Infográficos Nutrição Suplementos

Whey Protein: 16 perguntas e respostas sobre o suplemento

Quem está querendo perder peso e ganhar massa magra de forma rápida e eficaz sabe que o objetivo não é tão fácil de alcançar. Dentre os maiores aliados na busca pelo corpo perfeito estão a prática de atividades físicas regulares e uma alimentação balanceada, rica em alimentos saudáveis, com muitas fibras e proteínas.

No entanto, eles podem não ser o suficiente para algumas pessoas, que podem apresentar maiores dificuldades para ganhar os tão sonhados músculos enrijecidos, fortes e bem definidos. Na maioria dos casos, a dificuldade tem a ver com o metabolismo muito acelerado ou até mesmo à deficiência de proteínas na alimentação.

5 Benefícios Whey infográfico

O fato é que os motivos podem ser inúmeros, mas o problema é o mesmo: são empecilhos que levam para ainda mais longe o sonho do corpo em forma. Para isso, existem os chamados suplementos alimentares, que, como o próprio nome diz, têm a função de dar suporte à alimentação, melhorando a nutrição do corpo para que os músculos cresçam de forma mais rápida e eficiente e, ainda, descansá-los depois dos exercícios.

O mais famoso deles é o Whey Protein. Considerado o queridinho dos marombas e pessoas que frequentam a academia, o suplemento ajuda na perda de peso e no ganho de massa magra de maneira surpreendente. Mas, apesar dos benefícios, será que ele também pode fazer mal à saúde? É perigoso?

Para saber a resposta destas e outras perguntas, continue lendo esse artigo até o final e saiba tudo sobre o Whey Protein.

O que é o Whey Protein?

magra-tomando-suplemento

O Whey Protein é um suplemento alimentar rico em proteínas do soro do leite da vaca. O soro é extraído por meio de uma filtração para a retirada das gorduras e carboidratos presentes no leite. Neste caso, são preservadas apenas as proteínas puras do soro do leite, que são as responsáveis por aumentar os músculos e facilitar o ganho de massa magra.

O suplemento é considerado um dos mais eficientes na busca pelo corpo em forma, já que possui um valor biológico relativamente mais alto do que de proteínas comuns encontradas nos alimentos, como o ovo e as carnes magras.

Enquanto o ovo – que é o alimento mais rico em proteínas – possui valor biológico de 100 pontos, a proteína do soro do leite tem entre 104 e 159 pontos, a depender da qualidade e marca que você comprar.

Além de conter uma baixa concentração de gorduras e carboidratos, o Whey Protein é rico em aminoácidos essenciais, que são aqueles que o nosso corpo não produz naturalmente e precisam ser obtidos através da ingestão de alimentos vegetais ou animais (ou, neste caso, a partir de suplementos alimentares).

Estes são responsáveis pelo bom funcionamento e crescimento muscular. Sem eles, não há como conseguir músculos saudáveis.

Benefícios

Dentre os benefícios do suplemento estão o maior ganho de massa magra, recuperação e resistência muscular, fortalecimento do sistema imunológico, equilíbrio do pH no sangue, maior energia e disposição para atividades físicas e estabilidade dos níveis de hormônios no organismo.

Perguntas e respostas sobre o Whey Protein

whey-2

1 – Whey Protein funciona?

Sim. O suplemento alimentar funciona de verdade quando o assunto é ganho de massa magra de forma rápida e eficiente. Além disso, ele fornece mais energia ao corpo, dando mais disposição física para malhar e alcançar o objetivo do corpo perfeito em pouco tempo.

Isso porque o Whey Protein é rico em proteínas puras e aminoácidos essenciais, que são muito importantes para que os músculos cresçam e se recuperem do esforço causado pelos exercícios físicos. Vale lembrar que o descanso muscular também é imprescindível para quem quer ganhar massa magra de forma rápida.

2 – É perigoso?

Depende. Se você exagerar no consumo do suplemento, ele pode mesmo ser perigoso para os rins e o fígado. Assim como outros tipos de proteínas, o Whey Protein, se tomado em excesso, pode prejudicar o funcionamento desses dois órgãos de forma perigosa.

Portanto, é recomendado fazer uso do suplemento seguindo a dosagem recomendada na embalagem do produto ou a recomendada pelo seu médico. Se você tem enfermidades pré-existentes, como pedra nos rins, evite tomar o suplemento sem antes fazer uma consulta médica.

3 – Whey Protein é ruim ou gostoso?

Isso vai depender da marca e sabor que você comprar. Em geral, por não conter açúcar, o Whey Protein não costuma ter um gosto agradável. No entanto, há pessoas que aprovam o sabor.

Neste caso, a dica é comprar o seu suplemento com o sabor que te agrade, como morango, chocolate ou baunilha. Se não melhorar o gosto, misture-o com alguma fruta que você goste ou com leite.

4 – É necessário tomar Whey Protein?

Todos nós precisamos de proteínas para manter o corpo saudável. Portanto, o Whey Protein pode ser tomado por qualquer pessoa que sinta necessidade de proteínas no organismo ou que tenha restrições a outros tipos de proteínas, como no caso dos vegetarianos, que não podem comer carnes.

Além disso, o suplemento também serve para aumentar a imunidade e até emagrecer. No entanto, isso não significa que todas as pessoas sejam obrigadas a tomar o Whey Protein. Você deve tomá-lo apenas se sentir vontade, tiver algum objetivo ou restrições à outras proteínas.

Portanto, se você quer ganhar massa magra de forma rápida, o suplemento é uma boa opção, não uma obrigação.

5 – Quais são os tipos de Whey Protein?

Existem três tipos de Whey Protein: isolado, hidrolisado e concentrado. O preço e benefícios dependem da quantidade de proteínas, gorduras e carboidratos presentes em cada uma.

O que diferencia cada um deles é o processo de filtração do leite para eliminar as gorduras e carboidratos. Quanto mais filtrado o Whey Protein for, mais puro ele é. Ou seja, quanto mais filtrado, mais rico em proteínas por porção.

A versão concentrada é o menos filtrado, contendo apenas de 70% a 80% de proteínas e o restante de gorduras e carboidratos. Por isso, ela é a mais barato entre os três.

O Whey Protein isolado é mais filtrado que o anterior, com cerca de 95% de proteínas e o restante de gorduras e carboidratos. Por isso, ele é um pouco mais caro que o concentrado.

O hidrolisado é o mais caro dos três e mais eficiente, pois passa por um longo processo de filtragem, o que faz com que o aproveitamento de proteínas seja quase 100%.

Para saber qual é a melhor versão para o seu caso e como tomar, procure um nutricionista esportivo ou um médico para fazer uma avaliação.

6 – Whey Protein é liberado pela Anvisa?

Depende da marca. A agência fiscalizadora já chegou a proibir a venda, distribuição e comercialização de várias marcas de Whey Protein. Por isso, antes de comprar o seu suplemento, verifique se a marca que vai vender para você está regularizada junto à Anvisa.

7 – Whey Protein faz o cabelo cair?

Isso é um mito. O suplemento alimentar é feito a partir da proteína do soro do leite da vaca e não há nenhuma substância química que possa fazer mal aos cabelos ou ao couro cabeludo. Neste caso, é necessário verificar se não há uma deficiência de vitamina A na alimentação, o que é, na maioria dos casos, a principal causadora da queda dos fios.

8 – Whey Protein tem lactose?

Sim, mas apenas a versão concentrada. Se você quer o Whey Protein livre de lactose, opte pelos tipos isolado ou hidrolisado.

9 – Whey Protein dá espinha?

Ainda não está totalmente comprovado, mas uma pesquisa publicada em 2013 mostrou que sim. Isso porque a proteína, principalmente pura, como é encontrada no Whey Protein, é responsável por aumentar a taxa de liberação de insulina no organismo para favorecer a captação da glicose.

No entanto, a insulina também estimula a produção de uma outra proteína chamada IGF-1 pelo fígado, o que resulta no aumento do sebo capilar, que é produzido pelas glândulas sebáceas e excretado pelos poros da pele.

Uma vez que esses poros são obstruídos e acumulam sujeira e microrganismos, eles infeccionam e formam as espinhas ou acnes que tanto reclamamos.

10 – Pessoas intolerantes à lactose podem tomar Whey Protein?

Podem sim, mas apenas em suas versões hidrolisada e isolada, que são livres de lactose. Porém, para evitar problemas graves, é preciso consultar um médico antes de começar a tomar o Whey Protein.

11 – Whey Protein engorda?

Não. Na verdade, o suplemento promove o efeito contrário. Por ajudar a diminuir o apetite, ele pode ajudar a emagrecer de forma rápida e eficiente. Mesmo se fosse tomado em excesso, o Whey Protein não tem capacidade de acumular gordura sozinho. Portanto, se você estiver engordando, é preciso ficar atenta à sua alimentação.

12 – Posso misturar Whey Protein com outros suplementos?

Sim. Não tem nenhum problema. Basta consultar o seu nutricionista para ele lhe indicar a melhor combinação para você alcançar os seus objetivos.

13 – Posso substituir as minhas refeições por Whey Protein?

Jamais. A substituição de refeições por suplementos alimentares não é indicada, pois pode trazer danos graves à saúde. Como o próprio nome diz, esses tipos de produtos são fabricados com o intuito de apenas dar suporte à alimentação, mas nunca substituí-la.

14 – Whey Protein perde a eficiência se for misturado com leite?

Não. Mesmo sendo misturado ao leite, o Whey Protein trará os mesmos resultados de quando é tomado puro. No entanto, a absorção pelo organismo é que pode ficar mais lenta. Por isso, o mais indicado é tomá-lo sempre com água.

15 – Posso tomar Whey Protein antes de dormir?

Pode sim. Ao ser tomado antes de ir para a cama, o suplemento pode ajudar a restabelecer a energia do corpo gasta durante o dia e nos treinos. No entanto, se você está em busca de perder peso, pode não ser uma boa ideia, pois tomá-lo neste horário pode aumentar alguns quilinhos na balança.

16 – Posso tomar Whey Protein amamentando?

Não existem estudos sobre o consumo do suplemento na gravidez ou durante a amamentação. No entanto, há relatos de dois riscos relacionados ao consumo do suplemento durante a amamentação: nível baixo de glicose no sangue e diminuição do apetite.

Estes são dois fatores negativos para quem está tendo que alimentar uma criança de forma regular. A mulher que amamenta costuma perder 600 calorias por dia. Ao perder o apetite, pode ser que haja um emagrecimento descontrolado e desagradável.

Além disso, dependendo da marca, pode ser que o seu bebê apresente alguma reação alérgica. Por isso, a recomendação é consultar o seu médico antes de fazer uso de qualquer suplemento alimentar.

LISTA VIP!
Nossas Dicas no seu Email
Seja a primeira a saber das nossas últimas dicas. Coloque seu email abaixo e receba nossos posts:
Cadastrar!
close-link
/* ]]> */