Turismo

Viagem para o Chile: dicas de roteiro completo para 5 dias

Viajar é bom, mas nem sempre temos ideia do que fazer em um destino, quanto tempo é suficiente para conhecer os pontos turísticos principais, por exemplo. Para facilitar sua vida de turista, confira a dica de roteiro completo de viagem para o Chile em, no mínimo, 5 dias:

Dia 1 – Centro Histórico

O ponto de partida é a mistura de tradição e modernidade na arquitetura de praças e museus do Centro Histórico de Santiago. Para começar a visita, a dica é conferir a troca de guarda e o Palácio La Moneda, a sede do governo.

No subsolo da praça, aproveite para conhecer o Centro Cultural La Moneda, que sempre oferece exposições e atividades culturais. O local ainda dispõe de cafeterias charmosas, pequenas lojas de artesanato e wi-fi free.

Caminhe até a Plaza das Armas e fique maravilhada (o) com a Catedral Metropolitana de Santiago, entre outras atrações próximas. Quer fazer compras? Vá ao Paseo Ahumada, onde você encontra a principal rua de comércio do centro da cidade.

E para vivenciar a gastronomia típica chilena, nada melhor do que o Mercado Central. Lá, você come pratos feitos com centolla, um tipo de caranguejo gigante.

Dia 2 – Parque Metropolitano de Santiago



É simplesmente o maior parque do Chile. Ele abrange o Cerro San Cristóbal e o Zoológico. Excelente opção para quem viaja com crianças. O acesso ao Cerro é feito por uma espécie de bondinho, o funicular.

No alto, você aprecia uma vista maravilhosa de Santiago através do Santuário Imaculada Conceição, que ainda conta com uma imagem de 22 metros de altura. E não deixe de passear também no Teleférico e experimentar o Mote com Huesillo, uma bebida feita de trigo cozido, e as famosas empanadas.

Ao descer do Cerro, a sugestão é passar pela La Chascona, uma das famosas Casas Museu do poeta Pablo Neruda, ganhador do prêmio Nobel de Literatura em 1971. A pé mesmo, você segue até o Patio Bellavista, um shopping aberto repleto de lojas de artesanato e restaurantes.

Dia 3 – Vinícolas chilenas

Visitar o Chile e não conhecer as vinícolas é inadmissível! As mais próximas de Santiago são: Santa Carolina, Concha y Toro e Cousino Macul. Nelas, você pode acompanhar o processo de fabricação dos conceituados vinhos chilenos.

Dia 4 – Valparaíso de Viña del Mar

Saindo um pouco de Santiago, a sugestão é dar um pulinho nas cidades litorâneas de Valparaíso, região que abriga o principal porto do Chile e a Viña del Mar, a cidade das flores. Deixando de lado a água gelada do Oceano Pacífico, a paisagem compensa.

No caso da florida Viña del Mar, a entrada da cidade já é toda enfeitada pela vegetação. Lembre-se de conhecer o famoso relógio das flores, um point imperdível para quem faz turismo por lá…

Dia 5 – Com neve ou sem…

De junho até setembro, a dica é aproveitar o dia e se encantar com a neve, seja apenas conhecendo, brincando ou esquiando. Existem quatro estações de esqui para o seu lazer e fotos incríveis. O Valle Nevado é a mais famosa entre os brasileiros.

Quem quer somente diversão e conhecer a neve, pode aproveitar Farellones, com tobogã e tirolesa para animar o passeio.

Agora, se não tiver neve, também tem o que fazer no Chile no quinto dia. Para o verão, a sugestão é passear por parques como o Bicentenário e pela elegante Avenida Alonso de Córdova, no bairro Vitacura, cheia de lojas renomadas, objetos de decoração e design.

Complete seu roteiro com um café no bairro Lastarria, uma refeição na inigualável pizzaria Tiramisú ou restaurantes no bairro Las Condes.

Para quem curte um museu, vale a pena passar um tempinho no Museu da Memória e dos Direitos Humanos.

Com este miniguia para 5 agradáveis dias no Chile, espero que sua rotina fique mais fácil e suas recordações sejam as melhores possíveis.

Boa viagem, e até breve…

Sobre o autor

Fatima

/* ]]> */