Decoração

Piscinas pequenas: Tipos, vantagens e dicas

Piscinas pequenas

Ter um lugar para garantir descontração e alívio nos dias mais quentes é bom demais. Piscinas pequenas são exemplo disso. Se a área disponível é pouca, não tem desculpa! Dá para construir, sim… Veja hoje como ter um cantinho agradável para dar um ‘tchibum’ de vez em quando.

Um dos segredos para o projeto ser bem-sucedido é o planejamento. A forma da piscina pequena e seu sistema de tratamento também contam. Confira mais dicas a seguir:

  • O concreto é considerado o material ideal, pois é flexível e permite desenhar o formato melhor. Porém, existem vantagens na piscina de fibra, tais como facilidade de manutenção, modernidade, praticidade e bom custo-benefício.

A piscina de fibra acaba sendo a saída perfeita para quem não deseja obra demorada demais e muita bagunça durante o serviço. A peça já vem pronta para instalação, não requer compra de azulejo, entre outros materiais.

Piscinas pequenas decoração

  • Seja qual for a matéria-prima da sua piscina pequena, as menos profundas são mais indicadas, uma vez que necessitam de menor volume de água e, consequentemente, sistema de instalação mais simples.
  • Tons neutros são ideais para aumentar a sensação de amplitude. Por isso, aposte no verde clarinho e no cinza para o acabamento da piscina. Peças pequenas, como as pastilhas (vidro ou cerâmica), são recomendadas.
  • Encostar a piscina pequena em cantos ou muros permite criar em sua borda um paisagismo com jardins discretos ou vasos de plantas. O truque ajuda a disfarçar a ausência de borda tal como deveria ser nas piscinas maiores, e ainda deixa o espaço com uma aparência maior.
  • Mas antes de tomar qualquer decisão sobre o local de instalação da piscina pequena, estude bem o nível de insolação. A ideia é evitar lugar no qual bate sombra. Então, observe o horário de maior incidência de luz natural e projete sua piscina no canto adequado.
  • E ainda: tenha em mente que é necessário equilibrar o espaço para banho de sol e o banho de piscina propriamente dito. Lembre-se de que será preciso local de circulação e descanso, com direito a espreguiçadeiras, por exemplo.

Piscinas de fibras, as queridinhas entre os projetos pequenos

Como as piscinas de fibra fazem um baita sucesso em vendas, não poderia deixar de falar mais delas, para você que tem limitação de espaço. É claro que a definição do modelo depende do tamanho da área de lazer e das preferências dos moradores. Confira as principais vantagens – curiosidades, preços e segredos de instalação nos próximos parágrafos…



Piscina pequena

As piscinas de fibra começaram a ser fabricadas na década de 1950, inspiradas nos barcos que eram produzidos com esse material altamente resistente, duradouro e capaz de aguentar variações importantes de pressão e temperatura.



No entanto, a resistência é apenas um dos vários atributos das piscinas feitas em fibra de vidro. Outra vantagem é que elas são mais rápidas de instalar. O que não quer dizer que não precisem de certos cuidados. Mão de obra especializada é um deles.

Quando a superfície é instável, também é essencial utilizar concreto. Fora isso, a praticidade da piscina de fibra não dispensa todos os itens que garantem a qualidade da água (sistema de filtragem, tubos hidráulicos) e iluminação.

Quanto mais moderna a tecnologia empregada, mais cara será a piscina pequena de fibra. Existem muitas marcas hoje, e é sempre válido pesquisar antes de comprar.

Uma piscina retangular de 6.000 litros (3,45 x 2,45 x 0,90 m) custa em média R$ 3.600,00. Um modelo retangular pequeno de 4.000 litros (3,20 x 2,20 x 0,70m) tem preço aproximado de R$ 2.700,00.

Espero que o artigo de hoje possa auxiliar você na escolha. Boa sorte!

Até breve…

Sobre o autor

Fatima