Moda

Você conhece o soutien Bralette? Veja mais detalhes!

Bralette

O já famoso soutien em estilo esportista foi mudado e repaginado para virar o Bralette. Um modelo pra lá de fashion usado por que está sempre atenta a novidades. A peça ganhou usos, modelos, cores, estampas e até detalhes bordados. Venha conferir como um soutien pode ser versátil. E o melhor de tudo: Ser visto o tempo todo sem medo e sem vergonha!

O soutien esportista já é bem famoso com seus usos como top, ou no melhor jeitão de pronto para a briga. Quem usou ou ainda usa sabe que é uma peça essencial para atividade física e que vai bem em visuais despojados. Dá total liberdade de movimento e serve para ir a shows, eventos ao ar livre e várias ocasiões informais.

Veja o que é o Bralette

Bra breast, ou apenas ‘bra’ é o nome do soutien em inglês. O Bralette é o soutien que virou colete ou corpete e saiu de debaixo da roupa para aparecer muito e dar liberdade para as moças de todas as idades. Seja para ser um artigo de complemento, seja para compor um visual.  A ideia é que agora, o soutien vai aparecer muito!

A gente sabe como mulher é uma criaturinha maravilhosa e criativa, e os tempos já passaram. E ninguém mais é boba de queimar soutien como as mulheres fizeram nos anos 1960. A esperteza mesmo é dizer que quem manda na moda é a mulher e fazer o soutien sair das sombras e aparecer no nariz de todos os chatos que criticam as roupas femininas.

Gente, nós gostamos de aparecer e de causar. E o Bralette vem pra ajudar muito nessa hora!

Sem essa de medos e pudores. Agora é hora das mulheres poderosas e a gente vai pegar uma peça que vinha em cores e tamanhos, transformar e uma peça versátil, fazer virar complemento e até peça principal de um look charmoso, arrojado e com toques de sensualidade. E o melhor de tudo, o Bralette tem tudo para ser um novo símbolo do universo feminino.



Claro que se ficar só na moda um tempo, a gente entende. Mas vai ser divertido causar com a cabeça dos mais conservadores e revolucionar um pouquinho. Só para variar.

O jeito certo de fazer o errado

Usar um Bralette é o mesmo que um grito de afirmação e feminismo, com muita feminilidade.

E quem não quer gritar nada, pode fazer acontecer com um visual despojado, destroyed, com jeans, urbano, com couro, com um contraste bem legal de preto e branco, com a delicadeza da renda, com a ousadia feminina e com o poder eu a peça dá ao guarda-roupas feminino. Que tal experimentar um Bralette?

Coisas que só o Bralette tem

Toda mulher já deve ter pensado, ao menos uma vez na vida que tem soutiens tão bonitos e estilosos que tinham mais é que aparecer por cima da roupa, e não ficar escondidos debaixo de uma camisa ou blusinha toda comportada. Meninas, seus problemas acabaram. Só para começar, o Bralette tem estilo e charme. É um tiro certeiro para mostrar a personalidade. Já começa que a peça é um soutien sem nenhum bojo. Isso mesmo. Como nos bons modelos esportivos.

O Bralette é bem confortável. Segura bem e evita aquele chacoalhão que machuca e dói. Dá segurança e a tranquilidade necessárias. Mas claro, tem que vencer o medo de usar e, antes de sair na rua, se acostumar a ver aquela peça sempre oculta aparecendo mais que tudo.

E Bralette bom tem que ter renda! Também tem que ter charme e pode ser combinado com transparências, caso você queira deixar por baixo de uma blusinha. E pode aparecer só um pouco, se você preferir usar uma regatinha sem manga ou uma blusinha mais larga ou cavadinha.

Claro que se você quiser um pretinho básico ou materiais diferentes da renda, pode fazer experiências. O Bralette pede inovação. É hora de tentar para ver no que dá. E como o ambiente para esta peça é mais informal, se não der certo na primeira vez, ninguém vai sair ferido. É só dizer que não gostou e tudo bem!

O que o Bralette não tem

O mais elegante do Bralette é parecer uma peça só. Sem aros, sem arames para dar mais sustentação, sem elásticos, sem bojo e sem aperto. Mas muito seguro!

E dá para colocar acessórios no Bralette. Que tal um modelo com flores bem em cima dos biquinhos, como margaridas feitas de tricô? E isso com um macacão e mais nada em cima além da peça em preto e com renda? Vai ficar um arraso!

Cores são bem-vindas no Bralette

Nem tudo que é sensual precisa ser pretinho básico. Dá pra colocar cores, flores, motivos fortes, rosa com rosas vermelhas, pode ser mais comprido em baixo, pode ser mais fechadinho como se fosse mesmo um colete ou corpete, pode ser mais cavado, liso ou todo estampado. Imaginação é a palavra, babe!

Eu sei que a gente está no outono, que o verão já deu adeus, mas gente, olha os dias como estão quentes! Pensa que o Bralette pode ser um amigo do peito neste calor fora de época que está fazendo.

Dá pra usar com uma blusa transparente com mangas, sem mangas ou mais soltinha, de seda, por exemplo, com laços e linhas para amarrar. Ou deixar meio soltinho. E o Bralette vai bem com calça jeans inteira, corte reto, cintura baixa, rasgadinha de leve ou com shorts e bermuda. Só precisa ficar atenta pra combinar.

Imagina uma blusa de alcinha com um Bralette. Deixa o ventinho fresco bater que faz bem!

Claro que se você quiser parecer meio executiva, o paletó com um Bralette aparecendo vai dar os dois pontos: Sensualidade e sofisticação. Pensa no arraso que vai ser!

E com o uso certo do Bralette, até o básico fica chique. Camisa branca e calça preta. Mas com esta peça sexy e quase comportada para somar ao visual e você tem um básico totalmente novo e arrasador.

Até a camisetinha branca justinha vai ter vida nova com um Bralette por cima. E a vantagem é o conforto extra do algodão sobre a pele. Viu só quanta coisa com uma simples mudança numa peça que todo mundo já estava esquecendo? Uma ideia simples, e você muda todo o seu visual. Pense nisso e crie muitas novidades! Beijos, lindonas!

Videos do nosso Canal no Youtube

Sobre o autor

Redação Tudo Ela

Site focado em publicar conteúdo atual e interessante sobre o universo feminino. Fazemos curadoria e pesquisamos dicas úteis para o dia-a-dia da mulher moderna. Saiba mais sobre nós.

/* ]]> */