilizado na fabricação de produtos como cremes e sprays.

Feito esse breve apanhado acerca do óleo de rosa mosqueta, podemos entender melhor seus benefícios que tanto têm atraído atenções.

Composição:

A maior parte do óleo de rosa mosqueta é composta por ácidos graxos, o ômega 3 (ácido oleico) e o ômega 6 (ácido linoleico), os quais dão um poder de hidratação para pele, uma vez que, basicamente, formam uma barreira impermeável à água, evitando a desidratação e, consequentemente, repara a pele.

A outra parte do óleo é composta por vitamina E, um poderoso antioxidante com propriedade anti-inflamatória e hidratante; e pelo betacaroteno e licopeno, também oxidantes voltados para a prevenção do envelhecimento da pele.

Os Benefícios do óleo de rosa mosqueta

droga-retardar-envelhecimento

  • Retarda o envelhecimento precoce: A presença de agentes antioxidantes no óleo de rosa mosqueta contribui para uma proteção contra os raios ultravioletas, evitando parte do envelhecimento da pele.
  • Ajuda no combate a rugas superficiais.
  • Poder de cicatrização: Esse com certeza é um dos benefícios mais atraentes do óleo de rosa mosqueta. Em um estudo realizado com 10 mulheres que tinham cicatrizes cirúrgicas em decorrência da mastectomia (Cirurgia de retirada das mamas), na faixa de idade entre 45 e 68 anos, que usaram o óleo de rosa mosqueta no local da cirurgia logo após a retirada dos pontos, por duas vezes diárias ao longo de três meses obteve um resultado bastante positivo. Após esse período, as cicatrizes ficaram nitidamente mais suaves, com coloração mais clara e a elasticidade da pele aumentou bastante.

Esse fator de cicatrização se explica pela presença de ácidos graxos no óleo que contribuem para uma hidratação profunda. Soma-se a isso a presença da provitamina A, a qual é responsável por suavizar a pele cicatrizada, melhorando a textura e a coloração da cicatriz, como visto no experimento feito.

  • Ajuda em doenças da pele: O óleo ajuda a reduzir e aliviar certas doenças de pele a exemplo da psoríase.
  • Adequado para todos os tipos de pele: Por se tratar de um óleo com alto poder de absorção, quando aplicado não a deixa com aspecto gorduroso. E, ainda, ajuda em casos de pele oleosa, pois reduz a quantidade de sebo produzido.

Como possui em sua composição vitamina E, e ômega 3 e 6, torna-se um excelente hidratante para peles secas.

  • Favorece a saúde capilar: A ação do óleo ajuda a restaurar a saúde capilar, devolvendo o brilho para os fios. Além disso, ajuda a reduzir a caspas.
  • Ajuda a combater unhas quebradiças: O uso do óleo de rosa mosqueta ajuda a nutrir e a fortalecer as unhas, sendo indicado para quem tem problemas com unhas quebradiças.
  • Age contra manchas, suavizando-as. Temos como exemplo marcas de catapora e picadas de insetos.
  • Ajuda na exposição excessiva ao Sol: O óleo de rosa mosqueta proporciona uma sensação de alivio quando aplicado em peles queimadas de Sol, dando uma sensação calmante.
  • E por fim, um de seus benefícios que mais chama atenção: Atua contra o surgimento de estrias, principalmente em caso de estrias geradas ao longo da gravidez. Através de um estudo comprovou-se a eficácia do óleo na redução de até 43% do aparecimento das tão temidas estrias.

Como usar o óleo de Rosa Mosqueta

oleo-de-rosa-mosqueta-1

Para quem quer explorar o poderoso fator de hidratação do óleo de rosa mosqueta pode utiliza-lo simplesmente aplicando diretamente sobre a pele, nas partes rachadas, e em regiões que estejam mais ressecadas.

Já quem pretende combater diversos tipos de manchas é recomendado que pingue o óleo em um pedaço de algodão e faça a aplicação sobre as manchas que deseja combater.

Quem quer utilizar os benefícios do óleo para tratar o cabelo deve massagear o couro cabeludo durante meia hora e por algumas vezes no dia. Será suficiente para obter bons resultados.

A partir do exposto, percebemos as razões pelas quais o óleo de rosa mosqueta se tornou uma grande descoberta. Sem dúvidas é um produto regenerador e cicatrizante poderosíssimo e, sobretudo, natural, sem efeitos colaterais, fato que contrasta com a realidade de outros óleos.

Veja também:

Sobre o autor

Pedro Henrique Ferreira Mendes