Relacionamento

Devo aderir ao relacionamento aberto? Funciona para mim?

Relacionamento aberto

Atualmente, a discussão a respeito do relacionamento aberto vem aumentando. O que é extremamente positivo, pois significa que está começando a deixar de ser um tabu tão sério para a nossa sociedade. E, também, é importante para que as pessoas entendam que existem outras formas de se relacionar.

Afinal, é possível amar um e querer relações sexuais com outro e é normal querer mais de uma pessoa… Mas, funciona para mim? O que devo fazer para aderir a este tipo de relacionamento?

Estas são perguntas bastante comuns para as pessoas que estão pensando em abrir o relacionamento e não sabem como apresentar ou responder isto ao parceiro. Não esquente a cabeça com nada disso! Esta matéria irá apresentar algumas soluções para as perguntas mais comuns com relação a este tópico.

Vamos lá?

A vida não é um conto de fadas

Este pode até parecer um pouco óbvio, entretanto, muitas pessoas realmente sonham em encontrar o amor da vida delas e ser feliz para sempre dessa forma. Acontece que nem tudo são flores na vida e, às vezes, podemos amar mais de uma pessoa durante esta trajetória pelo mundo.

Este amor pode ocorrer mais de uma vez ou simultaneamente, este último nos leva a pensar sobre o relacionamento aberto. Não pense, em momento algum, que você é anormal por querer este tipo de relacionamento e não um amor para toda a vida.

É completamente natural o ser humano sentir atração e amar mais de uma pessoa ao mesmo tempo, mesmo que ela seja do mesmo sexo. Afinal, a sigla B do LGBT é de Bissexual e significa que podemos sim amar homens e mulheres ao mesmo tempo.

É claro que, nem sempre, seu atual parceiro (ou até mesmo você), esteja preparado para lidar com tudo isso agora, exatamente por isso é importante entender o relacionamento aberto de todas as formas possíveis.

Afinal, o que é um relacionamento aberto?

Já foi dito que é natural e normal querer um relacionamento que não com uma pessoa pelo resto da vida. Mas o que isso significa? O que é poligamia? O que é verdade a respeito disso tudo? Vamos começar esclarecendo isso aos poucos, ok?

Para início de conversa, esta é uma forma de amor não-monogâmica. Assim sendo, é um relacionamento aberto aquele que envolve mais de uma pessoa, sem significar que o envolvimento com o outro é uma forma de não amar uma das partes.

Entendeu?

É muito simples e não significa que isso tudo seja um bicho de sete cabeças e, muito menos, que há um modelo a se seguir. Existem diversos tipos de relacionamento aberto, basta você entender aquele que é melhor para você.

Relacionamento aberto

Algumas regras são necessárias

Para saber exatamente como aderir ao relacionamento aberto, algumas regras são necessárias. Assim sendo, a conversa com seu parceiro é essencial para compreender a necessidade dos dois neste momento. Muitos desses relacionamentos acaba sendo não monogâmico apenas para uma das partes e isto é natural se todos estiverem de acordo com isso.

Logo, segue aqui algumas dicas para você saber se o momento é propício para aderir a este tipo de relacionamento. Até porque, é sempre necessário que você saiba no que está se envolvendo:

  1. Esclareça os limites, aquilo que é aceitável ou não para ambos;
  2. O casal precisa estar bem, abrir relacionamento não irá salvar uma relação desgastada;
  3. Determinar o nível de profundidade entre seu parceiro e o outro e vice-versa;
  4. Escolher o ambiente adequado para se estar com o outro, por exemplo, não é permitido levar o outro para dentro do quarto que o casal divide;
  5. Se houver consentimento sexual entre as partes, sempre deverá haver proteção para que não cause transtornos à saúde de ninguém;
  6. Conversem sempre para saber até que ponto o relacionamento funciona;
  7. Estejam preparados emocionalmente para este tipo de relacionamento;
  8. Jamais esquecer que este é um acordo mútuo.

Estes são, é claro, os principais tópicos para o relacionamento aberto, mas entenda que não são os únicos. Tudo irá variar de acordo com cada casal e se você está de acordo com tudo isso, afinal, um relacionamento não deve ser um desgaste.

Mitos e verdades sobre o relacionamento aberto

Agora, para saber mesmo se você está 100% preparada para o relacionamento aberto, é importante entender alguns mitos e verdades. Porque isso te ajudará a entender a especificidade deste relacionamento e se ele serve para o que você deseja.

Está pronta para entender como funciona alguns aspectos desse relacionamento?

É traição

Como já dito anteriormente nesta matéria, este relacionamento não é uma forma de traição. As duas partes devem consentir tudo que ocorre e todos os envolvidos devem saber o que desejam. Novamente, os limites são essenciais e o respeito sempre deve existir.

É traição quando apenas uma das partes é não-monogâmica e a outra não é avisada sobre isso. Aliás, quando isso acontece, pode ser que esteja na hora de deixar a pessoa que está te traindo e se defendendo com base no relacionamento aberto.

Há demora para se abrir o relacionamento

Esta é completamente verdade, já que isto deve ser um acordo conjunto e construído aos poucos, com calma e paciência. Não acontece de um dia para o outro e exige muita conversa. É um processo longo e demorado até que todos estejam confortáveis. Não pressione ou se deixe ser pressionada, tudo tem seu tempo na vida.

É a mesma coisa que poliamor

Isto não é, de maneira alguma, verdade. Um relacionamento aberto não necessariamente pode envolver relacionamento sexual com outras pessoas ou uma relação estável entre três pessoas, por exemplo. O poliamor é justamente isso, a prática de se ter mais de um relacionamento afetivo e sexual de forma estável e em comum acordo com todas as partes.

Veja também – Problemas na relação? Conheça 7 dicas para fortalecer o relacionamento amoroso!

O poliamor se define pelo compromisso entre todas as pessoas envolvidas, ok? O relacionamento de que estamos falando nesta matéria é diferente, pode ser que o casal concorde com o ato sexual com outras pessoas. Só que não significa que uma relação estável possa começar com outros, se acontecer sem o consentimento de uma das partes, é traição.

Relacionamento aberto

Tudo precisa ser dito

Este tópico não é nem verdade e nem mentira. Porque depende do acordo feito entre as duas pessoas envolvidas na relação. Pode ser que você queiram ser transparentes e contar tudo que andam fazendo para o outro. Porém, pode acontecer de vocês decidirem não compartilhar nada.

Isso não quer dizer, de maneira alguma, que vocês estão fazendo isso da forma errada ou inconsequentemente. O mais adequado é conversar, contudo, o casal pode concordar e não compartilhar tudo inicialmente ou parar de compartilhar aos poucos. Esta é uma questão relativa.

Ninguém é realmente monogâmico

Há diversas pessoas que espalham essa informação de forma equivocada. A verdade é que ainda não se pode provar que o ser humano é não-monogâmico completamente. Até porque muitas pessoas não sentem a necessidade de abrir o relacionamento. É comum e natural, também, um relacionamento completamente fechado, bem como é natural e comum um relacionamento aberto. Tudo vai depender apenas do que você e o seu parceiro desejam.

As pessoas irão criticar

Esta questão, infelizmente, é verdade. Entretanto, vamos combinar que quem tem que saber da sua vida é apenas você. Não se importe com o que as pessoas irão dizer, é a sua felicidade que está em jogo. Todos tem a mania irritante de se envolver nas relações alheias, seja ela qual for.

Não pense que a sua forma de amor é errada porque algumas pessoas criticam. Esteja preparada para isso, mas não se importe, pois a única pessoa que pode te agradar, é você mesma.

Pode causar ciúme

Mais um tópico relativo, porque depende de pessoa para pessoa no fim das contas. O ideal é não começar a relação aberta se você não tem cabeça para compartilhar seu parceiro. É importante lembrar que este é um acordo comum e se o outro também quiser ser não-monogâmico, ele tem esse direito. Então, é bom saber com o que está se envolvendo.

Pode ser que uma das partes seja monogâmica e a outra não ou as duas podem não ser monogâmicas. É essencial saber se você está pronta para lidar com isso. Aliás, o relacionamento deve estar sempre de acordo, a partir do momento que uma das partes não se sente confortável ou com ciúme excessivo, é hora de parar e conversar.

Agora que você já sabe o que é um relacionamento aberto e algumas verdades e mitos sobre ele, está na hora de pensar com seu parceiro se os dois querem isso. Amor é amor em todas as suas formas, seja com quem for. Isto deve ser respeitado e somente você sabe o que funciona para você, então, sempre dê sua opinião. Seja feliz!

Sobre o autor

Redação Tudo Ela

Site focado em publicar conteúdo atual e interessante sobre o universo feminino. Fazemos curadoria e pesquisamos dicas úteis para o dia-a-dia da mulher moderna. Saiba mais sobre nós.