Decoração

Tipos de piso para cozinha: saiba como escolher

Cozinha impecável faz diferença na decoração da casa toda, principalmente quando o espaço é pequeno. O tipo de piso para cozinha é um detalhe importante, mas ele não deve ser escolhido apenas pela beleza.

O ideal é investir nos revestimentos que ajudam a acelerar a limpeza, diminuindo as horas gastas nos afazeres domésticos. Quem trabalha o dia todo e ainda precisa se dividir entre tarefas como lavar, cozinhar, ir ao mercado e buscar filho na escola sabe bem disso.

Veja também – Porcelanato líquido deixa o piso mais liso, bonito e fácil de limpar

Os pisos brilhosos e os muito claros refletem a sujeira, deixando em evidência rapidinho até mesmo um simples fio de cabelo. Por isso, um dos queridinhos é o porcelanato – uma cerâmica que fica bem visualmente, tem melhor durabilidade e é funcional. A composição dele já fornece dicas de quais produtos de limpeza podem ser utilizados, pois o porcelanato não é danificado e não descola com a umidade.

porcelanato-para-cozinha

O porcelanato é bonito, tem vários modelos e cores, inclusive imitando fibra natural – que dá um ar rústico ao ambiente. É mais caro que a cerâmica, mas está ganhando popularidade e, com isso, ficando mais acessível.

O acabamento do porcelanato pode ser natural, liso e brilhante; fosco e irregular; com ou sem esmalte. Há também efeitos pontilhados, que lembram pedras; madeira e até jeans.

porcelanato-madeira

A instalação do porcelanato é simples porque suas peças são grandes, a partir de 45 cm x 45 cm. A desvantagem é que, por causa do tamanho, precisa de muito cuidado ao ser manuseado para evitar prejuízo com a quebra.

E ainda: o porcelanato é produzido em forma de massa única, que se desgasta por igual. Isto é, ele não descasca como a cerâmica e oferece baixa absorção de água; dificilmente é manchado.

Veja também – Aplicativos de decoração: 8 dicas para facilitar suas escolhas

É bastante versátil, indicado tanto para pisos internos – como o da cozinha  – quanto para os externos, inclusive no revestimento de paredes.

Os porcelanatos com borda reta, chamados de retificados, são considerados os melhores porque não marcam o rejunte, evitando assim que a sujeira fique grudada ali.

cozinha-porcelanato-retificado

Porém, até mesmo o prático e resistente porcelanato deve ser evitado nas cores claras demais. Afinal, cozinha é lugar de respingos de líquidos, preparo dos mais diversos alimentos e de circulação de gente. Pegadas e outros “acidentes” podem surgir.

Além do porcelanato, existem pisos para cozinha emborrachados, que são acústicos, antiderrapantes e absorvem impactos. Porém, o contato com a água é capaz de provocar seu descolamento.

piso-emborrachado-para-cozinha

Outra opção de piso para cozinha é o estampado. Ele fica lindo em cozinhas pequenas e modernas.

piso-de-cozinha-com-estampa

Que piso escolher para a cozinha?

Para a bancada da pia da cozinha, dê preferência ao granito, que é mais fácil de limpar do que o mármore. O mármore é uma pedra “mole”, ou seja, tem mais chance de apresentar fissuras e romper.

Ah! A regra da cor escura também vale aqui, ok? Sem contar que os tons claros mancham, ficam com o aspecto amarelado rapidinho.

bancada-cozinha-de-granito

As chamadas cozinhas integradas precisam de atenção especial quanto aos revestimentos. Evite excesso de detalhes, pois eles comprometem a decoração por inteiro. Escolha o mesmo piso para os dois ambientes. Manter o padrão cria um visual charmoso e proporcional.

Veja também – Panos de limpeza: confira dicas para escolher o ideal

É óbvio que as cores claras são recomendadas para os espaços pequenos, mas quando a ideia é definir o tipo de piso para cozinha, pense bem antes de escolher para não levar um tom claro demais. Analise prós e contras.

Boa sorte e até o próximo post!

Sobre o autor

Fatima