Cabelos

Óleos para cabelo ressecado: quais são os melhores?

Verão, ah, o verão, época de descontração, roupas coloridas, poucas e leves sobre o corpo, biquíni, sol, praia, piscina e… cabelo ressecado. Sempre pode aparecer um problema como este, não é mesmo? Mas, este ocorre por um certo descaso de sua parte, por não tomar os devidos cuidados. Então, vamos ver algumas dicas e, como o problema já está criado, analisar alguns óleos para cabelo ressecado e recuperá-lo enquanto ainda dá tempo.

Esta época do ano é sempre assim. O calor vai chegando e, com a tradicional correria do dia a dia, a gente esquece de dar aquele tratamento preventivo para enfrentar os raios solares e, quando vê, o dano já está provocado. Cabelos com frizz, que nem dá para pentear direito.

Óleos, contra o sol, cloro e sal

Então, o jeito é recuperar o estrago e guardar algumas dicas para impedir que o problema se repita e acentue-se para o próximo verão. Então, vamos por parte. Em primeiro lugar, é preciso recorrer imediatamente aos óleos de tratamento para cabelos, pois eles são excelentes para essas situações.

Estes óleos combatem e recuperam aqueles cabelos sem brilho em suas mechas, o frisado e ressecado ganho com os dias debaixo desse sol de fritar ovo em asfalto e os danos do cloro na piscina ou o malvado sal que agrada na praia, mas, danifica os cabelos.

Coco e rícino, os primeiros da lista

Saiba que além de oferecer aquele aspecto de cabelos brilhantes, lisos ou cacheados, os óleos ainda são essenciais para tratamentos nessas situações, pois são ricos em nutrientes indispensáveis aos fios e ainda possuem lipídios, que fortalecem a estrutura capilar. Para finalizar, ainda deixam uma excelente camada protetora sobre os fios, indispensáveis para garantir proteção futura a danos. Vamos lá:

  1. O queridinho número um contra os fios de cabelos ressecados é o óleo de coco. Produto natural que possui nutrientes importantes como ferro e vitamina E, o óleo de coco é um excelente umectante para a recuperação dos fios. E ao fazer a aplicação com óleo de coco, não deixe de fazer boas massagens nas pontas dos fios, pois são eles que mais sofrem com a ação do tempo nestas condições;
  2. Outro óleo para cabelo ressecado e que tem grande importância nesse processo, é o de rícino. Ele é essencial para evitar aquele frizz tão prejudicial e ainda recupera a porosidade dos fios. Isso ocorre porque o rícino faz a reposição do lipídio capilar, que pode ser o que está faltando nesse processo de ressecamento. Além disso, o óleo de rícino é particularmente indicado para estimular o crescimento dos fios.

Os óleos também são hidratantes

No caso da aplicação do óleo de rícino, é preciso tomar cuidado para fazer um enxágue profundo e que faça a retirada do excesso que pode ficar sobre os cabelos. O rícino é rico em ácidos graxos, o que o deixa bastante nutritivo, mas, ao mesmo tempo, pode deixar oleosidade em excesso nos seus fios. Por isso, o enxágue neste caso deve receber cuidados extras.



Tomadas estas precauções, você vai verificar que após um bom tratamento com óleos – seja o coco, rícino ou outro qualquer -, seus cabelos voltarão a experimentar aquele aspecto mais macio, saudável e luminoso. É que os óleos, além de finalizador na lavagem, também exercem excelente trabalho na hidratação feita em casa, durante os banhos.

Depois, não use secador ou prancha

É importante você saber, também, que os óleos possuem propriedades antioxidantes, o que dá uma ajuda extra na proteção dos seus cabelos. Por isso, a aplicação de óleos para cabelo ressecado é recomendada mesmo após sessões de hidratação e nutrição. Faz bem em qualquer circunstância.

Só existe uma recomendação séria que você precisa seguir quando for usar óleos para cabelo ressecado, mesmo que não esteja fazendo o uso de piscina ou curtindo uma praia: não deve aplicar óleo se for fazer o uso de ferramentas de calor, como secador, prancha ou alisador. É que com os resquícios do óleo, seu cabelo simplesmente pode ficar ‘fritado’.

Óleo in natura pode ser prejudicial

Outra dica importante oferecida pelos profissionais cabeleireiros é a de jamais fazer a aplicação desses óleos in natura. Até mesmo na internet existem alguns sites que aconselham a utilização de óleos naturais, mas, para especialistas, isso é um erro e certamente vai provocar bem mais danos do que vantagens.

É verdade que seu cabelo vai perder aquele aspecto ressecado, mas, em contrapartida, pode ficar pesado e sem movimento. Pode ficar pegajoso. O ideal é utilizar óleos para cabelo ressecado através desses produtos preparados pela indústria de cosméticos, pois já estão com Ph e balanceamento adequado a cada tipo de cabelo.

Todos os óleos para cabelo ressecado

Também é importante conhecer outros tipos de óleos para cabelo ressecado. Embora aqueles dois sejam os mais recomendados pelos profissionais em cabelo, existem na natureza muitos outros produtos que também podem ser aplicados, cada um com suas próprias vantagens. No geral, entretanto, se bem aplicados, todos fazem a recuperação de seus fios naturais. Vamos a eles:

  • Óleo de coco
  • Óleo de rícino
  • Óleo de argan
  • Óleo de macadâmia
  • Óleo de ojon
  • Óleo de oliva
  • Óleo de abacate
  • Óleo de amêndoas
  • Óleo de linhaça
  • Óleo de jojoba
  • Óleo de buriti
  • Óleo de amaranto
  • Óleo de alecrim

Procure produtos já industrializados

Todos esses produtos são excelentes como óleos para cabelo ressecado e podem ser encontrados facilmente em lojas especializadas em produtos para cosméticos, farmácias ou, mesmo, supermercados.

São produtos da indústria de cosméticos e, como já dissemos, é melhor usá-los assim, pois, de forma natural, podem ‘enlamear’ seus cabelos em vez de devolver-lhe vida e brilho.

Tratamento deve ser permanente

Outra recomendação dos especialistas e que deve ser anotada é bastante simples: não espere o verão para iniciar esse tratamento capilar. E, no verão, não espere ele passar com a desculpa de que, amanhã, vai voltar à piscina ou à praia. Se não tratar o seu cabelo antes e durante o verão, o prejuízo pode se tornar grande demais. A recuperação, depois, pode ser muito demorada e difícil.

Por isso, usar sempre óleos para cabelo ressecado vai ajudá-la na manutenção de seus cabelos durante todo o verão, mesmo maltratados pelo sol, cloro da piscina ou o sal da água do mar. Feito isso, bom verão!

Sobre o autor

Redação Tudo Ela

Site focado em publicar conteúdo atual e interessante sobre o universo feminino. Fazemos curadoria e pesquisamos dicas úteis para o dia-a-dia da mulher moderna. Saiba mais sobre nós.

/* ]]> */