Saúde

Sal líquido é igual sal comum? Tire a dúvida e aprenda usar

Imagine um sal de alta pureza dissolvido em água mineral e pronto para ser borrifado nos alimentos. Se você nunca tinha ouvido falar de sal líquido ou até já conhece, mas não sabe para que ele serve exatamente, bem-vinda ao artigo de hoje!

Geralmente, o sal líquido tem sabor suave, e vem iodado, só que em formato spray, permitindo distribuição uniforme do produto e prometendo ser utilizado em todo tipo de comida sem alterar as características dos pratos.

Para alguns, o sal líquido é melhor definido usando o termo “líquido iônico”, uma vez que sua composição traz íons e pequenas concentrações de algumas substâncias do sal comum.

f4e067444de5c280a58423d846a39f1b

Até pouco tempo atrás, acreditava-se que era pouco provável a criação de alguma química em estado líquido semelhante ao sal comum. Algo fácil de entender devido às fortes interações que ocorrem no estado líquido entre as espécies que formam a substância (moléculas, átomos ou íons).

Interações estas, é bom dizer, mais poderosas que as do estado gasoso e mais fracas que as interações no estado sólido.

A situação chamada de balanço energético leva ao seguinte: grande parte dos líquidos é formada por moléculas neutras.

Para não complicar demais o assunto, o fato é que pesquisas detalhadas descobriram os sais líquidos, que são formados por íons negativos e positivos. No entanto, eles são diferentes do cátion sódio (Na+) e do ânion (Cℓ-) do cloreto de sódio. Por isso, a classificação de líquidos iônicos.

Tomando como base os sais comuns, todos eles são sólidos em temperatura ambiente. Exemplos: sal de cozinha, bicarbonato de sódio, carbonato de cálcio etc. E todos com ponto de fusão para lá de elevados. O do sal de cozinha é cerca de 800 °C.

Os cientistas descobriram que, misturando os tais líquidos iônicos com os sais tradicionais, é possível obter um produto com jeitinho de sal comum, mas no estado líquido.

Trazendo o tema mais para perto, ali na cozinha de casa mesmo, sal líquido é a opção para quem gosta de uma pipoquinha mais fitness, digamos assim. Sim, pipoca de micro-ondas sem gordura nenhuma, e temperada com sal líquido. Veja como fazer:

Receita de pipoca no micro-ondas com sal líquido

destaque125

Ingredientes
• 80g de milho de pipoca (4 colheres de sopa)
• 2 colheres de água filtrada
• Sal líquido a gosto

Modo de preparar

1. Coloque o milho em uma vasilha de vidro ou cerâmica (para 2 colheres de pipoca, acrescente 1 de água filtrada).
2. Cubra o recipiente com filme de PVC.
3. Faça 4 pequenos furos com a ponta de uma faca, para que o vapor consiga sair.
4. Leve a vasilha ao micro-ondas por 5 minutos em potência alta.
5. Abra o forno com cuidado, de preferência com luvas ou pano de prato para não queimar as mãos. Vasilha e PVC estarão muito quentes.
6. Borrife sal líquido spray na pipoca e pronto!

Como os micro-ondas têm potências diferentes, o ideal é fazer a programação e ir acompanhando o processo, para ver se é necessário reduzir ou aumentar o tempo de preparo da pipoca.

Lembrando que o milho começa a estourar no finalzinho… e quando o tempo de estouro entre um e outro passar de 30 segundos, é hora de interromper para não queimar a pipoca.

O sal líquido resolve, porém, deixa a pipoca menos crocante. Se você não se importar com isso, ok! Afinal, é sempre bom descobrir formas de aproveitar um alimento rico em antioxidantes e fibras, sem levar junto gordura e excesso de sal.
No caso de alimentos feitos assim, sem óleo, manteiga ou similares, o sal comum não adere bem. Além disso, a umidade quase zero de máquinas que estouram pipoca com ar quente, por exemplo, torna mais difícil a missão gourmet “prender” o sal no petisco.
Para situações assim, o sal líquido é perfeito!
E se você não é fã de pipoca, com certeza, encontrará receitas que precisam de um produto com as características do sal líquido.
Bom apetite! Até o próximo artigo com mais dicas…

Veja também:

Sobre o autor

Fatima