Sexo

Dicas para tornar o sexo por cima mais confortável

Em tempos em que verbetes como “empoderamento”, ”empoderar”, “relacionamento opressivo”, “misoginia” estão mais em alta do que nunca, são motivos de debates acalorados, sabe o que combina, na cama, com esse clima, com a ascensão das pautas feministas, com a verdadeira igualdade de gênero? Sexo por cima.

Também conhecido como posição da “dominadora”, já que a mulher, nesse caso, é que dita o ritmo da relação sexual, impõem a velocidade e a intensidade que julgar mais prazerosa e de acordo com a sua disposição.

Mas sexo por cima não é optado apenas por questão que envolve componente ideológico, pois se determinada posição não proporcionar prazer, não há bandeira, ativismo, manifesto político, livro, artigo, discurso, panfleto, partido, hashtag que dê jeito, que mobilize o suficiente para que se torne um hábito cultural, mas por facilitar o orgasmo feminismo, por estimular mais facilmente regiões erógenas.

Segundo a sexóloga e autora do livro “Wild Women in the Bedroom” (algo como Mulheres Selvagens no Quarto, em tradução livre), a norte-americana Layla-Martins, um dos grandes motivos para que sexo por cima seja popular entre o público feminino é o fato de a “vulva e o clitóris ficarem facilmente acessíveis e a maioria das mulheres achar que a relação fica muito melhor quando, além da penetração, tem essa região do corpo estimulada”.

Então anote aí os motivos citados até o momento da popularidade do sexo por cima:

  • Sensação de poder;
  • Maior ou mais facilidade de estímulo de regiões erógenas.

Mas há um terceiro motivo, talvez pouco divulgado, pela preferência pelo sexo por cima: a questão emocional.

Como assim?

Sexo tem muito a ver com emoções, expectativa, ansiedade, nervosismo etc. Ocorre de muitas mulheres ao fazerem a vontade de seus parceiros sexuais se deixam dominar tanto pela emoção, com o receio de fazer algo errado, de por tudo a perder, que nem conseguem aproveitar direito, relaxar, expor suas vontades, necessidades e isto faz com que, em alguns casos, se sintam coagidas em outras posições em que o homem está no controle.

Como no sexo por cima é a mulher que está no comando, tal controle muitas vezes colabora para que se sinta mais a vontade, que satisfaça suas vontades sem se importar com questões de julgamento.

Mas sexo por cima é um mar de rosa mesmo? Não impõem algumas dificuldades, não requer alguns cuidados? E os homens curtem também a posição, enxergam vantagens  ou precisam se resignar a cumprir tabela? É importante em toda relação saudável que as duas partes se sintam confortáveis, que tenham prazer juntos.

Responderemos essas questões acerca de sexo por cima a seguir.

Confira os tópicos abaixo.

As dificuldades do sexo por cima

Nem toda mulher se sente confortável com o sexo por cima, muitas sentem dificuldade de encontrar o ângulo ideal para a penetração.

Outro percalço são os joelhos. Dependendo da intensidade e do local em que esteja fazendo sexo por cima você pode machucá-los, mesmo que só venha sentir as consequências no dia seguinte.

Alguns homens ficam acomodados já que você está exercendo o papel de dominadora. Mas a relação é a dois, certo? Essa falta de “atuação mais participativa” pode gerar desagrado.

E o cara?

Não pense que no caso de sexo por cima os homens torcem o nariz pelo fato de não poder distribuir as cartas a seu bel prazer. A posição é atrativa por causa do ângulo privilegiado que têm sobre o nosso corpo, por poder vê-lo quase em sua totalidade, prestar atenção em todas as nossas curvas.

Vale aqui adiantar uma das dicas para aproveitar o melhor que o sexo por cima tem a oferecer: estimule o parceiro visualmente tocando no próprio corpo, massageando os seios, o abdômen, aproveite o ângulo que ele tem sobre o seu corpo, use a imaginação para excitá-lo.

E para não deixá-lo paradão enquanto faz todo o trabalho, ele pode segurá-la pela cintura e fazer alguns movimentos de “vai-e-volta”. Mas lembre-se que quem tem o melhor controle da situação é você, então, é desaconselhável abusar muito dele e o objetivo do sexo por cima é dominar e não ser dominada, não é mesmo?

Dicas para melhorar o sexo por cima

Vamos por partes. Sobre a busca do ângulo perfeito:

Não é preciso se restringir a penetração simples ou impor ritmo intenso do começo ao fim. Para encontrar a posição mais prazerosa, e isso pode variar de mulher para mulher, então não se sinta culpada se não encontrar de primeira, movimente o quadril lentamente para os lados no ato da penetração, use o gingado, o rebolado. Experimente mexer o tronco lentamente para a frente, como se estivesse se deitando sobre o parceiro, ou para trás.

Quanto a intensidade, manter ritmo implacável pode ser contraprodutivo, pois aumenta o risco de se cansar rápido demais ou ter câimbra durante a relação. Lembre-se: é você que está no comando, você que dita o ritmo, você que deve administrar a sua energia. Diminua o ritmo quando achar necessário. Suba e desça gradativamente, aumente a velocidade e frequência quando preferir.

Agora sobre a questão dos joelhos no sexo por cima:

Para evitar atritos que machuquem os joelhos a dica é apoiar os pés na cama ou no chão, evitar locais muito duros ou com tecidos muito ásperos como tapetes. Cadeira e sofá são os melhores objetos para se fazer sexo por cima.

Saia da rotina

Sexo por cima pode se tornar monótono se a posição sempre for a mesma. Mudanças simples como ficar de costas para o parceiro pode adicionar aquele tempero que está ficando em falta. Outras posições do sexo por cima que fazem sucesso:

Encaixada sentada

É uma pequena variação da “cavalgada” de costas. A posição é a mesma, a diferença é a posição das pernas, esticadas junto com as do parceiro.

Gangorra

Nessa variação de sexo por cima, a mulher fica de frente para o homem, mas este deitado e com as pernas levantadas, elevadas. A “dominadora”, para aumentar a diversão, apoia as mãos nas do parceiro e faz movimentos como se estivesse em uma gangorra.

Considerações finais

Sexo por cima é uma posição atrativa para as mulheres não só por terem o domínio das ações, mas por estimular regiões erógenas, como a vulva e o clitóris, que facilitam o orgasmo feminino.

Para tornar o sexo por cima mais confortável recomenda-se lugares que não sejam muito duros e nem tenham tecidos ásperos, pois pode-se machucar os joelhos. Uma dica é apoiar os pés no chão ou na cama. Cadeira e sofá são os objetos/locais mais confortáveis para a posição.

Estabeleça o ritmo que julgar mais adequado para que não se canse ou sinta cãibras durante o ato sexual. Movimente o quadril, mexa o tronco para frente ou para trás para encontrar o ângulo que lhe proporcione mais prazer.

Varie as posições do sexo por cima para não cair na rotina.

Gostou do conteúdo?

Então curta, compartilhe, opine. Sua opinião é muito importante para nós.

Leia mais de nossa sessão de sexo.

8 dicas para ter unhas impecáveis!


/* ]]> */