Decoração

Sanca de gesso: estilo e beleza no seu ambiente

Sanca de gesso sala

Além de esconder eventuais pequenos defeitos e fiações, as Sancas de gesso proporcionam elegância. Versáteis, elas permitem diferentes efeitos na iluminação. Saiba mais sobre elas conferindo o artigo de hoje até o fim. Vamos lá!

Se você não tem intimidade ainda com o tema, saiba que Sanca é como é chamado o rebaixamento de gesso feito nas laterais de um forro de gesso. Em várias regiões, moldura de gesso também é conhecida como Sanca.

Sanca de gesso sala de estar

Vai construir ou reformar? Então fique atento aos detalhes, aos modelos de Sancas; cada um possui características únicas que influem diretamente na decoração, podendo ampliar ou reduzir paredes.

Para diferenciar as Sancas do forro de gesso, podemos começar com um escritório revestido pelo material. O forro de gesso pode ser tradicional ou no sistema drywall (placas de gesso instaladas no teto).

De qualquer forma, serve para esconder mínimas imperfeições ou rebaixar o teto. A instalação deve ser feita, neste caso, há alguns centímetros da parede e do teto.

Sanca de gesso corredor



Uma Sanca aberta é capaz de proporcionar um ambiente clean e moderno de iluminação. Como o nome já diz, existe uma abertura na moldura, que é direcionada para o centro, permitindo a instalação de luzes embutidas na própria moldura.

É um tipo de Sanca ideal para ambientação porque a iluminação integrada aos modelos abertos é suave. A posição das lâmpadas dentro da moldura proporciona iluminação indireta que é puro charme.

Segue o mesmo padrão da Sanca fechada, porém, conta com iluminação indireta, que pode ser feita com lâmpadas fluorescentes, mangueiras luminosas ou fitas de led.

Sancas de Gesso: conheça os tipos e funcionalidades

Outra que também é elegante e funcional é a Sanca invertida, pois ela pode ser usada como recurso visual no sentido de reduzir espaço entre o chão e o teto. É aberta e permite escolher dois sentidos de iluminação: direcionada ao teto ou parede.

A Sanca invertida pode ser aplicada como placas de gesso, de preferência drywall, sendo necessário cuidado extra quanto ao peso dos objetos fixados nela.

No caso da Sanca invertida, é preciso rebaixar todo o teto, diferentemente das outras Sancas, que não precisam ter obrigatoriamente o teto de gesso (podem ficar só na laje).

Já a Sanca fechada consiste em uma placa de gesso mais baixa em relação ao teto, fazendo todo o contorno. Recebe este nome porque não tem iluminação indireta, apenas luz dicroica vinda de spots.

Sanca de gesso quarto

Existem basicamente três modelos de Sanca de gesso, como você viu até aqui. Mas eles podem ganhar várias formas, passando por denominações como Sancas redondas, Sancas curvas, Sancas duplas, entre outras.

Sancas de gesso são recursos que ultrapassam a estética. Os arquitetos costumam usá-las, ainda, para esconder vigas, tapar tubulações e distribuir melhor a iluminação do espaço.

Existem Sancas de gesso comum (plaquinha) e de gesso acartonado (drywall). Um acabamento que pode ser aplicado em qualquer ambiente, seja ele residencial ou comercial.

Quanto custa a Sanca de gesso?

Para fazer o orçamento, normalmente a Sanca é cobrada à parte, ou seja, separada do forro de gesso. Sua medição é linear, com base no metro corrido.

Os preços variam de acordo com a região do Brasil em que você está e com o desenho da Sanca. As arredondadas costumam ser mais caras.

No Sul, por exemplo, uma Sanca aberta ou invertida custa em média R$50,00 o metro corrido; já a fechada sai por R$40,00.

Sucesso com sua obra! E até as próximas dicas!

Sobre o autor

Fatima

/* ]]> */