Recomendados para você
Doenças

Rinite: causas, tipos, sintomas e tratamentos

A rinite é um problema um tanto quanto comum no dia a dia dos brasileiros. O que ilustra bem isso é uma matéria publicada ainda em 2015 no portal G1, mais precisamente na página do Globo Repórter. A publicação deu conta de que este é o tipo de alergia mais comum no país.

A estimativa feita na ocasião apontou que pelo menos 60 milhões de pessoas no Brasil já sofriam com a doença. Um número alarmante que equivale a praticamente 1/3 da população brasileira.

Mas o que é exatamente esse problema? Como lidar com ele? Quais são os sintomas e tratamentos? A resposta para essa e outras perguntas você confere a seguir.

O que é a rinite?

Falando especificamente do conceito do problema, podemos dizer que se trata de uma espécie de inflamação ou disfunção da mucosa nasal.

Como consequência disso, o paciente reage com espirros, coriza, coceiras ou até obstrução das narinas. A duração dessas reações pode variar de poucas horas até vários dias.

Os tipos de rinite

Um detalhe interessante que pouca gente sabe a respeito da rinite é que ela não se apresenta apenas de uma maneira. Ao contrário do que se imagina, existem pelo menos quatro versões comuns da doença.

De modo geral, o que muda de uma para outra são a frequência e intensidade dos sintomas, bem como as possibilidades de tratamento e eventuais complicações.

A fim de determinar exatamente o que é cada tipo de rinite, uma classificação detalhada do problema foi criada pela Academia Europeia de Alergia e Imunologia. O processo deu origem a quatro subgrupos, sobre os quais falaremos agora.

Rinites infecciosas

Aqui temos o que é provavelmente o quadro mais comum quando o assunto é rinite. Embora também possa ser diagnosticado como uma espécie de resfriado, a verdade é que traz problemas ao trato respiratório.

Conforme o próprio termo sugere, a interpretação é a de que a doença é causada por infecção, que pode ser tanto de vírus quanto de bactérias. Os sintomas surgem no momento em que o parasita frio se abriga nas membranas mucosas do ambiente nasal, causando a infecção.

Rinite alérgica

Também muito comum, especialmente no Brasil, a rinite alérgica é, na prática, o organismo reagindo a partículas estranhas eventualmente inaladas. Tais substâncias são consideradas alérgenos e normalmente são levadas pelo ar, sendo por sua vez filtradas pelas narinas.

Rinite não alérgica

Falando da rinite não alérgica, temos aqui uma situação onde há uma congestão ou corrimento nasal em função de espirros crônicos. Os sintomas, como a maioria sabe, é similar ao caso da versão alérgica da doença. Todavia, nesse caso o problema não está associado ao sistema imunológico conforme descrito no tópico anterior.

Rinite mista

Por fim temos aqui a versão mista da doença. Ela surge quando não existe apenas um agente causador, ou seja, ela é ao mesmo tempo, resultado de uma infecção por vírus e bactérias.

Leia também:

As causas da rinite

Sabendo que existem diferentes tipos de rinite, podemos afirmar também que as causas para o problema são igualmente diversas. Em outras palavras, ela pode se suceder em função da exposição a micro organismos, sejam eles vírus, bactérias ou alérgenos, e também pode ser crônica.

De modo geral, no entanto, as condições de ambiente que podem culminar com o surgimento de uma rinite podem ser enumerados. São eles:

  • Ácaros;
  • Poeira;
  • Bactérias de baratas;
  • Fungos;
  • Pêlos de animais;
  • Saliva de animais;
  • Alimentos.

Além disso, também podem desencadear o problema, situações como:

  • Inalação de ar frio e seco;
  • Poluentes na atmosfera;
  • Fumaça de cigarro;
  • Fumaças em geral;
  • Odores fortes;
  • Gás de cozinha;
  • Mudanças bruscas de temperatura e clima.

Os sintomas

Agora, falando dos sintomas mais comuns relacionados à rinite, a verdade é que a maioria deles pode ocorrer em todas as versões da doença. A lista inclui:

  • Espirros constantes;
  • Coceiras (pruridos) intensas nas narinas;
  • Coriza (secreção clara nas narinas);
  • Obstrução das narinas.

Vale destacar ainda que, em situações extremas, sintomas mais severos podem ser apresentados. Os exemplos incluem:

  • Sangramento no trato nasal (epistaxe);
  • Coceira e lacrimejamento nos olhos;
  • Coceiras no conjunto auditivo externo, céu da boca ou até mesmo na faringe.

Problemas derivados

Entendidas as principais questões relacionadas à doença, precisamos entender a importância de saber lidar com o problema em tempo hábil.

Um detalhe fundamental nesse caso, portanto, é saber que, se não tratada adequadamente, a rinite pode dar origem a outros problemas.

A lista inclui quadros como:

  • Roncos – derivados do entupimento nasal;
  • Sinusite;
  • Otite;
  • Apneia do sono;
  • Conjutivites.

Existe cura para a rinite?

Agora chegamos na pergunta mais comum entre aqueles que são diagnosticados com o problema: rinite tem cura? A resposta para essa pergunta pode ser sim ou não, tudo vai depender do quadro do paciente.

Nos casos onde o diagnóstico é de rinite aguda, por exemplo, o tratamento pode ser efetivo ao ponto de proporcionar a cura. Vale lembrar que essas são as situações onde o problema é desencadeado por questões irritantes ou de caráter hormonal.

Todavia, quando se trata de uma rinite persistente, a verdade é que a doença não tem cura. Vale destacar, no entanto, que o tratamento adequado vai permitir ao paciente contornar o problema. Isso significa que será possível conviver com o quadro sem que ele traga grandes problemas no dia a dia.

Tratamento para rinite

O melhor tratamento para a rinite, considerando os casos esporádicos e não crônicos, ainda é a prevenção. Isso significa adotar um conjunto de práticas higiênicas a fim de minimizar os riscos de contato com poeira, ácaros e outros agentes contaminadores.

Apesar disso, assumindo que há situações em que o problema é inevitável, o passo mais seguro a tomar rumo ao tratamento é consultar um médico. É o profissional da saúde que procederá com o diagnóstico adequado e, por consequência, poderá indicar o melhor caminho para o combate à rinite.

Último Vídeo do Nosso Canal


/* ]]> */