Doenças Saúde

Os principais sintomas da enxaqueca e como se livrar deles

Sintomas da enxaqueca

Hoje em dia é frequente os casos de pessoas que sofrem com dores de cabeça, essas dores geralmente são associadas a diversas causas que nem sempre são de fácil diagnóstico. Essas dores quando não associadas a doenças, são chamadas de cefaleias primárias, divididas em três tipos, cefaleia tensional, em salvas ou enxaqueca. Os sintomas da enxaqueca são os mais comuns e muitas pessoas sofrem com eles, vamos conhecer melhor sobre esse assunto? Continue a sua leitura!

Quem nunca teve uma dorzinha de cabeça ao final de um dia estressante, ou até mesmo por estar naquela TPM chata que insiste em deixar o dia todo dolorido. Mas infelizmente algumas pessoas sentem dores muito fortes na cabeça que persistem por horas, dias e que as impossibilitam de exercerem as suas atividades rotineiras.

Essas dores são as famosas cefaleias, como você viu, podem ser divididas em três tipos diferentes, cada uma na sua intensidade, mas sem dúvidas com uma coisa em comum, a dor!

A cefaleia tensional é uma das cefaleias mais leves, a dor provocada é de leve a moderada e costuma ter uma duração mais curta, não impedindo que a pessoa exerça suas atividades rotineiras. Já a cefaleia em salvas provoca dores mais fortes e intensas, pulsantes, tem a duração que chega a 8 horas. A enxaqueca é última dor classificada e é a mais forte delas.

Características da enxaqueca

A enxaqueca acomete muitas pessoas e os depoimentos sobre ela são sempre os mesmos, muita dor!

Caracterizada por dores unilaterais, latejantes e de intensidade que costuma ser de média a muito forte, a sua piora acontece sempre com a movimentação da cabeça. O que desencadeia toda essa dor está em um distúrbio neurovascular crônico que incapacita o seu portador de fazer qualquer atividade nesses períodos.

Muitos portadores de enxaqueca relatam que quando estão sentindo os sintomas da enxaqueca, a vontade é de se trancarem em um quarto escuro e não sair mais. Tudo isso acontece por causa da hipersensibilidade que estas dores causam.

A enxaqueca é uma doença neurológica e segundo dados médicos de origem multifatorial, biológica com grande predisposição genética na maioria dos casos. É importante identificar nos casos mais graves, quais são os fatores que desencadeiam esses sintomas e quais são os tipos de identificação genética.

É muito importante que a pessoa que sofre desse mal que é a enxaqueca saiba quais são os melhores métodos de encarar essas dores para que a vida não se torne insuportável. No mercado existem muitas informações que na maioria das vezes não são verdadeiras, é preciso saber separar o joio do trigo.

Não conseguir viver por causa dos sintomas da enxaqueca significa não ter qualidade de vida e não é isso que você quer não é mesmo. A maioria das pessoas buscam saúde e bem estar, se você sofre desse mal, está na hora de saber como lidar com ele.

Ao longo desse texto você vai conhecer informações importantes sobre essas dores e quais os melhores métodos, fique ligado!

Conheça alguns fatores de risco

Muitas especulações são feitas em relação aos fatores que desencadeiam a enxaqueca. Alguns fatores como a alimentação ainda carregam mitos que não são verdadeiros.

Segundo o doutor Mário Peres, médico neurologista do Hospital Albert Einstein, o que se sabe concretamente é que existem apenas 3 fatores comprovados que desencadeiam os sintomas da enxaqueca e que a maioria das pessoas relatam sobre eles em suas crises. Conheça quais são:

  • O primeiro fator é ficar sem comer durante horas;
  • O segundo fator está ligado ao consumo de bebidas alcóolicas, principalmente o vinho;
  • O terceiro fator está ligado ao alto consumo de cafeína, principalmente o expresso.

Estima-se que o consumo diário de três cafezinhos ou 4 latas de coca cola equivalem a uma dose de 200 mg de cafeína. Essa quantidade é o suficiente para desencadear crises de enxaqueca muito fortes.

A cafeína está presente não só no café, mas também no chá preto, nos chocolates, ingerir esses produtos só vão agravar os seus sintomas da enxaqueca.

Uma informação interessante diz respeito ao café, o café coado tem menos cafeína que o café expresso. Opte pelo café coado quando quiser tomar um cafezinho durante o dia.

10 sintomas da enxaqueca para você conhecer melhor

Muitos sintomas da enxaqueca são relatados por pessoas que sofrem com as dores que esta doença causa. Alguns desses sintomas incapacitam as pessoas de levarem uma vida normal, pois as dores provocadas são muito fortes.

A seguir você vai conhecer alguns sintomas comuns entre as pessoas que sofrem desse mal. Acompanhe:

  • Aura da enxaqueca;
  • Vômitos;
  • Nariz escorrendo;
  • Náuseas;
  • Visão embaçada;
  • Aversão a claridade;
  • Falta de concentração;
  • Irritabilidade excessiva;
  • Hipersensibilidade a todos os tipos de barulhos e cheiros;
  • Tonturas;

Sintomas como irritabilidade excessiva, enjoos, hipersensibilidade com a luz e cheiros, acontece por causa da hiper-excitabilidade cortical. Essa hipersensibilidade acontece por causa da hiper-excitação das células cerebrais, ocasionando na sensibilidade com cheiros e barulhos.

Tratamentos da enxaqueca

Existem diversos tipos de tratamentos para aliviar os sintomas da enxaqueca, antes de utilizar qualquer uma delas é importante diagnosticar de onde vem essas dores e porque elas estão presentes no organismo.

A dor aparece quando algo no nosso organismo não está nada bem, é como se ela fosse um sinal de alerta, um sinal de defesa de que algo precisa ser mudado.

Os tratamentos das dores podem ser medicamentosos ou não, tudo vai depender das investigações feitas pelos médicos, que indicarão a melhor maneira de tratamento.

Tratamentos que promovem a prevenção devem ser instituídos quando outros sintomas estão associados como por exemplo a insônia, depressão, aura da enxaqueca e outros distúrbios importantes.

Ainda segundo Mário Peres (citado acima), a medicação deve ser administrada em uma combinação que deve ser favorável ao paciente. Pode ser que ocorra duas ou três trocas de medicamentos, mas isso não é nenhum problema, pois existem muitas opções no mercado.

Atualmente, a toxina botulínica vem sendo usada no tratamento da enxaqueca e os seus resultados são bastante animadores, mesmo que ainda existam algumas dúvidas sobre como aproveitá-las ao máximo possível de maneira mais eficiente.

Último Vídeo do Nosso Canal


LISTA VIP!
Nossas Dicas no seu Email
Seja a primeira a saber das nossas últimas dicas. Coloque seu email abaixo e receba nossos posts:
Cadastrar!
Apenas 1 email por semana. Conteúdo Exclusivo!
close-link
/* ]]> */