Beleza Unhas

Tirar cutícula faz mal? Entenda definitivamente

Tirar cutícula faz mal?

A cutícula consiste em uma pele morta que encobre as unhas. Mais precisamente, a pele pode ser identificada como parte da dobra ungueal que ajuda a proteger a extremidade do nosso organismo. Para entender melhor sobre  a sua função e se tirar cutícula faz mal, trouxemos algumas informações importantes que você precisa saber!

A cutícula é um dos principais fatores que fazem as pessoas recorrer a salões de beleza e estéticas para sua remoção. Algumas pessoas estão condicionadas geneticamente à produzir bastante dessa pele que encobre as unhas, outras nem tanto. A função da cutícula é bem simples, ela serve para proteger a matriz das unhas, ou seja a raíz, de modo que a falta dessa pele pode ocasionar infecções ou inflamações na região.

Apesar de ser constantemente removida, a cutícula é um elemento de defesa do corpo e pode ser porta de entrada para algumas doenças. A fim de que isso não ocorra, é muito importante que os materiais utilizados por profissionais estejam esterilizados e sejam capazes de fazer um corte limpo. Além do mais deve se ter cuidado e preparo para não causar ferimentos às clientes ao remover a cutícula.

Importância da cutícula

A cutícula é uma “extensão” da pele dos dedos que fica aderida à matriz ungueal. Ela existe para proteger tanto a base das unhas quanto a pele dos dedos ao redor das unhas. Algumas pessoas produzem esse excesso de pele de maneira que encobre grande parte das unhas, e pode até mesmo acumular sujeira.



Apesar da cutícula atuar na proteção, ela prejudica a higienização das unhas quando produzida em excesso. Assim, a remoção deste excesso é indicada. A cutícula não deve ser removida em demasia para não deixar mais frágil a pele dos dedos. Conforme a cutícula é removida, a proteção da raiz das unhas diminui.

Essa cutícula é agente protetivo contra a entrada de vírus, bactérias e outros agentes infecciosos no organismo. Sendo assim, é preciso ter cuidado para não causar lesões na região. Nessa perspectiva, a cutícula é essencial para a proteção do organismo contra doenças, e não é aconselhado a remoção total da pele. Porém, a higiene é outra forma de manter a nossa saúde, então a cutícula produzida em excesso e que pode acumular sujeira, deve ser retirada.



Tirar cutícula: bom ou ruim?

Como dito anteriormente, há alguns casos em que não se faz necessário remover a cutícula, pois esta não é tão significativa e nem prejudica a higiene das mãos. Por outro lado, quando produzida em excesso, pode-se remover parte da pele. Tirar a cutícula não é um hábito ruim quando feito por profissionais e nos casos em que é necessário.

Alguns cuidados tornam o processo mais seguro. Profissionais não devem retirar camadas profundas das cutículas de suas clientes. É importante manter uma parte da cutícula que continuará desempenhando a tarefa de proteção da base das unhas. É indicado que os materiais sejam esterilizados, de modo a garantir a segurança do procedimento.

A remoção de cutícula só é ruim caso ela ofereça uma porta de entrada para infecções e vírus no organismo. Em situações que os materiais não estão devidamente higienizados e em que houver lesões na base dos dedos, há um grande risco para a pessoa. Sendo assim, a remoção das cutículas deve ser feita com cuidado e da maneira correta para não ocorrer nenhum problema decorrente do ato de fazer as unhas.

Tirar cutícula faz mal?

A cutícula cresce mais quando tiramos: mito ou verdade?

Nós possuímos uma espécie de programação para o crescimento de unhas, cabelo, e também para as cutículas. Isso significa que ao passo que o nosso organismo tem um limite para a velocidade de crescimento das unhas e cabelo, também tem para o crescimento das cutículas.

O nosso organismo é muito inteligente. Ao remover as células que estão em excesso, ele deverá renová-las, por isso os cabelos e as cutículas crescem novamente. Entretanto, esses tecidos não crescem mais acelerado ou mais do que o normal, pois há um limite programado para a produção de células que constituem esse tecido.

Então, se você remover a cutícula, ela não deverá crescer cada vez mais. caso você opte por não remover a cutícula, ela terá sempre um limite de tamanho, de acordo com a sua informação genética. A única coisa que pode mudar ao remover as cutículas é a forma como elas irão crescer, assim como as unhas. Ao cortar ou lixar as unhas você estabelece a forma como deseja que ela cresça e se desenvolva, o mesmo vale para as cutículas.

Por que tirar cutícula faz mal se for em excesso?

Algumas pessoas possuem cutículas quase imperceptíveis, devendo remover apenas quando alguma parte dessa pele se solta, e faz alguma lesão indesejada na pele próxima as unhas. Outras pessoas, que possuem grande quantidade da pele aderida às unhas, por questões de higiene e também aparência das mãos, é conveniente que se remova o excesso.

O que muitas pessoas optam por fazer, é utilizar hidratantes e produtos como removedor de cutículas ao invés de utensílios para retirada dessa pele. Esses produtos são vendidos em lojas de  cosméticos e devem ser aplicados periodicamente para manter a higiene e boa aparência das mãos.

Tirar cutícula faz mal se for feito com alicates

Por meio de utensílios perfurocortantes como os alicates utilizados na remoção de cutículas, é possível contrair doenças como hepatites, HPV, HIV, doenças causadas por fungos e bactérias como micoses, entre outros. Isso pode ser evitado a partir da correta higienização dos materiais que são reutilizáveis,  esterilização dos mesmos e descarte de lixas e algodões já utilizados.

Deste modo o profissional evita que sejam transmitidos de clientes para clientes doenças graves em caso de acidentes e lesões. Os profissionais, por sua vez, devem utilizar luvas e manter as suas mãos sempre higienizadas após atender aos seus clientes. Desta forma o profissional também evita se expor a riscos em seu ambiente de trabalho.

Sendo assim, agora que você tem conhecimento de todos os pormenores, pode decidir por si só se tirar cutícula faz mal ou não. Independentemente de sua escolha, mantenha a higiene de suas mãos e o cuidados necessários para proteger a sua saúde.

Sobre o autor

Redação Tudo Ela

Site focado em publicar conteúdo atual e interessante sobre o universo feminino. Fazemos curadoria e pesquisamos dicas úteis para o dia-a-dia da mulher moderna. Saiba mais sobre nós.