Nutrição Suplementos

Whey Protein: Conheça as piores marcas e fique longe delas!

Piores marcas de whey protein

Com a popularização da hipertrofia e do ganho de massa muscular, o que não faltam são listas que enumeram os melhores suplementos do mercado. Mas e quando o assunto são as piores marcas de Whey Protein? Como saber quais são as marcas que devemos evitar comprar por não atenderem as exigências básicas de qualidade e segurança?

A verdade é que a alta demanda por Whey Protein fez com que o mercado de suplementos aquecesse e se expandisse rapidamente. O resultado disso foi um aumento de marcas – nacionais e importadas – que produzem suplementos com a proteína do soro do leite.

No entanto, o crescimento rápido deste mercado fez com que nem todas as marcas se preocupassem com a qualidade dos seus produtos, resultando em suplementos que não atendiam as exigências básicas da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária).

Ficou preocupada? Então conheça aqui as piores marcas de Whey Protein e saiba por que você não deve consumi-las. Confira!

O que deve ser avaliado em um Whey Protein?

A cada dia, surgem novas listas dos melhores e piores Whey Protein do mercado, através da opinião de especialistas no assunto.

No entanto, citamos neste post algumas marcas desse suplemento que foram reprovadas em testes realizados pela Anvisa, que tiveram como objetivo garantir a qualidade e eficácia desses produtos. Veja os parâmetros de avaliação:

  • Quantidade de proteínas: define quais são as proteínas e suas quantidades dentro do suplemento;
  • Teor de proteínas: identifica a concentração proteica contida no suplemento. É admissível uma diferença de até 20% entre a concentração real do produto e a que é informada no rótulo, mas as piores marcas de Whey Protein podem ultrapassar essa margem;
  • Teor de carboidratos: compara a concentração desse nutriente com o que é informado no rótulo. Quanto maior o teor de carboidratos, menos eficiente é o produto. Também é admissível uma margem de 20% de erro;
  • Origem proteica: avalia a fonte da proteína. Em teoria, todo Whey Protein deve vir de um único tipo de fonte;
  • Substâncias não declaradas: avalia a presença anormal de substâncias não descritas no rótulo do produto;
  • Rotulagem: avalia a adequação da rotulagem do produto em relação às normas da Anvisa.

Fisio Whey Concentrado NO2– Fisionutri Suplementos

Essa marca teve a comercialização de alguns lotes de Whey Protein proibida no início do ano por apresentar divergência no teor de carboidratos.



O Fisio Whey Concentrado NO2 informava a concentração de 0,98 gramas de carboidratos no rótulo, sendo que os testes apontaram 9,5 gramas do nutriente no suplemento.

É uma diferença relevante e preocupante, visto que em uma suplementação proteica, apenas certo nível de carboidratos é benéfico. Quanto maior a concentração deste tipo de substância, menor é a eficiência do produto.

100% Ultra Whey – Ultratech Supplements

Da mesma forma que o Fisio Whey Concentrado NO2, o 100% Ultra Whey também teve sua comercialização proibida no início do ano devido irregularidades em seu teor de carboidratos.

A marca indicava ter apenas 3 gramas de carboidratos no rótulo, quando na realidade apresentava uma concentração de 25,1 gramas no suplemento.

Whey NO2 Pro – Pro Corps

O suplemento da marca Pro Corps apresentou divergências em dois dos mais importantes parâmetros de avaliação, o teor de carboidratos e de proteínas, o que a coloca entre as piores marcas de Whey Protein do mercado.

O produto teve o pior resultado no teste do carboidrato realizado pela Anvisa no início do ano, sendo que a embalagem informa que o suplemento contém 1,6 gramas de carboidrato, enquanto os testes revelaram que a quantidade verdadeira é de 17,66 gramas.

Além disso, o Whey NO2 Pro, também teve grande variação em relação à proteína. Enquanto o rótulo informa que ele contém 25 gramas de proteína, os testes apontaram 10,19 gramas em sua composição, o que reduz a eficiência do produto.

Sportpharma, EAS 100% e Steel Nutrition

O Whey Protein das marca de suplementos Sportpharma, EAS 100% e Steel Nutrition apresentaram uma concentração de carboidratos diferente da informada no rótulo. Além disso, possuem substâncias não declaradas em sua composição e problemas de rotulagem.

Solaris e Voxx

A Solaris e Voxx foram reprovadas no teor de proteínas, o que as coloca entre as piores marcas de Whey Protein do mercado.

A concentração proteica do suplemento é um dado muito importante, e informar incorretamente a quantidade de proteína que o consumidor vai ingerir é um erro grave. Portanto, é recomendável evitar marcas que realizam esse tipo de adulteração.

Além disso, também houve divergência no teor de carboidratos informado e contido no suplemento.

Além das marcas citadas aqui, muitas outras foram reprovadas pela Anvisa por não atender um ou mais parâmetros. Além disso, especialistas estão sempre fazendo análises e resenhas de diversos produtos, apontando possíveis falhas e adulterações em suas composições e publicando em sites especializados que ficam disponíveis para consulta do consumidor.

Para não comprar suplementos que sejam das piores marcas de Whey Protein, a dica é sempre consultar uma loja e profissional especializado antes de comprar o produto e sempre realizar uma breve pesquisa para saber o que os especialistas no assunto têm a dizer sobre a marca.

Você usa ou conhece alguém que faz uso de Whey Protein? Então compartilhe as informações desse post nas redes sociais e alerte seus amigos!

Videos do nosso Canal no Youtube

Sobre o autor

Juliana Mitsuda

/* ]]> */