Recomendados para você
Casamento Relacionamento

Relacionamento Abusivo: 10 coisas que você sente quando está em um

Quando você pensa num relacionamento abusivo, o que vem na sua cabeça? Geralmente as pessoas associam a relação abusiva a uma relação amorosa de um homem abusador e uma mulher como vítima. Mas a coisa é bem mais complicada do que isso.

Neste artigo, entenda melhor o que é um relacionamento abusivo e saiba o que é comum sentir quando se está nele.

O que é um relacionamento abusivo?

O relacionamento abusivo pode acontecer num casamento? Sim, com certeza. De fato, este é o tipo mais comum de relação abusiva, a que acontece em relações amorosas. Mas ele pode se fazer presente nos mais diversos tipos de relação: familiares, de amizade e até profissionais.

Veja agora 10 sinais de que você está num relacionamento abusivo:

1. Você acha que está recebendo cuidado

Numa relação abusiva o agressor quer manter o máximo de controle sobre a sua vida. Esse controle vem, muitas vezes, disfarçado de cuidado. Então, procure refletir sobre essa proteção que recebe: Certamente é algo que te dá um apoio com liberdade para ser e acontecer no mundo ou é algo que te aprisiona, te puxa para trás?

2. Você se sente inferior

O abusador sempre dá um jeito de te colocar para baixo. Pode ser por meio de palavras, atitudes e até de situações. Ás vezes dá a impressão de que ele sente prazer em inferiorizar você.

Portanto, para você isso funciona como um veneno: drena sua energia, você fica emocionalmente instável e psicologicamente abalada.

3. Você se sente incapaz

Você ouve do abusador coisas do tipo: “Você não faz nada direito”; “Você não é boa nisso, desiste”; “Com você só poderia dar tudo errado mesmo”. Evidentemente, essas e outras frases marcam as coisas negativas das suas ações, deixam nítido os fracassos e não incentivam a superação das dificuldades.

Esse tipo de coisa entra na mente e acaba sendo absorvido por você. Aí, quando menos espera, você está repetindo essas coisas para você mesma. Com o tempo você tende a se sentir incapaz de fazer muitas coisas, ao contrário do abusador, que parece estar sempre certo e ter sucesso em tudo o que faz.

4. Você se sente usada

Num relacionamento abusivo a vítima se torna um objeto que o abusador manipula para conseguir vantagens para si. Tudo deve sair como ele deseja, então é preciso manipular sentimentos e situações para que nada saia de seu controle.

Entretanto, numa relação saudável, as pessoas envolvidas se tratam de igual para igual com respeito e consideração, o que não acontece quando há abuso.

Saiba mais:

5. Você se sente chantageada

As ameaças são muito comuns em relações abusivas. Frases como: “Se você não fizer isso…” ou “Acho melhor você fazer o que digo, senão…”. Neste sentido, as agressões físicas podem acontecer para intimidar a vítima. Inclusive, em alguns casos a agressão acontece sobre os filhos ou animais de estimação para mostrar do que o abusador é “capaz”.

A chantagem também pode ser emocional, quando o abusador diz coisas como “Eu não sei viver sem você” ou “Se eu ficar sem você eu acabo com a minha vida”. Esse tipo de chantagem é muito comum quando a vítima tenta terminar a relação.

6. Você se sente punida

A punição é uma maneira de manter o controle sobre a vítima e alimentar a culpa que ela sente. Para isso, o abusador pode impôr punições de várias formas:

  • física: um tapa, um empurrão pegá-la pelos braços, até atitudes mais violentas;
  • moral: ofensas e difamação pública pessoalmente ou nas redes sociais;
  • psicológica: por meio de depreciação, como nos exemplos do item #3, por exemplo;
  • emocional: ameaçar ir embora ou cometer suicídio.

7. Você se sente um lixo

A desvalorização faz parte da dominação. Afinal, o abusador não pode controlar uma pessoa que tem autoestima e confia em suas capacidades. Ao minar a confiança da vítima ele se coloca como superior.

Você pode se sentir desvalorizada e ridicularizada por atitudes sutis ou por ações mais escancaradas, como ser exposta em conversas com amigos e familiares em que o abusador sempre dá um jeito de falar algo que te diminua ou menospreze suas capacidades.

8. Você se sente injustiçada

Mesmo quando você comete um erro simples, as reações são desproporcionais. Ele pode gritar e xingar você só porque esqueceu de comprar algo no supermercado, por exemplo.

Lembrando que o ser humano é falho e ninguém merece ser massacrado por cada erro que comete no cotidiano, especialmente com coisas corriqueiras.

9. Você se sente obrigada a ter relações sexuais

Num relacionamento abusivo a vítima se vê obrigada a fazer várias coisas sem vontade: trocar uma roupa porque o parceiro não admite a peça que você escolheu, tirar uma maquiagem porque ele não acha decente, etc. O ápice disso, porém, é quando o abusador usa chantagem emocional, violência ou qualquer outra forma de intimidação para obrigá-la a fazer sexo.

Insinuações sexuais no ambiente de trabalho ou no contexto de uma amizade também valem como abuso.

10. Você sente que não é possível sair dessa situação

E isso é um erro. Se você se sente identificada com os itens anteriores e acha que não há como sair dessa situação, acredite, existe vida após um relacionamento abusivo. Com certeza, você não precisa se submeter a essa situação de sofrimento.

Procure amigos e familiares que possam te apoiar e, caso seja necessário, entre em contato com as autoridades competentes. Sua vida vale mais do que tudo isso.

Procure ajuda de de um espacialista, como um psicólogo ou psicanalista para lidar com esses traumas e siga em frente.

Esse artigo foi inspirado no material produzido pela psicóloga Carla Egídio.

Veja também:

Último Vídeo do Nosso Canal


/* ]]> */