Beleza Pele

Sabonete faz mal para a pele? Entenda melhor seus riscos e benefícios

Em um passado não tão distante, as opções de sabonetes para higienização da pele eram um tanto quanto limitadas. Não por acaso, muita gente fazia os próprios sabonetes em casa, enquanto outros compravam a única opção que encontravam na prateleira. Desde essa época, porém, a dúvida continua: sabonete faz mal para a pele ou isso é mito?

Tudo bem, desde sempre aprendemos que o sabonete foi criado para nosso benefício e serve para manter a pele limpa e hidratada. Mas ao ler a composição de cada tipo de sabonete, percebemos que muitos de seus ingredientes são desconhecidos para a maioria de nós, o que aguça a dúvida.

A verdade no fim das contas, é que muitas vezes sua pele pode sofrer simplesmente porque você não tem a informação correta para escolher o sabonete ideal.

Por isso se você é do tipo de pessoa que se preocupa com sua pele, ou vem percebendo que ela não está como deveria e não sabe o motivo, saiba que o simples sabonete que está usando diariamente, pode ser o vilão que está fazendo mal a você.

Se você já se questionou sobre isso, veja a seguir um pouco mais sobre o assunto e tire suas dúvidas sobre os benefícios e malefícios do sabonete para pele.

Versões de sabonetes

Atualmente sabemos que existem duas versões de sabonetes: em barra e os líquidos. Mas qual sera o mais indicado para os cuidados e higienização de nossa pele? O primeiro passo é entender que sim, determinado sabonete faz mal para a pele, pois existem algumas diferenças entre eles, e isso vai além da textura.

Sabonete líquido

Normalmente a versão líquida é a escolha de daqueles que buscam praticidade, uma vez que é mais fácil de transportar na bolsa, sendo em tese também mais higiênico por não demandar um contato direto com o produto que não está sendo usado.

O que você não sabe, é que segundo especialistas, os sabonetes na versão líquida são produzidos com substâncias tensoativas sintéticas com derivação do petróleo. Assim como muitos detergentes, eles possuem em sua composição o lauril sulfato de sódio, que elimina a gordura e faz a limpeza da pele.

Além disso, ele tem o pH com um nível bem perto do pH da pele, o que ajuda a evitar o ressecamento.

Sabonete em barra

Versão mais usada atualmente, o sabonete do tipo em barra é produzido a partir de gordura saponificada, o que pode ser uma surpresa para muitos. Trata-se de um tipo de reação química que compreende óleos e a base, sendo a mais comum a ser usada a soda cáustica. É assim que muitos fabricantes conseguem deixar o produto sólido.

A boa notícia é que ele também possui o poder tensoativo, ou seja, auxilia na limpeza. Entretanto, o sabonete na versão barra possui um pH alcalino, podendo causar irritação e ressecamento na pele.

Vale lembrar que algumas versões de sabonetes líquidos que contam com o tensoativo da família dos sulfatos em sua fórmula, também podem gerar alergias na pele em pessoas mais sensíveis.

Sabonete natural

Segundo especialistas, o melhor sabonete atualmente é o tipo natural. De acordo com relatório de um levantamento do mercado feito pelo SEBRAE (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas), cosméticos fabricados com matérias-primas naturais são os melhores.

Isso porque não possuem em sua composição uma formulação tradicional no que tange à química, tendo apenas ingredientes naturais. Para fabricação de tais produtos, o normal é usar extratos naturais extraídos de plantas, corante vegetal, resinas de origem vegetal, óleos essenciais, aveia e substâncias de plantas aromáticas.

Isso além de conservantes naturais. Tais produtos não causam irritação à pele por serem feitos de forma artesanal. Eles também não tendem a causar danos ao meio ambiente por possuir menos recursos no que diz respeito a tratamento dos resíduos e seus afluentes.

Escolha certo seu sabonete

Ao ir a uma farmácia ou supermercado comprar sabonete, é comum nos depararmos com uma variedade do produto, tanto na versão líquida como na versão em barra. Então, fique atento ao que sua pele necessita e escolha o melhor para ela.

O ideal é procurar um profissional da pele para que ele te indique o melhor tipo de sabonete, seja hidrante, de ervas ou leite. Isso é importante porque sim, determinados sabonetes podem fazer mal a determinados tipos de pele.

Não se esqueça também de ler as informações que o produto oferece e verifique se é o que realmente está procurando e se há comprovação de que as informações são verídicas.

Veja também:

Leia o rótulo

Por mais que pareça algo simples, é bom tirar um tempo considerável ao comprar seu sabonete, pois assim poderá parar pra ler o rótulo a fim de saber exatamente qual sua composição.

Saiba que certos componentes presentes em alguns sabonetes podem causar problemas à saúde, por isso é bom conhecer quais são e saber o que está levando para casa.

Alguns sabonetes tanto na versão líquida quanto na em barr, por exemplo, podem possuir compostos orgânicos voláteis (VOCs) e Butilfenil Metilpropional, substâncias que estão presentes em fragrâncias e podem gerar alergias.

O benzoato de benzila é outra substância orgânica que pode também causar alergias e dermatites de contato, chegando até a ser tóxico aos humanos.

Além disso, o DMDM Hidantoína, que age como antibacteriano nos sabonetes do tipo antibacteriano e uma infinidade de cosméticos, assim como o BHT, são usados como conservante dos cosméticos e podem estar ligados ao aparecimento de problemas como o câncer.

Agora que você conhece um pouco mais sobre os sabonetes e já sabe que tipo de sabonete faz mal a pele, não deixe sua pele correndo riscos, deixe-a bonita e evite o ressecamento e as alergias, proteja sua saúde.

Se ainda tiver dúvidas sobre o melhor para sua pele, procure um dermatologista, ele poderá avaliar a sua pele e dizer exatamente o que ela está necessitando, podendo te indicar o melhor produto a ser usado.

De modo geral, porém, dê preferência a produtos naturais que não agridem tanto a pele. Não se esqueça de se certificar de que o produto é realmente natural e possui selo de qualidade. Dessa forma você cuida não só da pele, mas também do meio ambiente.

8 dicas para ter unhas impecáveis!


/* ]]> */