Receitas

Pimenta americana: características e dicas sobre essa variedade

Pimentas são destaques em muitas culturas porque possuem o poder de transformar um prato. A pimenta americana possui muitos fãs na culinária mundial por ter esta capacidade de acrescentar um sabor levemente picante e um pouquinho adocicado.

O aroma é outro trunfo desta pimenta. Muitos chefes de cozinha utilizam a pimenta americana para aromatizar seus pratos com o cheiro único que ela exala. A pimenta americana também é chamada de pimenta doce em virtude de seu gosto suave e levemente adocicado que surpreendem todos aqueles que a experimentam pela primeira vez.

Ao descobrir todos os benefícios e utilidades desta deliciosa pimenta que você perceberá que a partir de agora ela não poderá falta na sua lista de compras básica do supermercado.

Características da pimenta americana

A cor verde, forte e brilhante, e o formato muito parecido com um pequeno pimentão fazem com que muitas pessoas confundam ambos, porém o sabor e o aroma da pimenta americana desfazem logo a confusão. Estas características fazem com que esta pimenta seja um verdadeiro trunfo para incrementar um prato, adicionar originalidade à uma receita ou até mesmo surpreender em uma composição na qual a pimenta seja o prato principal.

Preparar picles, uma geleia ou uma conserva são maneiras alternativas de se utilizar a pimenta como forma divertida de acompanhamentos ou até para serem servidas como petiscos. A criatividade e a ousadia do cozinheiro farão com que toda a “personalidade” da pimenta americana possa ser explorada em diferentes receitas.

A pimenta americana é um dos alimentos ricos em vitamina C e os efeitos dos componentes desta pimenta sobre a saúde merecem um destaque a parte por suas ações anti-inflamatórias, antimicrobianas e anticancerígenas.

Benefícios para saúde do consumo de pimenta americana

Como outros tipos de pimenta a americana também possui várias qualidades benéficas para o organismo. O principal benefício é ação oxidante resultante de um composto muito presente nas pimentas de modo geral que é Capsaicina. A luteína, encontrada nas pimentas de cor verde, é excelente para a saúde geral dos olhos.

Os ácidos ferúllico e sinapínico, também encontrados nesta pimenta, são ótimos oxidantes que auxiliam na prevenção de doenças que afetam o sistema nervoso além de possuírem ações anti-inflamatórias e de combate a tumores. Estas qualidades fazem com que a pimenta americana seja um tipo de alimento que tenha benefícios contra a enxaqueca.

A presença de vitamina C ajuda a combater resfriados e os minerais potássio e cobre são importantes nutrientes para a saúde do organismo. Ainda se destacam outras ações decorrentes dos componentes da pimenta: o efeito analgésico, o auxílio na formação de colágeno que é vital para a saúde da pele e a sensação de saciedade ao comer que beneficia o emagrecimento.

Como consumir a pimenta americana

Maneiras de preparar e consumir esta pimenta é o que não faltam na internet e nos principais livros de receitas atualmente. As dicas vão desde a famosa pimenta recheada até pratos para se comer no café da manhã.

A pimenta americana assada ou frita são outras formas interessantes e rápidas de se preparar esta deliciosa pimenta e agradar em cheio seus convidados.

A Panqueca de carne com a pimenta americana ao sugo mostra a versatilidade desta pimenta que pode ser utilizada em diversos tipos de composições sempre acrescentando um toque de leve ardência e um sabor adocicado único.

Outro prato simples que podem ganhar mais sabor e sofisticação com o uso da pimenta é o macarrão. Diversas receitas de massas podem se utilizar das qualidades dela. Por exemplo, preparar um espaguete com cação e pimenta americana é a tacada certa para servir um prato diferente e delicioso.

Algumas bebidas são ótimos acompanhamentos para apreciar o sabor da pimenta americana. Entre as combinações mais comuns, muitos fãs desta iguaria costumam beber uma boa cerveja para complementar os sabores e aromas de ambos.

Pratos matinais também podem ser uma boa pedida para se utilizar esta pimenta de leve sabor. Um exemplo desta possibilidade é a composição de mexido de ovos e batatas temperados com a pimenta americana. Este prato é muito comum no café de mexicanos e vem ganhando adeptos rapidamente no café da manhã das mesas brasileiras.

É importante ressaltar que como todo tipo de pimenta a americana deve ser consumida com moderação. Pessoas sensíveis aos seus componentes ou com problemas digestivos devem evitar o seu consumo. Comer pimenta em excesso pode trazer náusea, azia e grande desconforto intestinal.

Receita de pimenta americana recheada

Um prato muito comum que tem esta pimenta como ingrediente principal é na forma recheada. A forma de preparo é bastante simples e o resultado sempre é de elogios daqueles que provam desta receita saborosa.

Para começar deve-se cortar 3 pimentas americanas de maneira vertical para abrir espaço para colocar o recheio, tomando o cuidado de retirar as sementes e membranas internas. Em seguida, utiliza-se 300 gramas de requeijão que será misturado com um pouco de pimenta do reino, 4 colheres de sopa de queijo parmesão e 1 cebola bem picada. Esta mistura resultará em um creme que servirá como o recheio da pimenta que receberá por cima pedacinhos de 05 linguiças de pernil suíno cozidas.

Agora é o momento de preparar a parte externa da pimenta: corte 06 fatias de bacon que serão enroladas nas pimentas e fixadas com palito de dente para que não escorreguem. As pimentas, já recheadas e enroladas no bacon, devem ser levados por cerca de 30 minutos em um forno pré-aquecida. Antes de retirar do forno verifique se a pimenta encontra-se no ponto para ser servida mas espere esfriar antes de levar aos pratos.

Conserva de pimenta americana

São inúmeras as possibilidades de uso da conserva de pimenta americana, há quem prefira utilizar para tempero de salada, outras pessoas preferem acrescentar a conserva em sanduiches e ainda quem misture com os ingredientes de um rápido e delicioso wrap, que são aquelas massas fininhas que se esquenta em uma frigideira e que ao centro coloca-se os ingredientes antes de fecha-la ao meio e servir.

O processo para se produzir a conserva é relativamente simples: coloca-se cerca de 500 g de pimenta americana, cortadas em fatias grossas, dentro de uma panela grande, acrescente 1 litro de vinagre, 450 ml de água, 2 dentes de alho amassados e 1 cebola picada. Em seguida, deixe a água ferver e quando chegar neste ponto mantenha em fogo baixo por mais 5 minutos.

Coloque o caldo resultante da fervura em vidros esterilizados deixando cerca de 1 dedo de espaço vazio entre o líquido e a tampa. Antes de fechar, certifique-se que não há bolhas de ar no vidro, bata levemente o pote contra a mesa para que as bolhas de ar subam para superfície. Agora é a hora de fechar os recipientes e colocar eles em uma outra panela com água suficiente para cobri-los enquanto eles fervem por cerca de 15 minutos. Pronto, agora basta levar os potes para um local sem muita luminosidade e bem ventilado. Lembre-se, depois de abertas as conservas devem ficar em geladeira para preservarem suas características.

Sobre o autor

Redação Tudo Ela

Site focado em publicar conteúdo atual e interessante sobre o universo feminino. Fazemos curadoria e pesquisamos dicas úteis para o dia-a-dia da mulher moderna. Saiba mais sobre nós.