Beleza Cabelos

Óleo mineral faz mal para o cabelo? Entenda o seu uso

Ele é um dos produtos mais polêmicos do universo de beleza! O óleo mineral, também conhecido como parafina líquida ou vaselina, é um subproduto derivado do petróleo, incolor e sem cheiro, amplamente utilizado na fabricação de produtos específicos para os mais diversos fins, seja de limpeza, de saúde, jardinagem, transporte (gasolina) e, também, de beleza, principalmente no que diz respeito à pele e cabelos.

Neste último caso, os benefícios incluem melhora de problemas de pele e, ainda, devido às suas propriedades emolientes e lubrificantes, combate o ressecamento da fibra capilar e couro cabeludo, o que confere mais maciez e brilho aos fios. Então, por que será que dizem que o óleo mineral pode fazer mal ao cabelo? É verdade mesmo que, em vez de mocinho da história, ele é, na realidade, um vilão?

O fato é que o ingrediente passou a ser motivo de polêmica depois que surgiram boatos de que ele poderia causar câncer e envelhecimento precoce da pele, o que inclui também, é claro, o couro cabeludo, já que o composto seria apenas um meio de para baratear o custo de produção industrial dos produtos e cosméticos.

No entanto, vale ressaltar que, apesar de essas informações parecerem sustentáveis, pelo fato de o ingrediente ser derivado do petróleo, não há qualquer comprovação dos riscos mencionados pela ciência. Então, antes de qualquer receio de usar o óleo mineral no seu cabelo, vale a pena ler esse artigo! Continue de olho nos próximos parágrafos que eu te conto como você pode aproveitar melhor esse ingrediente para driblar o ressecamento dos seus fios…

Veja também:

Benefícios

Apesar da polêmica em torno do seu uso e aplicação, o óleo mineral pode ser utilizado no cabelo para as mais diversas finalidades, que incluem:

Mantém a hidratação dos fios

Devido às suas propriedades emolientes e lubrificantes, muita gente acha que o óleo mineral tem o poder de “hidratar” as nossas madeixas. No entanto, a hidratação aqui se trata de uma “maquiagem” capaz de disfarçar o ressecamento, além das pontas duplas e frizz causados por ele, nos nossos fios.

Ou seja, o óleo mineral não serve para um tratamento hidratante para as madeixas, uma vez que ele não conseguirá penetrar na fibra capilar e devolver a sua umidade e nutrientes. Para isso, o ideal é continuar usando as suas máscaras de tratamento ou receitas caseiras normalmente.

Lembre-se que o óleo mineral somente servirá para formar uma película protetora em volta dos fios, mantendo a umidade e nutrientes fornecidos pelos tratamentos capilares que você fez anteriormente.

Recupera a saúde do couro cabeludo

Além disso, o óleo mineral também é útil para combater problemas comuns no couro cabeludo, como é o caso da caspa, ou quaisquer outros que costumam causar a descamação da pele nessa região.

Como usar óleo mineral no cabelo?

Para manter a hidratação capilar com o óleo mineral, basta aplicar algumas gotinhas do produto no cabelo ainda úmido depois de lavá-lo. A ideia é utilizá-lo como um creme para pentear, enluvando os fios. Você pode repetir esse procedimento uma ou duas vezes na semana.

Já para melhorar problemas no couro cabeludo, o ideal é aplicar o óleo mineral na região durante a noite e colocar uma touca de plástica. Deixe-o agir por, pelo menos, 20 minutos. O tratamento ajudará a soltar os folículos secos no couro cabeludo e acabar com a inflamação geral.

Como cuidar do cabelo após usar o produto?

Apesar de fazer muito bem ao cabelo e raiz, aplicar o óleo mineral todos os dias pode deixá-los com aspecto oleoso e sujo. Isso porque, como o nosso couro cabeludo não reconhece esse tipo de óleo, não o absorve. Logo, com o passar do tempo, ele pode entupir os folículos pilosos da raiz, impedindo que novos fios cresçam.

Além disso, esse acúmulo do produto nos fios e couro cabeludo também pode acarretar a dificuldade dos nutrientes dos demais produtos capilares que você usará em penetrarem na fibra capilar, deixando as madeixas ressecadas e sem vida.

Por isso, a dica para evitar esses problemas e, ainda, o excesso de oleosidade, é apostar na lavagem do cabelo com um shampoo antirresíduos, pelo menos, a cada 15 dias, para fazer uma limpeza profunda nos fios.

E aí? Gostou de saber mais sobre o óleo mineral? Então, compartilhe esse artigo nas suas redes sociais para que outras amigas o vejam e conheçam os poderes desse produtinho!

Até a próxima…

Último Vídeo do Nosso Canal


/* ]]> */