Beleza Cabelos

10 tipos de texturização para o cabelo que vão te ajudar na transição capilar

Tipos de texturização para o cabelo

A transição capilar é um momento único de descobertas de uma mulher para com o seu cabelo natural. No entanto, apesar de significar uma aceitação verdadeira do “eu”, que resulta em uma melhor autoestima e confiança em si mesma, esse período de abandono das químicas usadas durante toda a vida nos fios para que os cachos voltem a compor o visual não é assim tão fácil.

Isso porque o cabelo passa a ter duas texturas, com uma parte lisa e outra cacheada, que dizem respeito aos fios que ainda estão lisos por conta das antigas químicas, contrastando com os novos cachos que estão crescendo devagar. Para fugir dessa imagem pouco agradável na frente do espelho, algumas cacheadas e crespas recorrem ao babyliss para fazer cachos no cabelo enquanto os originais tomam forma.

Veja também: Como fazer babyliss? Aprenda passo a passo

No entanto, assim como qualquer outra ferramenta de calor, o aparelho modelador também pode “queimar” os fios, tornando esses tipos de cabelo ainda mais ressecados, levando em conta que os fios cacheados e crespos já sofrem naturalmente com o ressecamento, por conta da dificuldade para a oleosidade do couro cabeludo chegar até o comprimento e pontas dos fios, devido ao formato “espiral” dos cachos.

Então, como fazer para definir os cachos enquanto eles não crescem? Fique calminha aí! É por esta razão que existem atualmente inúmeras técnicas de texturização capilar que visam ajudar mulheres crespas e cacheadas que estão transitando a induzirem e definem os seus caracóis enquanto eles não estão em grande número nas madeixas.

Se você também está passando pela bad de ter que lidar com dois aspectos no seu cabelo na frente do espelho e quer se livrar desse efeito de uma vez por todas, no nosso post de hoje você vai conhecer os 10 melhores tipos de texturização para o cabelo que vão te ajudar a ficar linda durante a transição capilar. Quer saber quais são elas? Então, continue de olho nos próximos parágrafos desse artigo que eu te mostro como fazê-las passo a passo!

1 – Coquinhos

Essa técnica é uma das mais conhecidas para cachear o cabelo enquanto a parte lisa não é removida permanentemente do visual. Ela pode ser feita em todos os comprimentos de fios, mas se destaca ainda mais nos mais curtinhos. Como o nome já diz, a texturização com coquinhos consiste em fazer pequenos coques em toda a cabeça, presos com elásticos, que podem variar conforme com a quantidade de fios.

Para fazer é simples! Basta lavar os cabelos, desembaraçá-los e dividi-los em mechas distribuídas por toda a cabeça. Aplique um creme para pentear e enrole cada uma delas de modo a formar coques pequenos. Prenda-os com elásticos e espere até que eles sequem por cerca de oito horas ou mais. Inclusive, se não for incomodar, uma dica é dormir com eles e soltá-los somente no dia seguinte. Prontinho! No outro dia, você pode finalizar os seus cachos como preferir. Uma dica é aplicar algum óleo vegetal para tirar os fiozinhos que possam ter ficado arrepiados.

Veja também: Conheça os 15 melhores óleos para passar no cabelo

Além de uma técnica bem fácil de definir os cachos enquanto eles não tomam a sua forma original naturalmente, os coquinhos também podem ser usados como um penteado mais estiloso para o dia a dia.

2 – Twist

A técnica de texturização com twist parece bastante com uma trança, só que em vez trançar três mechas, ela é feita com apenas duas mechas. Não entendeu nadinha? É bastante simples! Na hora de texturizar o cabelo, separe o cabelo já limpo, úmido e desembaraçado em mechas mais grossas. Em seguida, pegue uma delas e aplique um pouco de creme para pentear. Divida a mecha em duas partes e enrole uma na outra, fazendo pequenos torcidinhos.

Prenda as pontas com um elástico. Repita o processo em todas as demais mechas e espere até que elas sequem, o que pode demorar oito horas ou mais. Mais uma vez, se não for incomodar, você pode dormir com os twists e só desfazê-los no dia seguinte. Na hora de soltar os cachos, desenrole os torcidinhos que você vez em cada mecha bem devagar, para evitar estragar a definição. Prontinho! No outro dia, você pode finalizar os seus cachos como preferir. Uma dica é aplicar algum óleo vegetal para tirar os fiozinhos que possam ter ficado arrepiados.

3 – Bigudinho

Esse acessório é um dos grandes aliados de toda cacheada ou crespa. A texturização com bigudinho serve para definir os cachos, sendo que cada modelo do apetrecho tem uma espessura e formato específico para cada tipo de cacho. Depois de escolher o melhor para o seu cabelo, basta lavar os cabelos e, com os fios ainda úmidos e já desembaraçados, divida-o em mechas e aplique um creme para pentear.

Depois, enrole cada uma delas em volta dos bigudinhos e espere cerca de oito horas ou mais atéo o cabelo secar. Assim como no caso das demais técnicas, se não for incomodar, você pode dormir com eles e soltá-los somente no dia seguinte. Prontinho! No outro dia, basta finalizar os seus cachos como preferir. Uma dica é aplicar algum óleo vegetal para tirar os fiozinhos que possam ter ficado arrepiados.

4 – Dedoliss

Sem dúvidas, esse é o tipo de texturização para cabelo mais usado entre cacheadas e crespas, desde que o mundo é mundo. E arrisco mais: desde que ela nem tinha um nome… Trata-se de uma técnica na qual você só precisa lavar os cabelos e desembaraçá-los, dividi-los em mechas e aplicar um creme para pentear. Na hora de definir os cachos, basta enrolar as mechas usando os próprios dedos.

Dependendo do tamanho do seu cabelo, pode ser que demore mais. Porém, o resultado é de cachos maravilhosamente definidos e, ainda, duram mais tempo e ficam com menos frizz. Por outro lado, esse método não é muito recomendado para quem gosta de volumão, pois o dedoliss apenas define as mechas, mas tira o volume.

5 – Tranças

Semelhante ao twist, a técnica de texturização com tranças também consiste em trançar as mechas do cabelo a fim de definir os cachos que ainda não ganharam forma na parte alisada. No entanto, o resultado é um pouco diferente, pois os fios podem ficar com mais ondas do que cachos propriamente ditos, além de mais volume.

E como já é de se imaginar, esse método é bem fácil de fazer. Nos cabelos limpos, úmidos e desembaraçados, aplique um creme para pentear e divida-os em mechas. Em seguida, trance cada uma delas e prenda com elásticos.

Depois, é só esperar secar e, se for o caso, até dormir com elas. Na hora de desmanchar, basta soltar as mechas bem devagar para não deixar nenhum frizz. Prontinho! No outro dia, basta finalizar os seus cachos como preferir. Uma dica é aplicar algum óleo vegetal para tirar os fiozinhos que possam ter ficado arrepiados.

6 – Fitagem

Assim como as duas técnicas de texturização capilar ensinadas anteriormente, a fitagem também é uma das mais populares e simples de fazer. Tal como acontece no dedoliss, você também só precisará usar os dedos para definir os cachos a partir desse método. Para isso, basta lavar e hidratar o cabelo como de costume. Depois, com os fios ainda úmidos e desembaraçados, divida-os em mechas.

Agora, basta aplicar um creme para pentear em cada uma delas e comece a pentear o cabelo com os dedos. Os fios deverão passar entre os dedos e formarem mechas ainda mais finas, como se fossem “fitas”. Neste momento, você perceberá que as mechas se dividirão em três partes. Quando isso acontecer, você deverá amassá-las, apertando-as com as mãos contra a raiz.

Você deve repetir esse processo nas demais mechas e, quando terminar todo o cabelo, basta deixá-lo secar naturalmente. Prontinho!

Veja também: Fitagem estruturada: aprenda passo a passo como definir os seus cachos

7 – Plopping

A técnica de plopping consiste em secar os cachos corretamente para que eles não fiquem com frizz e sem definição após a secagem natural. Para isso, basta utilizar uma toalha de algodão ou de microfibra para retirar o excesso de água dos fios após o banho e, em seguida, estender a toalha sobre uma superfície plana.

Agora, jogue todo o cabelo em cima dela, ainda de cabeça para baixo, e enrolando o tecido na cabeça até que ele seque por completo. Se não tiver a toalha, uma camisa de algodão dá o mesmo efeito. Quando tirá-la da cabeça, basta aplicar algum óleo vegetal para tirar os fiozinhos que possam ter ficado arrepiados.

8 – Papel higiênico

Já imaginou deixar os seus cachos super definidos usando papel higiênico? É isso mesmo! A técnica de texturização capilar é feita com rolinhos de papel higiênico, que são formados a partir da dobra das suas folhas. E a boa notícia é que ela pode ser feita em todos os tipos de cabelo, desde os lisos até os mais crespos.

Para isso, basta escolher a espessura do rolo, o que vai depender do quanto você quer que as suas ondas ou cachos fiquem mais largos ou mais finos. Depois, com os cabelos limpos e úmidos, basta dividir os fios em mechas. Em seguida, pegue um pedaço de papel e dobre-o até virar um rolinho, de acordo com a espessura que você deseja.

Agora, pegue uma das mechas e enrole-a no papel até a raiz. Para prendê-la, faça um nó com o próprio papel depois de enrolá-la totalmente. Repita o processo em todo o cabelo. Essa técnica pode ser feita nos fios secos ou úmidos.

O ideal é fazer a texturização antes de dormir e soltar o cabelo somente no dia seguinte. O mesmo procedimento pode ser feito com folhas de jornal, revistas, lápis e até com canudos.

9 – Bobes

Velhos conhecidos das mulheres, desde o tempo da vovó, os bobes também podem ajudar a definir os cachos durante a transição capilar. Para fazer a texturização do cabelo com este método, basta comprar os acessórios em um supermercado ou loja de cosméticos. Eles podem ser usados nos fios secos ou úmidos.

Basta dividir o cabelo em mechas, enrolar cada uma delas em volta dos bobes e prendê-las em volta dos apetrechos com a ajuda de grampos. Prontinho! Depois, basta soltar os fios bem devagar para evitar o frizz. Uma dica é aplicar algum óleo vegetal para tirar os fiozinhos que possam ter ficado arrepiados.

10 – Curl formes

Outro acessório bastante usado entre cacheadas e crespas, e até por quem tem o cabelo liso e deseja formar ondas ou cachos nos fios, é o chamado curl formes. Assim como bigudinho ou os bobes, eles também podem ser encontrados facilmente em lojas de cosméticos ou supermercados.

Tratam-se de tubos coloridos e maleáveis, que são colocados nas madeixas com a ajuda de ganchos. Eles podem ser comprados em diferentes tamanhos e espessuras, o que vai depender do resultado que você quer dar ao visual.

Para fazer a texturização com eles, basta usá-los nos fios ainda úmidos, quase secos, depois de aplicar um creme para pentear, e aguardar pelo menos duas horas ou até que as madeixas sequem naturalmente antes de tirá-los. Como os tubos possuem furinhos, é possível acelerar o processo de secagem usando um secador, mas isso é opcional.

E aí? Gostou de conhecer os 10 melhores tipos de texturização para o cabelo? Você já experimentou alguma dessas técnicas? Então, compartilhe a sua experiência para a gente…

Até a próxima!

Videos do nosso Canal no Youtube

/* ]]> */