Saúde

Sabonete íntimo é bom ou ruim? Há divergências…

Sabonete íntimo feminino

Depende da forma de usar e de outros fatores. O assunto divide até os médicos. E há mulheres que gostam, outras não aprovam, além daquelas para as quais tanto faz. Sabonete íntimo é bom ou ruim? É o que vou tentar esclarecer hoje.

A opiniões sobre vantagens e desvantagens dos sabonetes íntimos são tão variadas quanto as marcas disponíveis no mercado atualmente. Aliás, é bom que se diga que ainda existe este aspecto: um produto pode causar algum tipo de reação alérgica em uma pessoa, e em outras, não.

De modo geral, a gente só sabe mesmo testando… E quando há controvérsia sobre um assunto, o melhor é ter bom senso em relação a ele. No caso dos sabonetes íntimos, isso quer dizer não exagerar na quantidade de lavagens da região – que já é delicada por natureza.

A flora vaginal existe para que haja equilíbrio entre os microrganismos que habitam a vulva e a vagina. A flora natural evita que agentes patológicos causem vulvovaginite, que traz sintomas como coceira, corrimento, ardor, e dor no ato sexual, entre outros desconfortos.

Portanto, qualquer produto ou elemento que prejudique o bom funcionamento das bactérias boas não é bem-vindo. Sabonetes com o pH errado são apontados como inimigos da saúde íntima feminina, pois a flora precisa de algo em torno de 4,0 ou 4,5 para ficar numa boa.

O problema de usar sabonetes comuns na região íntima seria justamente o fato de eles terem normalmente o tal pH ao redor de 8,0 ou 9,0. Ou seja, alto demais para manter a flora como deve ser.

Por esta razão, usar constantemente os produtos ‘errados’ pode alterar as defesas naturais da mulher, deixando a vagina mais propensa a agressões.



Os defensores do sabonete íntimo alegam que seu pH mais baixo (5,0 ou 6,0) favorece a flora natural e, consequentemente, deixa a área mais protegida.

Na prática diária, existe mulher que não liga para nada disso, não percebe diferença. Outras notam diminuição da recorrência de problemas ginecológicos quando utilizam o sabonete íntimo em vez dos comuns.

Já um terceiro grupo, reprova qualquer produto de higiene, pois sofre reações adversas tais como ressecamento exagerado, coceira e desconforto.

Sabonete íntimo é bom ou ruim? Não há consenso. Só uma coisa é unanimidade: a necessidade de manter a boa higiene íntima, de maneira adequada e adaptada à cada mulher. Sem isso, a vida saudável vai pelo ralo.

Isto é, mais importante do que qual produto aplicar é saber como higienizar o local.

Dicas para limpar bem a vulva

Ginecologistas recomendam limpar diariamente a vulva, que é diferente da vagina, sendo estas as partes externa e interna, respectivamente. Para isso, bastaria usar água corrente e sabonete comum – é o que diz a turma que não recomenda os sabonetes específicos.

Outro detalhe fundamental: passar os dedos entre os pequenos e grandes lábios para remover aquela espécie de gordurinha esbranquiçada que é produzida naturalmente. E nada, nada de lavar a vagina com ducha, ou o pH sofrerá desequilíbrio e as infecções ganharão uma porta de entrada.

Ficar esfregando a vulva também não é bom. A limpeza tem que ser delicada. E não precisa ser feita depois de evacuar. Neste caso, a principal recomendação é sempre higienizar da frente para trás, para evitar contaminação da vagina pelas bactérias do ânus.

Limpeza mega-hiper-super-blaster-especial após o sexo? Não precisa; água e sabonete dão conta do recado.

Agora, se você é fã dos sabonetes íntimos, se eles fazem bem, em geral, usá-los uma vez ao dia está de bom tamanho. O que não pode é passar o produto na região interna, ok? A recomendação é a mesma dos demais…

Dizem que nossa vagina não precisa de mais nada além de água. E que ela libera um mix de fluidos e células encarregados de expulsar substâncias infecciosas.

Controvérsias à parte, o melhor é conversar com seu ginecologista para saber o que é indicado para você. Sabendo do seu histórico médico e das suas condições físicas, ele poderá – junto com você – bater o martelo sobre as vantagens e desvantagens de usar sabonete íntimo.

Sabonete íntimo é bom ou ruim? Pode ser bom, mas pode ser ruim também. Pense, e observe seu corpo!

Até breve!

Sobre o autor

Fatima

/* ]]> */