Nutrição

Pimenta do reino branca: excelente para a cozinha e para a saúde

A pimenta do reino branca é um condimento que contém 10,40 gramas de proteína, 42,41 gramas de carboidrato, 2,10 gramas de gordura e 42,41 gramas de açúcar em cada porção de 100 gramas, proporcionando 283 calorias à sua dieta.

Entre os seus nutrientes encontram-se as vitaminas E, B3, B2 e B6. Além dessas propriedades, a pimenta do reino branca contém ferro e fibras.

Abordamos, ao longo deste artigo, as características nutricionais e outras propriedades da pimenta branca. Boa leitura!

O que é a pimenta do reino branca?

Entre os alimentos que podem ser incluídos na categoria de “molhos e condimentos”, disponíveis na maioria dos supermercados que você frequenta, a pimenta do reino branca merece um destaque especial.

Diferentemente do que ocorre com a variedade preta, a pimenta do reino branca é colhida apenas quando está devidamente amadurecida. Após a colheita, é deixada, em água corrente, por cerca de 10 dias. Esse processo faz com que o mesocarpo (isto é, a casca) desprenda-se.

A pimenta do reino branca tem um sabor mais suave e delicado em comparação à preta, sendo muito útil para quem deseja adicionar um ligeiro sabor picante aos molhos e sopas sem, para isso, deixar o prato escuro.

Ela também é mais cara, pois contém mais piperina, um óleo volátil que confere o seu sabor característico. Não obstante, a pimenta do reino preto contém um pouco mais de óleo essencial do que a branca.



Isso, contudo, não a impede de ser muito popular na Europa (especialmente na França) e no Japão (por compor os ingredientes necessários para a preparação do famoso cozido sukiyaki.

Propriedades

A pimenta do reino branca estimula as papilas gustativas, enviando um alerta ao estômago para aumentar a secreção de ácido clorídrico, o que melhora a digestão. Isso é possível, entre outros fatores, por que essa pimenta é uma excelente fonte de manganês, ferro e fibra alimentar.

A pimenta do reino branca tem sido reconhecida como carminativa (uma substância que ajuda a prevenir a formação de gases intestinais), devido, provavelmente, ao seu efeito benéfico de estimular a produção de ácido clorídrico. Além disso, a pimenta do reino branca é diaforética (promove a transpiração) e diurética (estimula a micção).

Nutrientes

As proporções dos nutrientes da pimenta branca podem variar segundo fatores como o tipo e a quantidade da pimenta. Lembre-se que, dependendo de sua preparação, as propriedades e características nutricionais da pimenta do reino branca podem variar sensivelmente.

Você pode usar as informações deste artigo para conhecer o impacto do consumo da pimenta do reino branca em sua dieta. Tal conhecimento é fundamental para ajudar você a comer melhor e preparar alimentos saudáveis ​​e nutritivos.

Cumpre ressaltar, no entanto, a necessidade de consultar o seu médico ou nutricionista antes de iniciar qualquer regime ou de fazer mudanças drásticas em seus hábitos alimentares:

  • A pimenta do reino branca é um alimento rico em fibras desde (26, 20 gramas a cada 100 gramas);
  • Ela apresenta uma quantidade elevada de cálcio, na ordem de 270 mg por 100 g;
  • Com uma quantidade de 14,30 mg por 100 gramas, a pimenta branca é também um dos alimentos com mais ferro.

Entre as propriedades nutricionais da pimenta branca, deve-se notar que 100 gramas de pimenta branca têm os seguintes nutrientes:

  • 10,40 g de proteínas;
  • 73 mg de potássio;
  • 1,10 mg de zinco;
  • 42,41 g de carboidratos;
  • 90 mg de magnésio;
  • 5 mg de sódio;
  • 0,02 mg de vitamina B 1;
  • 0,13 mg de vitamina B 2;
  • 0,20 mg de vitamina B 3;
  • 0,10 mg de vitamina B 6;
  • 2,50 mg de vitamina E;
  • 180 mg de fósforo;
  • 283 Kcal;
  • 2,10 g de gordura;
  • 42,40 g de açúcar

Como esclarecimento, destacamos que a pimenta do reino branca não contém (ou não apresenta quantidades significativas de) iodo, colesterol, purinas e vitaminas A, B 5, B 7, B 9, B, 12, C, D e K.

Benefícios

Por ter uma grande quantidade de cálcio, a pimenta do reino branca é um alimento ideal para os ossos e seu consumo é indicado durante a gravidez.

Seu alto teor de ferro faz com que ela contribua para evitar a anemia por deficiência de ferro (ou anemia ferropênica). Devido à quantidade de ferro que esse tempero aporta ao organismo, é altamente recomendável para quem pratica esportes intensos, uma vez que essas pessoas têm um grande desgaste desse mineral.

Enquanto alimento muito rico em fibras, a pimenta do reino branca ajuda a promover o trânsito intestinal. De fato, incluir alimentos com fibras na sua dieta, é uma atitude crucial para evitar ou controlar a obesidade.

Consumir pimenta do reino branca é aconselhável, também, para melhorar o controle da glicemia em indivíduos com diabetes, reduzir o colesterol e prevenir o câncer de cólon (ou câncer colorretal).

Receitas com pimenta do reino branca

Confira, na sequência, duas saborosas receitas com pimenta do reino branca e inspire-se, a fim de buscar novas formas de incluí-la em seus pratos.

Creme de caranguejo

Para fazer essa receita de creme de caranguejo, você precisará de:

  • 400 g de caranguejos;
  • 1 cenoura;
  • 1 cebola;
  • 1 alho-poró;
  • 4 dentes de alho;
  • meio tomate;
  • 1 litro de caldo de peixe;
  • 1 copo de conhaque;
  • 50 g de manteiga;
  • 50 g de arroz;
  • Pimenta do reino branca.

Comece por dourar os legumes, cortados em julienne, com manteiga. Quando eles estiverem, adicione os caranguejos e deixe-os refogar para, depois, flambá-los. Nesse momento, despeje o caldo de peixe e, quando ele começar a ferver, coloque o arroz, e ferva por mais 30 minutos.

Após esse tempo, bata tudo com um mixer na mesma panela, passe pelo coador chinês e retorne ao fogo para que adquira a consistência certa. Verifique o ponto do sal e coloque a pimenta. Se quiser, pode adicionar creme de leite, para obter a consistência apropriada

Esse creme (que também pode ser preparado com camarões) deve ser servido acompanhado por croutons de pão frito.

Salada de espinafre com morangos

Para preparar essa deliciosa salada, você precisará de:

  • 150 g de espinafres frescos;
  • 8 morangos;
  • 12 tomates-cereja;
  • 1 abacate;
  • 50 g. de castanhas-de-caju;
  • 1 colher de chá de gergelim torrado;
  • 1 colher de sopa de sementes de girassol torradas;
  • Sal;
  • Pimenta do reino branca;
  • Azeite de oliva;
  • Vinagre balsâmico.

Higienize o espinafre com duas lavagens, deixe escorrer bem e, caso as folhas sejam muito largas, corte-as em pedaços regulares. Em seguida, corte também o abacate e os morangos em fatias e espalhe sobre o espinafre. Coloque os tomates-cereja, salpique castanhas de caju, sementes de girassol e gergelim.

Um momento antes de levar a salada à mesa, tempere com sal, pimenta do reino branca, azeite e vinagre.

Videos do nosso Canal no Youtube

Sobre o autor

Redação Tudo Ela

Site focado em publicar conteúdo atual e interessante sobre o universo feminino. Fazemos curadoria e pesquisamos dicas úteis para o dia-a-dia da mulher moderna. Saiba mais sobre nós.

/* ]]> */