Receitas

Como consumir atemoia? Confira 5 receitas para saborear a “fruta do conde”

Aqui no blog, você já conheceu os principais benefícios da atemoia para a saúde. A famosa “fruta do conde”, como muitas pessoas a conhecem, pode oferecer inúmeros efeitos positivos ao bom funcionamento do nosso organismo.

A atemoia é, na verdade, uma fruta híbrida, ou seja, feita a partir do cruzamento de outras duas, no caso, a pinha e a cherimoia, ambas conhecidas por serem da mesma família da graviola. O resultado é de um alimento extremamente rico em nutrientes essenciais à saúde, como as vitaminas B1, B2 e C, e alguns minerais importantes, como o cálcio, potássio, ferro e magnésio.

Por conta disso, a frutinha pode não só prevenir e tratar diversos males que acometem o nosso corpo, como também servir como carga energética para atletas e praticantes de atividades físicas para potencializarem os seus treinos, uma vez que possui alto valor energético, que ajuda a eliminar a exaustão e a fadiga excessiva adquirida depois da academia.

Confira, a seguir, alguns dos principais benefícios da atemoia para a nossa saúde e bem-estar:

  • Regula o intestino;
  • Reduz a pressão arterial;
  • Fornece energia ao corpo;
  • Melhora a circulação sanguínea;
  • Potencializa os treinos na academia.

Depois de todos esses benefícios, fica fácil entender porque a fruta do conde é tão procurada para consumo. No entanto, apesar de estar em terras brasileiras desde os anos 60, poucas pessoas sabem como consumir atemoia corretamente para obter os seus efeitos positivos no corpo.

Por isso, no artigo de hoje, você vai aprender algumas receitas com atemoia para saborear a fruta de maneira adequada e conseguir mais resultados com o seu consumo. Vem comigo!

1 – Pudim de atemoia com frutas marinadas



Ingredientes:

Para fazer o pudim

  • 6 atemoias;
  • 1 lata de creme de leite (sem soro);
  • 1 e ½ embalagem de gelatina em pó, incolor e sem sabor (30 gramas);
  • 1 lata de leite condensado.

Frutas para marinar

  • 2 carambolas;
  • 1 manga grande;
  • 1 mamão papaia pequeno;
  • 2 kiwis;
  • 50 gramas de castanha-do-Pará;
  • 12 morangos;
  • Hortelã para decorar.

Calda para aromatizar as frutas

  • 2 xícaras de água;
  • Casca e suco de 1 limão siciliano;
  • 1 xícara de açúcar;
  • 3 paus de canela.

Como fazer:

Pudim

O primeiro passo para fazer a receita é preparar o pudim. Para isso, é preciso hidratar a gelatina na água, seguindo normalmente as instruções descritas na embalagem. Em seguida, corte as atemoias ao meio e comece a retirar a sua polpa com a ajuda de uma colher.

Feito isso, passe as polpas pela peneira, reservando 2 e ½ xícaras da polpa e descartando as sementes. Agora, coloque em um liquidificador o creme de leite, o leite condensado e a polpa que você reservou e bata bem. Acrescente a gelatina também, aos poucos, sem desligar o liquidificador.

Depois, é só colocar a mistura em forminhas individuais ou em forma normal com furo no meio umedecida com água. Em seguida, leve à geladeira até adquirir uma consistência firme. Se estiver com pressa e precisar agilizar o processo, basta levar o pudim ao freezer por cerca de uma hora.

Frutas

Agora, comece a preparar as frutas para serem marinadas. Primeiro, corte os kiwis e as carambolas em fatias, o morango ao meio e a manga e o mamão em cubos. Coloque tudo em uma travessa e reserve. Enquanto isso, prepare a calda do seu pudim.

Calda

Coloque os paus de canela, o açúcar, a água, o suco de limão siciliano e a casca em uma panela e leve ao fogo para ferver até atingir o ponto de calda rala, ou seja, quando ela começar a brilhar.

Depois, é só despejar a calda ainda quente sobre as frutas. Espere esfriar e leve à geladeira até chegar a hora de servir.

Montagem

Depois de prontos todos os ingredientes, agora chegou a hora de fazer a montagem do seu pudim. Sendo assim, comece desenformando o pudim. Se achar necessário, pode passar a forma rapidamente sobre a chama do fogão.

Agora, arrume as frutas em volta e coloque as castanhas. Finalize decorando com as folhas de hortelã fresca, com o restante da calda e com as canelas em pau.

2 – Mousse de atemoia

Ingredientes:

  • 6 atemoias grandes;
  • 3 claras em neve;
  • 5 colheres (sopa) de açúcar;
  • 1 envelope de gelatina sem sabor;
  • 1 xícara de creme de leite fresco;
  • 5 colheres (sopa) de água.

Como fazer:

O primeiro passo é descaroçar as atemoias. Reserve. Enquanto isso, dissolva a gelatina na água e junte a polpa de atemoia. Em seguida, é só bater as claras em neve com açúcar e acrescentar o creme de leite, batendo levemente.

Depois, adicione também a polpa de atemoia e leve para gelar. Sirva à vontade depois que a mousse estiver gelada! Bom apetite!

3 – Bolo de atemoia

Ingredientes:

  • 2 xícaras (chá) de farinha de trigo;
  • 1 colher (sobremesa) de fermento;
  • 1 xícara (chá) de açúcar;
  • 1 xícara (chá) de óleo;
  • 2 xícaras de atemoia picada;
  • 2 ovos inteiros.

Como fazer:

Comece colocando o açúcar e a farinha de trigo em uma tigela e reserve. Em seguida, despeje os ovos e o óleo no liquidificador e bata bem. Agora, adicione a massa aos ingredientes que você reservou na tigela e mexa bem.

Depois, coloque as atemoias em um liquidificador e bata aos poucos. Feito isso, retire-as do liquidificador e misture duas xícaras de chá da polpa à massa, misturando bem até obter uma massa bem homogênea.

Por último, adicione o fermento e mexa bem. Em seguida, disponha a massa em uma forma untada com óleo e farinha e leve ao forno médio por um período de 15 a 20 minutos. Agora, retire a forma e decore o bolo com pedaços de atemoia. Prontinho! Pode servir à vontade.

4 – Flan de atemoia

Ingredientes:

Para a massa

  • 4 atemoias descascadas;
  • 1 lata de leite condensado;
  • 1 lata de creme de leite (sem soro);
  • ½ xícara de água;
  • ½ xícara de água para hidratar;
  • 2 envelopes de gelatina incolor e sem sabor em pó (24 gramas).

Para fazer a calda

  • 2 xícaras (chá) de framboesa;
  • 4 cravos-da-Índia;
  • 6 colheres (sopa) de açúcar;
  • Suco de ½ limão.

Como fazer:

Flan

Para fazer o flan, é preciso retirar as sementes das atemoias e bater a polpa no liquidificador junto com o leite condensado, o creme de leite e a gelatina hidratada na água e já dissolvida no microondas por aproximadamente 25 segundos.

Em seguida, transfira a mistura para uma forma com furo central, levemente untada com óleo de canola, e leve-a à geladeira por pelo menos 4 horas.

Calda

Coloque o açúcar, as framboesas, os cravos e a água em uma panela e leve ao fogo até obter uma calda meio grossa. Durante esse processo, vá mexendo a mistura de vez em quando. Em seguida, desligue o fogo e espere-a esfriar.

Agora, desenforme o pudim e despeje a calda de framboesas por cima. Prontinho! Só servir à vontade.

5 – Suco detox de atemoia

Ingredientes:

  • ½ xícara (chá) de polpa de atemoia (sem casca e sem sementes);
  • 1 colher (chá) de salsão;
  • ¼ xícara (chá) de pepino com casca;
  • 1 folha de couve manteiga;
  • ½ pera com casca picada;
  • ½ maçã verde com casca picada;
  • 1 colher (sopa) de linhaça dourada;
  • Suco de 1 limão siciliano;
  • 1 e ½  xícara (chá) de água de coco gelada.

Como fazer:

Para fazer o seu suco detox de atemoia, comece colocando a linhaça em uma tigela e hidratando-a por cerca de uma hora em um pouco de água quente. Em seguida, escorra e descarte a água.

Agora, coloque em um liquidificador todos os ingredientes e bata bem até obter um suco homogêneo. Prontinho! Pode beber à vontade em seguida.

Como consumir atemoia?

Todas as partes da fruta do conde são aproveitadas, o que significa que o consumo tem desperdício zero! Geralmente, da sua casca, são preparadas receitas como geleias ou compota; enquanto as suas sementes são aproveitadas, depois passarem pelo processo de trituração, para fazer sorvete, saladas, arroz, feijão e iogurte.

Porém, segundo especialistas, a melhor maneira de consumir a atemoia sempre será na sua versão in natura. Isso porque as suas fibras e nutrientes são melhores aproveitados, o mais importante para obter todos os benefícios mencionados anteriormente.

Por outro lado, se você não gostar muito do sabor da fruta in natura, pode apostar nas deliciosas receitas que nós ensinamos nesse artigo para incluí-la no seu cardápio diário e melhorar a saúde e qualidade de vida!

Até a próxima!

Sobre o autor

Raiane

/* ]]> */