Doenças Saúde

Conheça os remédios caseiros para a Doença de Chagas

Também chamada de Chaguismo, Tripanossomíase Americana e até Mal de Chagas, a Doença de Chagas, como é mais popularmente conhecida, é um problema que costuma assolar muita gente na América do Sul, Central e no México, já tendo sido diagnosticada em alguns casos até mesmo nos Estados Unidos.

Trata-se de uma inflamação decorrente de um parasita, que, por sua vez, se faz presente nas fezes de determinados insetos. A estimativa é a de que, somente no Brasil, pelo menos 3 milhões de pessoas estejam infectadas com o mal.

Vale ressaltar, no entanto, que esse número diz respeito basicamente aos pacientes infectados no passado, já que há uma década o país recebia um certificado internacional de interrupção na transmissão da doença.

É importante alertar, contudo, que quem vive na região norte do país ou mesmo os turistas que visitam a mesma, precisam ficar atentos no consumo de alimentos, como açaí e caldo de cana, pois em determinados casos é possível que o parasita tenha sido moído junto das plantas usadas para o preparo desses alimentos.

A dica nesse caso é consumir apenas os produtos com procedência de qualidade, minimizando assim os riscos de contaminação com o problema.

Remédios caseiros

Esclarecida a primeira parte, é válido ressaltar que o melhor remédio para Chagas até o momento continua sendo a prevenção. Isso porque o tratamento por métodos medicamentosos ainda podem ser complexos e de eficiência incerta em alguns casos, especialmente quando não há um diagnóstico precoce da doença.

Em todo caso, ao perceber qualquer suspeita relacionada ao problema, o paciente precisa procurar um médico imediatamente para que possa ser feita a detecção correta do caso, bem como a indicação do devido tratamento, que, na maioria das vezes, consiste em uma tomada de medicamentos antiparasitários que visam a eliminação do parasita do sistema sanguíneo.

Vale notar, no entanto, que uma grande parte desses remédios para Chagas pode trazer efeitos colaterais importantes, o que pode ser uma realidade em até 40% dos pacientes. Diante de tudo isso, outro fato importante a ressaltar é que o tratamento geralmente exige um bom acompanhamento médico, o que pode demandar até a necessidade de uma consulta por semana.

Por outro lado, existem também alguns métodos caseiros que podem ajudar a aliviar os sintomas da doença, sem causar danos à saúde ou quaisquer efeitos colaterais indesejados. Veja:

carqueja-emagrece-061

Chá de semente de sucupira

Vários estudos têm mostrado os efeitos desta bebida no combate à doenças parasitárias, como é o caso do Mal de Chagas. Neste caso, o chá de semente de sucupira pode ser preparado e tomado várias vezes ao dia, inclusive, como complemento à hidratação feita com água.

Para fazê-lo, basta triturar as sementes e levá-las ao fogo em água fervente. Coloque-as na água apenas quando as borbulhas já estiverem bem movimentadas e aguarde por mais 2 minutos. Em seguida, apague o fogo e espere até a bebida amornar. Coe e beba imediatamente.

Chá de carqueja

O chá de carqueja também pode ser um grande aliado para prevenir e tratar a Doença de Chagas, graças às suas propriedades anti-Trypanosoma Cruzi, ou seja, que combatem o inseto causador da moléstia. Neste caso, basta acrescentar 2 colheres (sopa) de folhas picadas da planta em água fervente (com borbulhas grandes e movimentadas) e desligar o fogo em seguida.

Depois, tampe a panela com o chá por alguns minutos e, quando amornar, coe e beba imediatamente. Você pode tomar até 3 xícaras por dia. Não exagere, pois o excesso pode causar indigestão.

Desintoxicação periódica

A desintoxicação periódica no caso de quem contraiu a Doença de Chagas é feita com alimentos frescos e coalhada, a cada 15 dias, sendo um mês sim e outro não.

No desjejum ou café da manhã, consuma coalhada; no almoço, tome um suco de cenoura com broto de alfafa, amêndoas, grãos germinados e saladas com variados vegetais, como o brócolis cozido; no jantar, coma frutas cruas; e nos intervalos entre essas refeições, coma frutas ou beba água de coco.

Quando não estiver neste período, opte por alimentar-se da maneira mais natural possível, com alimentos frescos e saudáveis.

Suplementos nutricionais naturais

honey-1

Quem contraiu a Chagas precisa ingerir suplementos nutricionais naturais para fortalecer o sistema imunológico. Neste caso, os mais indicados são o mel puro (1 colher de sopa antes de dormir), levedura de cerveja (6 a 12 comprimidos diários de 500 mg), clareia (9 a 15 comprimidos diários de 250 mg) e geleia real (2 a 49 comprimidos diários).

“Cura de limão”

Neste caso, o paciente da Doença de Chagas deve fazer esse procedimento a cada 2 ou 3 meses, sendo um mês sim e outro não ou dois meses não e um mês sim.  Neste caso, você pode tomar os limões com água, em horários diferentes, desde que não haja contra-indicação médica.

Chá de Guaçatonga com alecrim

Você pode tomar a infusão das plantas, colocando 1 colher (sopa) da mistura das duas em água fervente, por 5 minutos. Neste caso, beba de 2 à 3 xícaras ao dia durante vários dias.

Evite tomar o chá apenas durante o período de “cura do limão” e separe um dia da semana (mesmo fora do período da “cura do limão”) para não não bebê-lo. Neste dia da semana, você deverá ingerir bastante água, exceto quando estiver na descompensação cardíaca.

Banho de tronco

Recomenda-se também à pessoas que contraíram a Doença de Chagas tomar banhos de tronco todos os dias para aliviar as dores de estômago e problemas digestivos. Para isso, você deve sentar em uma bacia com nível de água na altura do umbigo e deixar o tronco imerso por cerca de 20 a 30 minutos. A temperatura da água pode ser quente (de 39 a 40 °C) ou fria (temperatura ambiente).

Enquanto isso, os pés também deverão ficar imersos em uma bacia pequena, com água quente. As únicas recomendações é de não tomar os banhos de tronco após as refeições e se alimentar após o banho apenas quando a temperatura do corpo voltar ao normal.

Argila no abdômen

Também é aconselhado fazer aplicações periódicas de argila no abdômen para amenizar alguns sintomas da Doença de Chagas, como a febre, dores na barriga e problemas digestivos. Você pode ficar com ela sobre a barriga por 1 ou 2 horas ou até passar a noite inteira, dependendo de quanto tempo aguentar.

Exercícios respiratórios

Muitos especialistas recomendam que os pacientes infectados com a Chagas façam caminhadas diariamente ou conforme o médico indicar. O exercício vai ajudar a melhorar a respiração e regular os batimentos cardíacos, que costumam ficar irregulares durante o período de moléstia.

Os sintomas da Doença de Chagas

duvidas-sobre-febre-alta-610x300

A doença de chagas pode afetar pessoas de ambos os sexos e o nível do problema pode ser classificado em dois estágios, sendo eles o agudo e o crônico. No caso da fase aguda, os sintomas para o problema podem surgir de forma moderada ou até serem inexistentes. De modo geral, contudo, a lista de possibilidades inclui:

  • Febre;
  • Mal-estar;
  • Inchaço de um olho;
  • Inchaço e vermelhidão no local da picada do inseto;
  • Fadiga;
  • Irritação sobre a pele;
  • Dores no corpo;
  • Dor de cabeça;
  • Náusea, diarreia ou vômito;
  • Surgimento de nódulos;
  • Aumento do tamanho do fígado e do baço.

Nesse primeiro estágio, os sintomas da doença podem até desaparecer sozinhos eventualmente. No entanto, a persistência combinada com a falta de tratamento pode levar o problema para a fase crônica, após o período de remissão.

Portanto, isso significa que um paciente que teve um problema de chagas não tratado da forma adequada pode levar anos para observar o surgimento dos sintomas mais agressivos do problema, o que inclui possibilidades como:

  • Constipação;
  • Problemas digestivos;
  • Dor no abdômen;
  • Dificuldades para engolir;
  • Batimentos cardíacos irregulares.

Veja também:

  • Remédios caseiros para dor de barriga
  • Remédios caseiros para dor nas costas
  • Insônia: Remédios caseiros para dormir bem

Sobre o autor

Pedro Henrique Ferreira Mendes