Maternidade Saúde

Vacina Pentavalente e Hexavalente: reações adversas e contraindicações

A imunização é muito importante para evitar doenças graves, que podem trazer muito sofrimento e até a morte.  As vacinas pentavalente e hexavalente estão disponíveis no sistema público de saúde, mas muitas pessoas possuem dúvidas sobre as reações adversas e também as contraindicações.

Neste artigo, confira a função da vacina pentavalente e hexavalente, suas composições, reações adversas e contraindicações.

Indicação da vacina pentavalente e hexavalente:

O nome destas vacinas estão relacionados à quantidade de doenças que elas evitam:

  • vacina pentavalente: difteria, tétano, coqueluche, hemófilos e poliomielite;
  • vacina hexavalente: difteria, tétano, coqueluche, hemófilos, poliomielite e hepatite b.

Deve ser aplicada aos 2, 4 e 6 meses de vida do bebê. Dependendo das doses anteriores de vacina contra a hepatite b, deve-se tomar ou não a hexavalente.

Após a terceira dose, deve-se aguardar pelo menos 6 meses para tomar o reforço.

Composição:

  • vacina pentavalente: substância que incentiva a produção de anticorpos, agentes de tétano e difteria, 3 tipos de vírus de poliomielite inativados e hemófilos.
  • vacina hexavalente: além das substâncias presentes na penta, possui também HBsAg, que é um antígeno do vírus da hepatite b.

Também contêm alumínio e o antibiótico neomicina.

Reações adversas:

É uma das vacinas mais incômodas para o bebê, pois causa febre, que deve ser baixa. O bebê também sente dor, calor e inchaço no local, por conta da formação de um pequeno nódulo debaixo da pele.



Para aliviar o desconforto do bebê, procure fazer compressas frias no local da aplicação da vacina. Também monitore a temperatura do bebê de hora em hora e evite aquecer o local da aplicação com compressas quentes.

Raramente pode ocorrer: sonolência, febre alta, convulsões febris, sangue presente nas fezes. Caso ocorra qualquer um dessas reações adversas raras, procure atendimento médico imediatamente.

Contraindicações e alertas:

Estas vacinas devem ser evitadas em caso de:

  • febre;
  • alergia à neomicina;
  • histórico de reação grave a vacina que apresentava algum dos componentes da fórmula da penta ou hexavalente;
  • crianças maiores de 7 anos.

Vacinas em dia:

É muito difícil coordenar as várias carteiras de vacinação de todos da família. Principalmente porque após os primeiros meses de vida, os períodos entre as vacinas são mais esparsos. Para quem tem mais de um filho o desafio é ainda maior.

Não quer correr o risco de perder a data das vacinas da família?

Confira: Calendário de vacinação: 5 aplicativos para deixar as vacinas da família em dia.

Videos do nosso Canal no Youtube

Sobre o autor

Mariana Mendes

/* ]]> */