Maternidade

Pés inchados na gravidez: causas e cuidados

A retenção de líquidos pela mulher durante a gravidez é normal, mas, nem por isso você deve encarar as consequências ruins desse fenômeno como inevitáveis. Ao contrário, existem providências caseiras que podem ser tomadas pela futura mamãe para evitar o desconforto. Por exemplo, você pode recorrer a alguns truques bem legais para dar alívio aos pés inchados na gravidez.

Sempre há variações de mulher para mulher, mas, no geral, os inchaços nos pés e corpo começam por volta do sexto mês de gravidez, transformando-se num tormento maior na medida em que se aproxima o momento do parto.

Tenha sempre contatos com seu médico

Pés inchados na gravidez têm muito a ver com questões hormonais da mulher e, em muitas ocasiões, também é hereditário. Veja como foi a gravidez da sua mãe e se ela também conviveu com esses problemas, pois isso é muito importante para você informar ao seu médico.

Aliás, se o problema de inchaço dos pés tender a ficar grave, convém você procurar logo o médico para evitar complicações maiores nos meses finais da gravidez e, inclusive, após o parto. É preciso evitar sequelas, algumas de suma importância posterior à sua saúde.

Inchaço no início da gravidez preocupa

Se o problema dos pés inchados surgir no início da gravidez, isso deve ser comunicado imediatamente ao médico, pois pode ser o alerta de que outros problemas de saúde estão à vista. E com saúde não se brinca, você já sabe disso, especialmente quando você está à espera do seu bebê.

Especialistas são unânimes em afirmar que esse inchaço prematuro na gravidez pode ser sintoma de pressão alta, pré-eclâmpsia, trombose, diabetes gestacional ou problemas vasculares. Também podem ocorrer inchaços no rosto, mãos e braços ou dor na nuca.



A partir do sexto mês, tem como atenuar

Para os médicos, a pré-eclâmpsia é uma das complicações que mais assusta durante a gravidez. Ocorre, normalmente, com o surgimento de problemas nos vasos sanguíneos da placenta e chega a reduzir a circulação sanguínea da gestante. A pressão sobe e a ação do médico deve ser imediata. Então, fique atenta a esses sintomas, que costumam aparecer a partir da 20ª semana de gestação.

Quanto ao inchaço normal a partir do sexto mês e pés inchados na gravidez, isso pode ser classificado como normal. Ocorre com as alterações hormonais da mulher e ao crescimento do feto, que provoca alterações e a compressão das veias do abdômen. Isso dificulta a circulação sanguínea, especialmente quando o sangue retorna das pernas ao coração. Aí ocorre o fenômeno dos pés inchados na gravidez.

Cuidado com varizes e beba muita água

E também há mulheres que têm pré-disposição para a formação de varizes, fenômeno que se acentua na gravidez. Tudo isso exige muitos cuidados.

Entre as providências caseiras que você pode tomar, uma das mais recomendadas é beber muita água, pois é fundamental estar com o corpo bem hidratado. Você também pode apelar para o consumo de alimentos diuréticos, como a melancia, o salsão e o pepino, que vão auxiliá-la a expelir os líquidos de seu corpo.

Relacionados:

Meias de compressão e pés para cima

Em contrapartida, evite ao máximo o consumo excessivo de sal, além de alimentos processados, frituras e gorduras. Estes contribuem para aumentar seu problema de pés inchados na gravidez.

Fazer o uso de meias de compressão também ajuda bastante. Outra providência é, ao sentar-se, colocar os pés sob uma poltrona ou banquinho, o que ajuda na circulação do sangue em suas pernas. Providência conhecida desde os tempos da vovó, ainda é recomendada por especialistas por ser eficiente.

Para evitar os pés inchados na gravidez

Vejas algumas das providências que é importante tomar para evitar ou atenuar o problema de pés inchados na gravidez:

  1. O costume do uso de sapatos apertados deve ser evitado, assim como não usar saltos altos nesse período;
  2. Procure evitar estar em pé por muito tempo; se você trabalha em pé, por exemplo, como atendente em uma loja, procure sentar-se a cada 40 minutos;
  3. Mesmo que você não tenha o hábito, procure beber o mínimo de dois litros de água por dia;
  4. Ao sentar-se, procure deixar os pés na mesma altura de suas coxas, utilizando almofadas ou pequenas poltronas;
  5. As meias de compressão devem ser receitadas pelo obstetra para que atendam bem às suas necessidades;
  6. Providencie almofadas para colocar sob os pés nos momentos em que você deitar-se para descansar; manter os pés em posição acima do corpo ajuda a sua circulação sanguínea;
  7. Hábito comum, cruzar as pernas deve ser evitado nestes períodos de gravidez;
  8. É fundamental que você faça, pelo menos, umas duas caminhadas leves todos os dias. Pode ser uma pela manhã e outra à tarde.

Banhos de imersão em água quente e fria

É claro que existem outras providências que podem ser tomadas em casa para evitar os pés inchados na gravidez. E o aconselhável é que você siga todas estas indicações acima, além destas outras, pois nenhuma lhe fará mal.

Outra providência interessante é você colocar ao chão duas bacias com água, uma quente e outra fria – pode ser até gelada. E faça o banho de contraste, alternando os pés na bacia com água quente e na outra, com água fria. Esse choque térmico vai acelerar sua circulação sanguínea e isso ajudará contra os pés inchados na gravidez.

Procure fazer viagens só de carro

Como neste período você está mesmo precisando de atenção maior, no final do dia peça ao marido – ou pessoa à sua disposição – para fazer massagens na sola dos seus pés. Além de sentir o alívio do cansaço com o peso maior do próprio corpo que você está carregando, isso ainda vai melhorar sua circulação sanguínea, com reflexos sobre o inchaço de pernas e corpo.

Procure evitar viagens longas de ônibus. O ideal é que você faça estas viagens, se forem absolutamente necessárias, em carro particular. O recomendável é que, no máximo a cada hora, você faça uma pequena caminhada para espichar as pernas e melhorar a circulação. São providências essenciais para melhorar seu bem estar e evitar os pés inchados na gravidez. Além disso, essas caminhadas também são boas para a sua saúde e a do seu bebê. Tome todos estes cuidados e tenha uma boa gravidez.

Videos do nosso Canal no Youtube

/* ]]> */