Estética

Peeling químico: indicações, benefícios, preço

Muito se fala sobre os benefícios do peeling químico para a pele.

Entretanto, amiga leitora, este nosso artigo vai muito além, pois vamos abordar ainda quais seus tipos, suas indicações e a eficácia do procedimento para a sua beleza e saúde!

Com nossas dicas e informações sobre o tratamento, venha ficar por dentro de tudo que você precisa saber para investir em mais uma opção estética.

Definindo o peeling químico

Procedimento estético oferecido em quase todas as clínicas de beleza, o peeling é uma técnica usada principalmente em tratamentos faciais.

Ele recebe a denominação de “químico” por usar ácidos de diferentes tipos e ativos nas sessões.

Sua função é descamar as áreas superficiais da pele, eliminando e renovando as camadas danificadas. Com isso, a sua cútis pode ficar mais elástica, lisa e suave.

Vale lembrar que o peeling químico é indicado desde os tratamentos de para rejuvenescer a cútis até o auxílio no combate a acnes.



Indicações

Apesar de apresentar vários tipos, o peeling químico serve para ajudar no reparo de danos da pele. Entre eles, citamos:

  • Queimadura;
  • Acne;
  • Exposição excessiva ao sol;
  • Sinais da idade.

Com a renovação das camadas exteriores da pele, o peeling químico ajuda a tratar as mais diversas condições indesejadas e que prejudicam a estética da pele.

Com o procedimento, a textura da sua cútis pode ficar mais sadia, além de ajudá-la a respirar melhor e a evitar problemas futuros.

Os tipos de peeling químico

Apesar de algumas diferenças entre eles, acompanhe com a gente qual a melhor técnica pode atender à sua necessidade…

Superficial

Aqui, a composição do ácido atinge e ajuda a remover as camadas exteriores da sua pele, mas de uma forma menos abrasiva e mais superficial.

Ele é perfeito para quem procura clarear manchas e eliminar as marcas leves deixadas pelas acnes.

Médio

No procedimento, o ácido tem a função de remover células mortas presentes na camada da epiderme, ainda bem superficial, além de ajudar a remover células mortas.

Por ter uma ação um pouco mais profunda, esse tipo de peeling químico é perfeito para você que quer tratar de rugas mais expostas.

Ele ainda ajuda a eliminar cicatrizes provenientes de acnes e linhas de expressão, além de auxiliar no tratamento de manchas que apresentam diferentes tons.

Profundo

Esse é o procedimento com peeling químico mais forte, pois o fenol (substância usada na composição) traz ótimos resultados por ser muito eficaz na penetração da derme.

Entre algumas de suas indicações, citamos:

  • Cicatrizes antigas;
  • Cicatrizes profundas de cirurgias e acidentes;
  • Longa exposição aos raios solares;
  • Manchas grandes de acne.

Realizando o peeling químico

Antes de tudo, verifique se você não tem reações alérgicas a qualquer componente!

Depois, deixe que um profissional (esteticista ou dermatologista) analise sua pele e diagnostique se foram encontrados danos cutâneos.

Se a avaliação detectou danos, ele indicará qual dos três tipos será o mais adequado para seu caso.

Conforme o tipo, o profissional usará o ativo correspondente para seu caso. Eles podem ser os seguintes:

Ácido retinóico

Esse é o mais indicado para ajudar no combate das estrias e na produção de colágeno.

Ácido glicólico

Ideal para suavizar rugas, deixar a pele mais macia e ainda ajuda a amenizar manchas de solares e de acne.

Ácido salicílico

Ótimo para quem quer clarear a pele, sem falar que ele ainda auxilia a tratar comedões e a reduzir rugas.

Ácido tricloroacético

Conhecido como “Blue Peel”, esse método combina uma substância de coloração azulada ao ácido. Ela ajuda o médico a detectar a profundidade ideal para a o medicamento agir.

É indicado para pessoas que possuem uma cútis mais áspera, envelhecidas, com rugas iniciais e acnes.

Agora é hora de o profissional preparar sua pele para receber o ácido adequado ao seu problema.

Com essas informações, você pode ficar tranquila, pois o peeling químico é seguro, rápido e com tempo médio de 30 minutos.

Mesmo que ocorra desconfortos como queimação e ardência, fica tranquila pois é normal.

O peeling químico e suas indicações

Entre os tipos de peeling, suas indicações também são variadas.

  • Rugas expressivas;
  • Tons diferentes da pele;
  • Acnes;
  • Rugas leves;
  • Pequenas linhas de expressão;
  • Áreas aparentemente manchadas;
  • Lesões diversas;
  • Pigmentos irregulares;
  • Peles ressecadas;
  • Cicatriz decorrente de acnes;
  • Pele lesada pelo sol.

As estrias e o procedimento

De acordo com especialistas na área, o peeling químico é o tratamento mais eficiente para quem quer combater e amenizar estrias.

Das mais antigas às recentes, das esbranquiçadas às vermelhas, o ácido tricloroacético pode realizar milagres!

Além de ser o tipo de ácido que mais penetra na pele, ele ainda incentiva na produção natural de elastina e colágeno, que são vitais para o preenchimento dos espaços das estrias.

Vale lembrar que ele pode exigir demais tratamentos extras para facilitar a absorção do princípio ativo, como outras técnicas abrasivas ou laser.

As sessões necessárias

No caso das sessões de clareamento de manchas de acne ou as mais simples, podem ser necessárias em torno de até seis sessões, visando um resultado mais duradouro e visíveis.

Para as cicatrizes profundas, esse número pode chegar a mais de dez sessões.

Vale lembrar, ainda, que a quantidade de sessões pode ser menor se você investir em outros medicamentos tópicos e tratamentos estéticos.

Cuidados pós-peeling químico

Saiba que são exigidos certos cuidados após o procedimento de peeling químico. Afinal, eles ajudam a garantir que os resultados sejam duradouros e ainda protejam sua pele.

Além do mais, esses procedimentos podem deixar a cútis mais sensível. Como cuidados extras, evite sempre contato com a luz solar pelo menos nos primeiros dez dias após o tratamento.

Passe, também, uma camada de filtro solar a cada quatro horas, evitando passar a mão e remover o produto da área tratada.

Invista também em hidratantes de qualidade para uso diário. Esses cuidados são vitais, pois sua a pele vai estar muito sensível e suscetível ao aparecimento de novas manchas!

Quanto custa

Os procedimentos com peeling químico mais simples, aqueles comuns para áreas superficiais, chegam a ficar na faixa de preço entre R$110 a R$320 reais a sessão.

No caso dos tratamentos mais profundos, e que também costumam ser os mais caros, a faixa de preço fica entre R$450 e R$1.800 cada sessão.

Nossa dica de ouro é você investir na aquisição de sessões de peelings por pacote! Pois, com um número determinado de sessões, o valor fica mais econômico.

Videos do nosso Canal no Youtube

Sobre o autor

Redação Tudo Ela

Site focado em publicar conteúdo atual e interessante sobre o universo feminino. Fazemos curadoria e pesquisamos dicas úteis para o dia-a-dia da mulher moderna. Saiba mais sobre nós.

/* ]]> */