Maternidade

Teste de gravidez caseiro funciona? Conheça os 6 principais

Teste de gravidez caseiro

Nada deixa uma mulher mais ansiosa do que uma suspeita de gravidez – seja por estar tentando engravidar a um tempo ou por ser surpreendida com a possibilidade de ter um filho.

E é essa ansiedade que leva muitas mulheres a recorrer ao teste de gravidez caseiro, sobretudo quando não tem acesso ao teste de sangue ou ao clássico teste de farmácia.

Veja também: Calculadora gestacional: Com quantas semanas de gestação você está?

Existem diversas receitas caseiras que prometem confirmar, ou não a gravidez, no entanto, não há nenhuma comprovação científica sobre a sua eficácia. Confira neste post os principais testes caseiros de gravidez.

1. Teste da agulha

Para realizar este teste é necessário ter um recipiente com tampa e uma agulha de costura nunca utilizada.

A mulher deve urinar dentro do recipiente, colocar a agulha dentro, tampar e aguardar oito horas. Se após esse período a agulha mudar de cor, o resultado é positivo.

Uma dica para contornar a espera de oito horas é fazer o teste antes de dormir e ver o resultado no dia seguinte.

2. Teste da fervura da urina

Este é um teste de gravidez caseiro bastante famoso e consiste em ferver a urina em um recipiente de alumínio.

Quando a fervura começar, é só observar: se ela ferver como leite, “subindo” e formando uma nata, há uma grande possibilidade de gravidez. Mas se ela apenas ferver como a água, borbulhando, o resultado é negativo.

3. Teste de gravidez com pasta de dente

Neste teste, basta urinar em um recipiente e adicionar uma pequena quantidade de pasta de dente na amostra.

Se após acrescentar pasta a mistura ganhar uma coloração azul ou fizer espuma, o resultado é positivo.

Atenção! O teste só funciona se a pasta de dente for em creme, do tipo branco e leitoso. As pastas em gel ou coloridas não funcionam para este teste.

4. Teste da água sanitária

Para este teste de gravidez caseiro, a mulher deve urinar em um recipiente e adicionar água sanitária.

Se a mistura ficar laranja, meio avermelhada ou ainda apresentar efervescência, o resultado é positivo. Em caso contrário, é negativo.

5. Teste do cloro

Similar ao teste da água sanitária, no teste do cloro, a mulher deve urinar em um copo plástico e adicionar um pouco de cloro.

Se a misturar ganhar uma cor escura, o resultado é positivo. Já se não houver alteração, o resultado é negativo.

6. Teste do óleo pinho

Para realizar este teste, a mulher deve misturar óleo essencial de pinho à urina em um recipiente descartável.

Caso haja alteração na cor da urina, é sinal de uma possível gravidez.

É importante salientar que nenhum destes testes possui comprovação científica. A forma mais confiável de confirmar uma gravidez é através da medição da dosagem do hormônio HCG no sangue da mulher e nenhuma dessas misturas ou reagentes químicos citados são capazes de interagir com esse hormônio.

Caso haja suspeita de gravidez, o teste mais confiável é o sanguíneo, que pode detectar uma gravidez a partir dos 12 dias de concepção, antes mesmo do atraso menstrual. A segunda opção mais confiável são os testes de farmácia, com 99% de eficácia, sobretudo após o atraso menstrual.

No entanto, para os momentos de ansiedade extrema é inegável que o teste de gravidez caseiro pode trazer mais conforto e saciar a curiosidade até que haja a chance de realizar um teste confiável.

O que você acha destes testes de gravidez caseiros? Será que eles funcionam? Ou é crença popular? Compartilhe!

Último Vídeo do Nosso Canal


/* ]]> */