Saúde

Pupunha: conheça os seus benefícios para a saúde

Dentre os frutos que tem origem em terras brasileiras, com certeza a pupunha está entre que mais trazem benefícios ao corpo. Fruto de uma árvore nativa da região Amazônica, chamada de pupunheira, a pupunha é rica em nutrientes essenciais ao bom funcionamento do nosso organismo.

Trata-se de uma espécie de palmito, sendo por isso também chamada de palmito de pupunha, que possui um alto valor energético e nutricional, podendo substituir o palmito comum (juçara) e o açaí, outros alimentos provenientes da região norte do país. Com cachos coloridos em verde, vermelho e amarelo, o fruto pode ser encontrado facilmente à venda nessa localidade, onde é consumido amplamente pela população.

Dentre os principais benefícios da pupunha para a saúde estão o seu poder de fortalecer o nosso sistema imunológico e, ainda, prevenir o desenvolvimento de doenças degenerativas. Na culinária, os seus usos são inúmeros e diversificados, podendo servir como matéria-prima na produção de outros produtos, como pães, bolos, sorvetes, vinhos, doces e até para fazer uma espécie de azeite, bem semelhante ao de oliva.

Como se não bastasse tudo isso, há quem diga, ainda, que a pupunha também é excelente substituta do milho quando usada para ração animal. Quer saber mais sobre os usos e benefícios desse poderoso fruto amazônico? Então, continue lendo esse post até o final e saiba tudo sobre o assunto.

O que é e para que serve a pupunha?

Como falamos no início desse artigo, a pupunha – ou palmito de pupunha, pupunheira ou pupunha-verde-amarela – nada mais é que um fruto da árvore pupunheira, da família Arecaceae, oriunda da região Amazônica. Ela é conhecida por seus cachos coloridos, que podem ser verdes, vermelhos ou amarelos, facilmente encontrados para venda e consumo na região Norte do Brasil.

Em geral, o fruto é consumido depois de cozido em água e sal ou, ainda, na forma de óleos comestíveis e farinha. Além disso, como você deve saber até aqui, ele também pode ser usado para fabricar outros subprodutos, como bolos, geleias, pães, sorvetes, doces, vinhos, compotas, ração animal (geralmente, para periquitos, papagaios ou araras), entre outros.

No entanto, o que mais destaca a pupunha como um alimento extremamente energético, nutricional e benéfico à nossa saúde são as suas vitaminas e minerais essenciais ao bom funcionamento do organismo, como ferro, manganês, cobre, zinco, cálcio, potássio e fósforo, além de suas proteínas e fibras.

A partir deles, é possível obter inúmeros benefícios ao corpo humano, como vamos mostrar mais detalhadamente no decorrer desse artigo.

Benefícios

Conheça abaixo os principais benefícios que o consumo da pupunha na sua alimentação diária pode trazer para a saúde:

Previne doenças degenerativas

Este, talvez, seja um dos principais efeitos positivos da pupunha no nosso organismo. Como dissemos nos parágrafos anteriores, o fruto possui cores bem vivas, que variam entre o verde, amarelo e vermelho. Mas engana-se quem pensa que se trata apenas de uma coloração!

As suas cores se devem à alta concentração de carotenoides, substâncias tidas como excelentes fontes de antioxidantes, que estão diretamente ligadas à prevenção de doenças degenerativas.

Além disso, essas mesmas substâncias são essenciais para realizar a síntese de vitamina A, sendo por isso também de pró-vitamina A, o que faz da pupunha uma das mais ricas dentro da biodiversidade brasileira.

Combate o envelhecimento precoce

Como você já sabe até aqui, a pupunha é rica em propriedades antioxidantes, que são ideais para combater o envelhecimento precoce das células e, portanto, deixar a pele mais jovem e firme.

Da mesma forma que ela previne as doenças degenerativas por conta da presença dos carotenoides, que facilitam a síntese de vitamina A no organismo, para quem não sabe, essa vitamina também é essencial por sua ação anti-envelhecimento.

Portanto, ao inserir a pupunha na sua alimentação diária, é possível manter uma pele mais saudável, jovem, firme e bonita por muito mais tempo.

Melhora a digestão

Por ser rica em fibras alimentares e pobre em gorduras, da mesma forma que os demais vegetais encontrados na nossa cadeia alimentar, a pupunha também pode melhorar o funcionamento do sistema digestivo, prevenindo constipações e distúrbios estomacais, por exemplo.

Faz bem para os olhos

Ainda por causa da presença da vitamina A em sua composição, a pupunha também ajuda a melhorar a visão e a saúde dos olhos em geral, prevenindo doenças como catarata e a doença degenerativa macular, muito comuns em idosos.

Fortalece o sistema imunológico

A vitamina A presente na pupunha favorece de igual forma o sistema imunológico, aumentando as defesas do organismo contra os mais variados tipos de doenças causadas por vírus, bactérias ou fungos, como é o caso de gripes e resfriados.

Auxilia no desenvolvimento ósseo

Os nossos ossos também são grandes beneficiados da vitamina A presente na pupunha. Ao consumir o alimento regularmente, é possível deixá-los mais fortes e resistentes à fraturas, além de prevenir a temida osteoporose.

Como consumir a pupunha?

A pupunha ou palmito de pupunha pode ser consumida das mais variadas formas, pois seu uso culinário é bem diversificado. Se você quiser aprender, pode ver o nosso post e aprender detalhadamente as melhores maneiras de consumir a pupunha.

A princípio, depois de comprar o fruto, você pode colocá-lo em água fervente para que as “linhas” presas nos cachos se soltem sozinhas por conta do calor. Depois, é só comer.

Geralmente, a população do norte do país consome a pupunha como refeição no café da manhã ou lanche da tarde, em substituição ao pão e sempre acompanhada de um bom café preto. Ainda, tem gente que prefere saborear o gosto exótico e único do fruto logo que sai da panela, já que sua casca é facilmente removida pelos dentes.

Ou, se a intenção for preparar receitas à base dela, a dica é apostar na fabricação de farinha, que é usada para fazer o pão que mencionamos anteriormente, ou bolos. A sua polpa pode ser usada para fabricar vinhos, doces e sorvetes ou até mesmo como ração animal.

Já o líquido proveniente do fruto, que escorre facilmente com o seu manuseio, pode ser convertido em um azeite, semelhante ao de oliva, ideal para refogar alimentos e banhar saladas.

Onde comprar?

Infelizmente, a pupunha não é um fruto facilmente encontrado em qualquer supermercado ou região do país. Como dissemos, ela é originária da região Amazônica e, por isso, o seu consumo e venda é mais comum na região Norte do país. No entanto, se você quer se beneficiar dos efeitos do fruto, pode tentar encontrá-la em feiras e mercados de produtos naturais, inclusive pela internet.

Sobre o autor

Raiane